Carreira de Fofão vai se transformar em documentário



Fofão comanda o Rexona (Márcio Rodrigues)

Fofão comanda o Rexona (Márcio Rodrigues)

Vem aí um documentário sobre a carreira da levantadora Fofão, 45 anos, capitã do Rexona-Ades, atual campeão da Superliga e semifinalista na temporada 2014/2015.

“O Discreto Charme de uma Campeã”, da Polana Filmes, enfoca a carreira da campeã olímpica, presente em cinco edições consecutivas dos Jogos, entre 1992 e 2008.

– Vejo esse filme como um monumento para uma carreira tão especial – conta o diretor Fabio Meira, que já havia tratado do vôlei feminino na primeira edição do Memória do Esporte, em 2011. – Entrevistei a Fofão para Pátria, sobre a rivalidade entre Brasil e Cuba nas quadras em Atlanta, mas tive de cortar na montagem. Naquela Olimpíada ela estava apenas começando, mas fiquei com a impressão de que tudo sobre ela é menos falado do que deveria ser. Agora, a gente vai em busca do porquê.

O documentário sobre Fofão é um dos oito que farão parte da nova edição do Memória do Esporte, que serão exibidos pelos canais ESPN até a Olimpíada de 2016.

O projeto tem como lema preservar a história de atletas e técnicos que representaram o Brasil nos Jogos Olímpicos e já viabilizou um acervo com 31 curtas-metragens e dois médias

Os demais projetos aprovados são:

1) Clodoaldo – O Tubarão das Piscinas, sobre a vida do nadador paralímpico Clodoaldo Silva

2) Irmãos Grael – sobre os velejadores Torben e Lars Grael

3) Meninas, Arte, Memória Olímpica – sobre várias atletas da ginástica artística

4) O Nado de Joanna, sobre a nadadora Joanna Maranhão

5) Procura-se Irenice, sobre Irenice Maria Rodriguez (atletismo)

6) Rosinha – A Força de uma Guerreira, sobre a atleta paralímpica do arremesso de peso/lançamento de disco

7) Seguindo a Linha – A História de Ricardo Prado, nadador medalhista de prata em Los Angeles-84



  • Edu

    Mais que merecido.Fofão pode não ter sido a mais completa levantadora brasileira.Jaqueline foi a mais dotada tecnicamente de todas.Fernanda Venturini associou a técnica com a capacidade atlética.Fofão talvez seja a mais brilhante levantadora na manchete.Fora a longevidade jogando em alto nível( nesse ano, infelizmente, não).Quanto a um filme com a Joanna Maranhão seria de bom título “como inventar mil e umas razões para justificar que não melhoro meus resultados há quase dez anos”.Ou outro ” vou me aposentar.Hoje.Mudei de ideia.Vou me aposentar.Talvez amanhã.Não, semana que vem.Quem sabe um dia.Ando pensando em me aposentar.”.

    • Mari

      Huahuahuahyagu Edu!!
      A Joanna é uma lástima para a natação!!
      Poderiam fazer com o Gustavo Borges, Cesar Cielo ou Thiago Pereira, mas não essa amarelona mentirosa.

  • Parabéns a esta grande levantadora e grande pessoa!

  • Léo

    Será um filme maravilhoso, assim como ela é fantástica!!!

  • Billy

    Admiro a Fofão,mas antes dela deveria ter sido feito também um filme documentário(homenagem) com a espetacular ANA MOSER(jogadora sensacional,muito regular em todas as partidas que disputou pela seleção brasileira e não afinava prá time nenhum no mundo-nem mesmo para as eternas e temidas cubanas-as grandes rivais das brasileiras naquela época) Aquela geração teria sido bi-olímpica também como é a nossa atual,mas teve o AZAR de cruzar sempre com a melhor seleção cubana de todos os tempos.Quem acompanhou aqueles épicos embates se lembram…Abraços.

    • Edu

      Uma jogadora extraordinária.Aos 19 anos era considerada a melhor jogadora do mundo em sua categoria.Lembro de sua declaração na aposentadoria precoce com e vinte e poucos anos.”Não aguento mais precisar tomar 4 comprimidos de Voltaren para conseguir jogar uma partida na semana”.

    • Felipe

      A ESPN já fez um documentário com Ana Mozer e outras de sua geração, muito bom recomendo.

  • icaro

    Craque!

  • “Doidinha por vôlei”

    Parabéns a FOFÃO, ela merece muito mais que um documentário. Ela merece todas as homenagens que se puder fazer a uma grande atleta e principalmente a uma grande pessoa, excepcional ser humano, que ela é. Exemplo para muitas jogadoras que pensam que jogam alguma coisa é não jogam absolutamente nada e ainda são METIDAS, ARROGANTES, PREPOTENTES, “se acham”. Aprendam com a FOFÃO, exemplo de humildade dentro e fora das quadras. GRANDÍSSIMA HÉLIA, PARABÉNS POR TUDO DE BOM QUE DESTES AO VÔLEI BRASILEIRO E MUNDIAL.

  • Pingback: Racismo na Libertadores, duelo de meias e muito mais na Agenda L! | Guarany FM()

  • Pingback: Racismo na Libertadores, duelo de meias e muito mais na Agenda L! - O Timão: Agora você tem tudo sobre o Corinthians hoje aqui!()

  • giorgio

    Bom dia Daniel!

    Sabe se o final da Superliga B vai ser transmitida amanhã?

    Obrigado

  • Pingback: Racismo na Libertadores, duelo de meias e muito mais na Agenda L! | Esportebrasilblog()

MaisRecentes

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo