CBV pacifica clubes em troca de propriedades da Superliga



Após se reunir com os 12 participantes da Superliga masculina, nesta quarta-feira, a CBV confirmou as medidas que ajudaram a pacificar o grupo.

A entidade arcará com toda a logística de viagens dos times visitantes durante a competição, incluindo passagens aéreas, hospedagem e traslados terrestres, além de custear arbitragem e fornecer bolas para a competição. Em troca, a CBV receberá as propriedades para comercialização de postes, redes e cadeiras de árbitros.

O acordo encerrou o princípio de manifestação dos clubes, que alegavam que a crise financeira do país poderia inviabilizar a disputa da competição caso não houvesse a ajuda financeira da entidade.

A CBV ainda esclareceu que a decisão é diferente da acertada com os clubes que disputarão a Superliga feminina. A entidade arcará com os custos de hospedagem, passagens aéreas, arbitragem e bolas. Não serão custeadas alimentação e traslado terrestre, já que CBV não receberá as propriedades de postes, redes e cadeiras de árbitro para comercialização, como feito no masculino.



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo