CBV reafirma ausência do Volta Redonda após encontro com atletas do time



A CBV divulgou uma nota oficial sobre o encontro, hoje, em sua sede, de dirigentes com atletas do Volta Redonda.

Leia o post anterior para entender o caso: http://wp.me/p1b2tr-1xq

– Ao fazer valer as exigências do regulamento da competição, a CBV pensa exclusivamente em defender os atletas. Todas as nossas atitudes foram feitas com este objetivo. Não é interessante para ninguém ter um clube fora da competição. Mas não podemos deixar os atletas desprotegidos. Se o clube tivesse honrado seus compromissos, estaria inscrito no campeonato – disse Fábio Azevedo, superintendente executivo da instituição.

A entidade ainda reforçou que o Volta Redonda está fora da próxima Superliga, demonstrando estar irredutível sobre a posição. A CBV sugeriu um próximo passo aos atletas: uma reunião entre eles, a Comissão de Atletas e a CBV com objetivo de buscar soluções para a recolocação dos atletas no mercado.

– Gostei muito da maneira como a CBV nos recebeu, com educação e transparência. Conseguimos entender a posição deles e vamos buscar todas as formas possíveis de conseguir participar da Superlliga, de forma amigável e coerente. Muitos atletas deixaram de mudar de time apostando no Volta Redonda. Vamos buscar um caminho – disse o levantador Fidele.



  • Rafael

    Olá Daniel,
    a situação é meio complicada, pois tanto a CBV quanto os atletas têm suas razões. Cabe então conseguir uma solução que seja coerente para as partes.
    Eu gostaria também de abordar um outro assunto. Já comentei em outro blog e faço também no seu. Que é a falta de interesse pelos jovens jogadores. Neste mês, ocorreu o campeonato mundial feminino U18 na Tailândia. O time brasileiro ficou em terceiro lugar e revelou talentos com o a oposta Lorenne, a ponteira Laíza e a central Gabi. No entanto, não vi qualquer comentário sobre o torneio, seja na imprensa, nos sites ou blogs de vôlei. Será que essa falta de interesse é por que a mídia só se interessa pelos atletas consagrados ou, como disse a Thaísa, para nós somente o primeiro lugar é que importa? Só para constar, as atletas peruanas (o Peru ficou em 4º lugar) foram recebidas como heroínas em seu país.
    abrs.

  • SUPERLIGA 2013/2014

    Daniel, todo mundo sabe que a Rede Globo/Sportv infelizmente é quem manda na CBV. Portanto, a “toda poderosa” que vai dizer quando será o início, fim, forma de disputa, se os sets serão de 25 ou 21, etc., da Superliga. Aquelas reuniões que aconteceram na sede da CBV foram apenas enrolação. Não acredito em mudanças no vôlei brasileiro e no Brasil como um todo enquanto essa emissora deter o monopólio de TV nesse país. Deixando minha desconfiança de lado, pergunto:

    A SUPERLIGA 2013/2014 (masculina e feminina) vai começar em setembro como foi veiculado?

    • Daniel Bortoletto

      espera-se que se cumpra o calendário aprovado, começando em setembro

  • toni guimaraes

    Essa situação é simplismente ridícula, todos em V.redonda sabe que o jogo é político e falta de responsabilidade do prefeito que usou o dinheiro para fazer campanha e tentar se reeleger não
    cumprindo sua responsabilidade com os atletas. Então quem deveria estar sendo processado
    é a prefeitura que não repassou os devidos valores. Agora quem paga são os atletas que foram contrados para SL 2013/2014? A CBV deveria tomar esta atitude perante a Prefeitura de VR e
    não com quem não tem culpa. VERGONHA NA CIDADE DE VOLTA REDONDA, PALHAÇADA.

  • toni guimaraes

    Estarei na torcida Fidele e Ricardo Faccin, sem luta não há vitória. Sucesso a todos os atletas de Volta Redonda.

MaisRecentes

A dor de Gabi e de quem estava ao lado



Continue Lendo

Duas gratas surpresas na Superliga



Continue Lendo

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo