Coluna: A dor silenciosa de um grande campeão



Coluna Saque publicada neste domingo, 19 de julho, no LANCE!

Sabe aquele texto que você pensa, escreve, apaga, volta a pensar, começa de novo… E parece nunca estar satisfeito? Esse aqui foi um deles.

Talvez a mesma dificuldade que eu tive para escrever o Murilo tenha para assimilar e entender esse momento difícil que vive na carreira.

Campeão do mundo em 2010 jogando uma enormidade, eleito com méritos o melhor daquela competição. Referência para uma Seleção que pouco renovou suas peças neste ciclo olímpico. Depois de duas cirurgias no ombro direito, ele já não consegue ser mais tão decisivo como antes, principalmente no ataque. Murilo fez quatro pontos diante dos EUA, dois deles em ataque em 10 bolas recebidas. Contra a França, marcou cinco no total, colocando três bolas no chão em 13 tentativas. Pouco para um jogador deste quilate. Uma sobrecarga para as demais opções ofensivas da Seleção.

Tive uma conversa com Murilo após o jogo com os EUA. Não foi uma entrevista, por isso as frases dele não estão nesta coluna. Mas achei justo ouvi-lo antes de escrever as minhas impressões. Deveria ter feito o mesmo quando sugeri, em outra coluna sobre ele, que atuasse como líbero.

Ciente da atual limitação, Murilo tenta se reinventar, algo não tão simples de se conseguir em um vôlei cada vez mais alto, forte e veloz. É compensar no bloqueio, no passe e na liderança que possui. Sabe que é difícil, ainda mais a um ano da Olimpíada. A questão é: isso bastará?

Torço para que seja.



  • klaus

    Infelizmente não bastará e ficou provado nessa fase final.Nenhuma dúvida quanto a isso.Por melhor que ele seja no passe e defesa, não dá pra jogar sem ataque.Se já é difícil com dois ponteiros, imagina somente o Lucarelli segurando o ataque?Só vejo uma solução pra isso.Encontrar outro ponteiro e o único que consigo ver futuro , apesar de muito jovem é o Douglas.Uma pena o Bernardo não tê-lo levado nessa liga.A não ser que surja algo sobre o Leal ou o Dante possa ser convocado pra segurar o passe e ajudar no ataque.

    • Demetrius

      Eu não entendo o porquê do Bernardo não ter utilizado o Felipe, jogador do Cruzeiro, na seleção. É um jogador com características bem semelhantes ao do Murilo, com as devidas proporções. O Dante é um excelente jogador, mas não sei se ele consegue disputar um campeonato de tiro curto sem apresentar problemas físicos. O Douglas é muito novo, com escassa bagagem internacional. Acho muito perigoso.

      • klaus

        Mas olha, se for pra arriscar que seja então um jogador jovem.Muitos pedem o Felipe, mas ele já tem 35 anos eu acho e ele não tem força pra segurar partidas à nível internacional.Nossa seleção precisa ser renovada.Todas as nossas concorrentes, exceto Rússia, estão com times jovens.

        • Renan

          O que não falte é opção!

          Temos hoje o Bruno Canuto que é um exímio passador e não compromete no ataque e bloqueio.

          O Douglas Souza que só precisa de um pouco mais de bagagem e tem o jogo muito parecido com o Dante.

          João Rafael que tem um bom passe, porém no ataque ele perde pros dois citados acima.

  • Demetrius

    Fiquei pensando sobre isso após a última partida da seleção brasileira. Murilo é um jogador que eu torço muito para que dê a volta por cima e recupere grande parte do vôlei que tinha até pouco tempo antes da cirurgia do ombro. A questão é que infelizmente ele não está jogando no mesmo nível de antes e até está prejudicando o esquema tático da seleção na virada de bola porque é um jogador pouco acionado no ataque, sobrecarregando o oposto e o outro ponteiro, Lucarelli, quando o passe é irregular, impedindo as bolas com os centrais. Eu sei que não é uma decisão fácil, mas acho que ele precisa ter consciência e autocrítica para avaliar a sua situação na seleção e discutir o assunto com o Bernardo. Eu imagino que todo mundo queira estar nas Olimpíadas e ajudar a seleção. Ainda mais ele, que já fez muito pela seleção. O problema é que não se pode viver apenas do passado. Acho pouco provável que esta mudança para a posição de líbero o torne melhor do que os atuais jogadores da posição pela seleção. Precisaria de um tempo maior. O ideal seria ele admitir sua atual limitação e tentar melhorar sua performance no campeonato nacional antes de retornar à seleção brasileira. Isso pouparia o desgaste de um corte mais tarde. Isso se o Bernardo também pensar do mesmo jeito que muitos de nós. É muito arriscado levar o Murilo para as Olimpíadas.

    • Renan

      Você disse tudo!

      Admitir a atual condição, seria bom ele enxergar logo isso, pois então ficará igual ao Giba que não se firmou em lugar nenhum e teve que ser forçado a para.

      Um triste fim pra carreira de um campeão.

  • Guilherme

    Claro que não bastará! É injusto e irresponsável manter um jogador que não rende e não ajuda o grupo mais na função que ocupa dentro de quadra. Murilo foi bom. Mas acabou. A fila deve andar. Agora, como este mesmo blogueiro já sentenciou em posts anteriores, “quem vive de passado é museu” – quando fãs lamentavam, por exemplo, o que consideravam injustiças na seleção feminina, principalmente contra Mari. Que, assim como ocorre atualmente com Murilo, tanto havia feito para a seleção feminina de vôlei. Aliás, não entendo o motivo deste atleta, se é que serve mesmo para ajudar no emocional do time, não ficar ter ficado no banco, assim como o Lee, na seleção dos EUA, que sendo mais experiente, rodado e por isso capitão, permaneceu maior parte no banco, só entrando em momentos necessários – fazendo hoje, por exemplo, a partida que vale o bronze. Acho, Daniel, que poderia fazer uma entrevista com Murilo, enquanto jornalista, para sabermos o que o próprio pensa disso tudo. Ou Murilo só fala em off e só conversa com jornalistas que o consultam antes de publicar qualquer coisa sobre a performance dele?

    • Daniel Bortoletto

      está na minha lista.
      e se a alfinetada foi pra mim saiba que não faço acordinhos com ninguém. mas tenho responsabilidade para não sair escrevendo qualquer bobagem

      • Guilherme

        Ótimo saber disso. Vamos aguardar!

      • Luciano

        Daniel entendo sua postura sim, mais todos sabemos que o Murilo não rende mais o que se espera de um ponteiro a nível mundial. Portanto intrevistá-lo deve-se perguntar e indagar sobre sua situação atual e saber dele mesmo se hoje ele seria útildos para estar na seleção por méritos atuais e até titular.
        Não estou estou aqui desmerecendo nunca o que ele foi no passado, eu acompanhei desde dos seus 17 anos quando ele veio fazer a peneira no Banespa e se tornou com 1,90 uns dos melhores jogadores do mundo. Mas hoje na atual situação, levá-lo para uma uma olimpíada por exemplo, tecnicamente não basta.

      • Bruno

        Entrevista com o Bernardo explicando a adoração pelo Murilo, seria importante tb?!!!

  • Alex Lima

    Eu acredito que é melhor sair com glória de um passado vencedor do que inúmeras tentativas de ficar num presente sofredor. Ele, mais do que ninguém, deve saber que não serve mais pra seleção, mas… Essas panelas, egos, olimpíadas em casa, etc, etc, etc… Podem atrapalhar a seleção e manchar sua maravilhosa carreira.

  • Lilika

    É triste…lembro do quanto ele jogou absurdamente bem a Liga-2010 (o saque viagem dele não estava entrando na final contra a Rússia, depois usou o saque a “La Rodrigão” e s coisas melhoraram) e o Mundial-2010, merecidamente levou mvp…ele quer ajudar mas fisicamente não dá pra ele ser o mesmo de 2010…então que seja sensato.consigo mesmo e com todos, e pense na possibilidade de mudar de posição, mais ajuda quem.não atrapalha digamos…

  • Cauã

    Até parece que o Bernardo vai tirar o senador do time.

  • Alex Lima

    E a seleção masculina do Pan correspondendo com as expectativas… Ou seja… Perdeu pra Cuba por 3 a 2. Catadaum volley club

  • Euri

    A verdade é que o Murilo atingiu o auge em 2010. E CINCO anos depois os comentaristas, blogueiros e o técnico Bernardinho acham que ele vai voltar ao mesmo estágio. Isso não vai acontecer este ano e nem ano que vem. Sempre fui fã do Murilo, mas tenho medo de que ele termine a passagem na seleção do mesmo jeito triste do Giba. Tudo volta para a não renovação do time, porque hoje o Murilo deveria ser máximo um reserva na seleção principal, oferecendo um pouco de experiência e dando segurança para que jovens titulares soubessem que podem cometer erros, sabendo que têm no banco alguém que poderia entrar e dar segurança para os mais jovens.
    O pior é que agora estão usando a desculpa de que há uma falta de bons jogadores nessa geração para as derrotas da seleção. A falta de opção do Bernardinho é o discurso padrão dos narradores e comentaristas agora. Quando a verdade é que foi a covardia e preguiça da comissão em formar novos jogadores que deixou a seleção sem opção. Um exemplo muito claro disso é que o Lucarelli foi chamado para a seleção não para ser um reserva, mas já com a responsabilidade de carregar o time nas costas. Enquanto o Bernardinho passou anos querendo garantir vitórias, mesmo sacrificando fisicamente Giba, Murilo e Dantes, ele não se preocupou em buscar e formar novos jogadores para a posição. Ele se acomodou e agora a seleção está pagando o preço.

    • Luciano

      Com certeza brasileiro comentarista da globo é isso. Ainda falam que o Lucarelli é uma jovem promessa… kkkk… Que quando pegar experiência vai ser o melhor do mundo. Já é mais o time não acompanha, vejam os jogadores jovens das outras equipes, são realidade, e nada de falar que precisam de muitas competições, ou vai bem ou não. O Thiago Alves nunca foi testado como deveria ser, era um jogador mediano pra bom, e ficou pelo caminho.
      Ou cansou de ficar na reserva…

      • Euri

        O Lucarelli é o único jovem ponteiro que já realidade porque foi o único que teve realmente chances de mostrar serviço. O Bernardinho trouxe ele pra garantir que o Murilo possa continuar na equipe, tendo um ponteiro que resolve, enquanto o Murilo fica no fundo “compondo” o passe do time. Além disso, o Murilo e o Dante passaram um tempo com lesões. Se não fosse isso, o Bernardo estaria teimando com os dois até agora e não teríamos nem reservas pra olimpíada.

  • Billy

    Esse MURILO(sempre com um AR ARROGANTE na cara)têm que se tocar de uma vez por todas que não dá mais prá ele ficar eternamente na Seleção.Têm que se tocar que o seu tempo na seleção já passou.Dê lugar pros mais jovens e inteiros fisicamente.Se eu ficasse frente a frente com ele eu falaria ISSO NA LATA prá ele.Aceite que a decadência física chega prá todos.Fora que ele já esta bem financeiramente.Larga o OSSO meu filho…

  • Daniel

    Espero que saibamos respeitar o grande jogador que nos deu tanta alegria e estou certo, que de uma maneira ou de outra, o Murilo contribuiu. O problema é que já não temos mais a grande safra. A falta de investimento e politica no desenvolvimento na base já começa a revelar a nuvem negra que está por vir. O problema mais grave é o bloqueio.

  • Bruno

    Murilo jogar na seleção esse tempo todo, nesse nível, é piada…Agora o problema não é ele e sim quem o convoca e acredita que ele pode render algo, o que não vem acontecendo há 5 anos.

    É grave e não vejo ninguém contestar o Bernardinho que só agora, há 1 ano da Olimpíada vai ter que excluir o Murilo, sem ter dado oportunidades a outros atletas capazes. pois, Loh, Maurícios e Lipe, não tem a confiança do treinador.

    Com relação a entrevista sugerida, teria que ser feita com o Bernardo e sua comissão técnica para explicar essa adoração pelo Murilo!!
    Fala Bernardo??!!!
    A seleção não pode ter dono…

  • Ricardo

    Daniel, ótima matéria. Eu sempre gostei muito do Murilo, é um extraordinário jogador, sou fisioterapeuta e já trabalhei com desportiva, quando fiquei sabendo que iria para a segunda intervenção cirúrgica já imaginei que o ataque ficaria muito limitado, mesmo com uma equipe excelente de profissionais para sua reabilitação. Hoje em dia no vôlei feminino não da pra ter uma opção a menos de ataque em alto nível, o jogo fica marcado demais. Torço para que o Murilo vá pelo mesmo caminho da Sassá e vire libero, vai ser tão bom quanto! Com a liderança dentro do grupo, experiência e técnica que tem, vai suprir muito bem a lacuna que vai deixar o Sérginho na seleção assim que voltar a se aposentar

  • Odair

    O Felipe foi engolido no Sul Americano,o certo era levar o Douglas em vez do Lucas Lho,nao da pra jogar com um atacante a menos e o Lipe nao é a solução..ou Dante ou um jovem..

  • Roberto

    O caso do Murilo é o mesmo que ocorreu com o Giba em 2012: todo mundo via que não dava mais pra ele jogar na seleção, porém só o Bernardinho não e foi o que deu: na olimpíada tinham um Dante que não consegui jogar mais de 3 sets e 2 reservas inúteis: Giba sem condições de jogo e Thiago Alves que não era testado. Esse parece ser o futuro do Murilo, tem arrogância de mais de ambos, um pra negar a convocação e outro pra não convocar… e provavelmente será o destino da seleção jogar com um ponteiro a menos na olimpíada.

  • Paulo

    Sobre Murilo há muitas variáveis em jogo.

    1º Considero o Murilo um dos três melhores ponteiros que o voleibol mundial produziu nos últimos 20 anos. Ninguém é MPV de Mundial e Olimpíadas seguidamente à toa. Aliás, em Londres ele levou mesmo com a seleção levando a prata.
    2º Temos um levantador, que tem cadeira cativa no time titular, que é extremamente dependente de passe de alto nível. Um líbero sozinho não consegue cobrir a linha de passe. O Sérgio talvez conseguisse, mas há cinco anos, hoje não mais. Portanto, a linha de passe da nossa seleção precisa ter um ponteiro de passe excelente ao lado do líbero. De forma que a filosofia de jogo adotada é fazer o time jogar em função do levantador e não o contrário.
    3º Um outro problema crônico na seleção é na posição de oposto. Desde que o Canha saiu não surgiu ninguém que realmente fosse a bola de segurança. Wallace mesmo quando tá bem fisicamente é aquele que faz um caminhão de pontos nas fases classificatórias, mas vai sumindo à medida que as fases decisivas vão se aproximando. Vissoto é aquele cara que joga horrores quando tá com vontade, mas quando não tá afim não vira nada e, na seleção fico com a impressão que ele sempre entra sem vontade. E o Evandro apesar da idade é muito imaturo ainda.
    4º Nossos centrais não tem mais o bloqueio como ponto forte, Gustavo e André Heller raramente se destacavam no ataque, mas muito mais pelo bloqueio sempre eficiente e, nem por isso deixaram de ser referência na posição.

    Enfim, o problema do Murilo é grave. Acho que deve ser feito um trabalho específico com ele já! Se tiver que parar pelo menos na primeira fase da SL que pare. Caso não se recupere no ataque, poderia sim pensar em assumir a posição de líbero, ou lembremos também da maior jogadora da história que foi a Miréia. Em Sdiney ela levou o ouro do banco. Não era mais a mesma e entendeu que contribuía muito mais com a liderança e orientação às mais jovens. Sobre os outros pontos, é preciso ser revisto pra ontem todo o processo de planejamento da seleção masculina em todas as posições. É preciso rever essa filosofia de fazer o time jogar em função do levantador, de termos centrais pouco eficientes no bloqueio, de termos opostos não decisivos. A renovação não veio como deveria, e em parte a CBV tem culpa por não cuidar corretamente das categorias de base. Vamos torcer pra que alguma coisa de boa aconteça até os jogos do ano que vem.

    • Billy

      Ótimo comentário Paulo.

      • Carlos

        Excelente Comentário!

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo