COB abre votação para escolher destaque do vôlei em 2018



O Comitê Olímpico do Brasil (COB) está com votação aberta para a escolha dos melhores atletas de 2018 em cada modalidade esportiva. E o vôlei, logicamente, está incluído na lista.

Mais uma vez fui convidado pela entidade para fazer parte do colégio eleitoral. E admito ter ficado em dúvidas para escolher o destaque das quadras.

Foram pré-selecionados para a votação final os pontas Lipe e Douglas Souza, além da oposto Tandara.

Agora que leram os nomes, já conseguiram escolher o melhor entre os três?

Douglas e Lipe com a Seleção no Mundial (FIVB Divulgação)

Se o quesito “a última impressão é a que fica”, imagino que muitos de vocês tenham optado por Douglas Souza. Depois de uma temporada de altos e baixos no Sesi e no decorrer da Liga das Nações, o jovem campeão olímpico fez um excelente Campeonato Mundial.

Uma surpresa muito agradável ao dividir com Wallace a responsabilidade no ataque, além de cumprir sua obrigação principal no sistema de Renan Dal Zotto: ter regularidade no passe.

Lipe foi companheiro de Douglas tanto no clube quanto na Seleção. E conviveu com uma incomôda lesão no cotovelo, que o afastou da fase final da Liga das Nações e fez atuar na base da superação no Mundial. Ao fim da competição, com o Brasil em segundo lugar, anunciou a aposentadoria da Amarelinha. Pode ganhar votos como uma espécie de homenagem ao encerrar a carreira na Seleção.

Tandara na partida contra o Japão no Mundial (FIVB Divulgação)

Já Tandara fez uma boa temporada pelo Osasco, tanto que se transferiu para a China com o “passe” valorizadíssimo. Pela Seleção, porém, conviveu com a irregularidade que marcou o time na Liga das Nações (quarto lugar) e na campanha da sétima colocação no Mundial.

No ano passado, Natália foi escolhida a melhor do vôlei no Prêmio Brasil Olímpico, superando Wallace e Lucarelli. E lembro que o resultado gerou muita discussão entre os fãs do vôlei. Filme repetido em 2018? Vamos aguardar!

LEIA TAMBÉM

+ Vôlei de luto após morte de Anzanello



MaisRecentes

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo

As duas formas de ver o novo Sesi



Continue Lendo