CBV volta atrás e anuncia voto pró-atletas no COB



Antes tarde do que nunca. O velho ditado serve bem para definir a decisão da CBV, anunciada na noite desta terça-feira, de alterar o posicionamento sobre as mudanças no Estatuto do Comitê Olímpico do Brasil. Relembre na Coluna Saque publicada no último fim de semana.

Em nota oficial assinada pelo presidente Walter Pitombo Laranjeiras, o Toroca, “a CBV, considerando o posicionamento das comissões dos atletas de vôlei e as manifestações por anseio de mudanças de todos os segmentos envolvidos no esporte brasileiro, resolve reconsiderar o seu voto e manifestar que esta Confederação declara oficialmente que apoiará o COB na próxima AGE com a inclusão dos 12 atletas na sua reforma estatutária”.

Uma grande vitória de atletas e ex-atletas, que publicamente se levantaram demonstrando contrariedade ao voto da entidade na última Assembleia do COB. Uma lista considerável de medalhistas olímpicos, como Ana Moser, Nalbert, André Heller, Gustavo Endres, Bruninho, Fabi, Lucarelli, Bernardinho, entre outros.

“É só uma amostra de que a união de atletas engajados e corajosos faz a força! Parabéns à Comissão de Atletas e a todos que apoiaram a causa!!”, comemoram Nalbert, via Twitter.

Mostra, mais uma vez, que os atletas não podem mais se calar. Não existe espaço para manobras, com decisões duvidosas. O esporte, um pequeno microcosmo dentro na nossa sociedade, precisa ter voz ativa de todos os entes. Decisões não podem ser tomadas por um clubinho fechado. Que o triunfo dos atletas e ex-atletas do vôlei contaminem positivamente outras modalidades.

A nota oficial da CBV diz ainda que “em nenhum momento quis ser contra a participação efetiva dos atletas no processo de modernização esportiva nas instituições, principalmente na eleição do COB, tendo em vista que a própria CBV já incluiu no seu estatuto a participação com direito a voto dos atletas e dos clubes.

 

 



  • silas antares

    Show de bola. Há tempos essa gestão da CBV fica a desejar em muitos aspectos. E agora ainda dão essa quinada, mas ainda bem que ex-atletas e atletas cutucaram e a incompetente CBV voltou atrás.

MaisRecentes

Os duelos da Copa Brasil feminina



Continue Lendo

Lances do clássico Vôlei Nestlé x Sesc



Continue Lendo

Coluna: O maior desafio do Sada/Cruzeiro no Mundial



Continue Lendo