Carol é cortada e está fora da Rio-2016



O primeiro corte na Seleção Brasileira feminina aconteceu neste sábado. A central Carol foi desligada do grupo que disputa o Grand Prix e, assim, está fora da briga pelas vagas restantes para a Rio-2016.

A central de 25 anos foi prejudicada por problemas físicos. Ela, que já sentia dores nas costas, sofreu uma torção no tornozelo direito durante os treinos. O prazo de recuperação faria com que Carol perdesse a segunda e possivelmente terceira semana de disputas do GP. Com isso José Roberto Guimarães decidiu antecipar o corte.

Carol durante treino da Seleção (Alexandre Arruda/CBV)

Carol durante treino da Seleção (Alexandre Arruda/CBV)

– Não dá tempo. Ela começaria a ser liberada na segunda-feira. Para botá-la em forma e começar a jogar, apenas na terceira ou quarta semana. Infelizmente, o tempo corria contra ela. Agora já temos pensar em montar o time, trocar uma ou outra peça – disse o técnico brasileiro após a vitória sobre a Sérvia.

Zé Roberto revelou que Carol, 25 anos, chorou após ser comunicada da notícia. Ainda assim ela decidiu jantar e permanecer com o grupo ontem.

Sem a jogadora do Rexona-Ades, a disputa pela terceira vaga como central na Rio-2016 fica apenas entre Juciely e Adenízia. Fabiana e Thaisa estão garantidas.

 

 



  • Edu

    Se dizem que o pau que bate em Chico ricocheteia em Francisco, essa realidade não vige na seleção brasileira feminina.Carol fez uma ótima Superliga até a fase final onde foi prejudicada pela mesma lesão de tornozelo e até assumindo corajosamente publicamente sua afetividade.Nos treinamentos começou atrás em razão das sequelas dessas lesões prolongadas.Numa convocação em que se aguardou uma gestação inteira e outra em que uma atleta esta há quase um ano sem condições favoráveis em jogar duas partidas oficiais seguidas na semana a dispensa da Carol entristece.Como prolonga uma grave sombra que a presença da Jaqueline nas Olimpiadas pode ser revestida de um grande fator de protecionismo.

    • Rento

      Edu, sou muito contra a presença da Jaque nas olimpíadas tb (até o momento), mas a razão de aguardá-la é sim por conta do histórico que tem com a seleção…. acho coerente pois em outros momentos a Jaque já provou seu valor na seleção, razão pela qual eu também aguardaria mais um pouco. Outro fator relevante é que as centrais eram as mais numerosas (5 pra 3 vagas)… já ponteira, se cortar a Jaque só temos a Mari PB.

      Mudando de assunto, não duvido em nada o Zé levar a Jucy e Adê e deixar a Tandara fora, caso ela não passe a render mais… improvisando a Adê nas inversões. Outra coisa que tem passado pela minha cabeça é levar duas liberos… não confio plenamente em nenhuma das duas… daí pode-se até revezá-las…. isso só acho que o Zé faria caso a Jaque realmente não esteja em condições de jogo…

      Mudando novamente de assunto, a Sheilla está bem, graças !!! Pode não ser a primeira “atacante” em porcentagem contando só os acertos, pq em eficiência (quando se subtrai os erros dos acertos) ela está em 2º empatado com a Ting Zhu e com a Kelly Murphy com 33% de eficiencia, perdendo somente pra Sloetjes com 36%.

      • Edu

        Com o devido respeito, Adenizia é incapaz de jogar de oposta no voleibol profissional.Seu forte e o salto de bloqueio em progressão lateral mas ela já tem biomecânica desengonçada de ataque que se adaptou e não foi corrigida no trabalho da base .Tanto que ela tem antecipado inteligentemente algumas passadas para atacar com mais rapidez aproveitando o vigor atlético.Não tem nenhum cacoete de ponteira, quanto mais para atuar de oposta.A Sheilla até que respondeu bem a essa fase de retorno a seleção.Esqueçam de partidas em alto nível que ela entregou mais de 20 pontos.Isso não ocorre já há mais de dois anos e dificilmente volta a ocorrer diante de uma seleção top 5.Lamento que não tivessem dado uma irrisória chance a Helô.Ela fez por merecer uma singular oportunidade de treinamentos nesta temporada.Basta recordar que no passado recente tiveram chance de convocação Suelle,Babi,Angélica,Ana Tiemi,Joycinha e até a Jessica que foi terceira reserva a temporada inteira no Pinheiros.Caso a Sheilla não corresponda e a Tandara também , apesar de crer que ela esta 80% convocada. o ZRG ,num eventual plano B, coloca a Rosamaria.Jogadora que ele gosta muito e esta relacionada no grupo inteiro total brasileiro para o GP junto com a Suellen como a terceira libero.Pelo que sei,na Olimpiada, na relação de 12 jogadoras, só se permite uma libero de fato.Caso essa jogadora se lesione no meio dos jogos uma das jogadoras de outra posição passa a ser relacionada para a posição.Mari, na minha opinião, não e jogadora selecionável.A solução intermediária e mais prudente seria a Paula Borgos que poderia jogar tanto de oposta como de ponteira na necessidade de uma solução emergencial.Quanto a Jaqueline espero que sua presença na Olimpiada esteja amparada na meritocracia e não na vontade externa que ela comece a dar certo.

      • Nome

        Perdendo da Sloetjes, bom salientar isso para que parem com aquelas críticas nada haver que a Sheila era boicotada no clube… A holandesa, hoje é top 3 de opostas do mundo!
        A Sheila está bem, porém hoje a bola alta de segurança é a Nathália, que em um dia bom acaba com o jogo, mas falta regularidade…

    • rodrigo puertas

      Concordo,Edu!
      Assim como existe protecionismo no masculino onde a maioria esta ali por politicagem e a famosa “panela” e não por méritos,no feminino é a mesma coisa.Se pode esperar fabíola e jaqueline,pq não dar uma chance pra recuperação da Carol?

    • Billy

      Edu,torço muito para que a Jaqueline se recupere o quanto antes,para disputar a olimpíada.Mudando de assunto…voce assistiu pela net o confronto entre China e Eua?? Eu sim,e achei a atuação das chinesas bárbara nesse jogo(as equipes estavam, completas).As chinesas estão com um time altíssimo e jogando cada vez melhor.A Thing Zhu está quase imparável no ataque.E é um time com uma formação titular muito jovem ainda e estão cada vez mais entrosadas e jogando melhor.Gostaria de saber a sua opinião!?? Um abraço.

      • Edu

        Localizei o jogo no You tube e consegui assistir os primeiros vinte minutos mas já favoritei para assistir depois.O que deu para perceber ,de inicio, e que com a Alisha Glass convalescendo da lesão no tornozelo que a incomodou praticamente a temporada inteira e a fez pedir um tempo a mais para se recuperar melhor após a Olimpíada. Abrindo mão de renovar antecipadamente com o Conegliano, a Carly Lloyd entra na frente na disputa de segunda levantadora com a Courtney Thompson. Principalmente por ter feito temporadas mais vitoriosas entre o título italiano do ano passado e da CL neste ano.Também com a entrada da jovem nova central no time estadunidense ocupando o lugar da capitã Dietzen Harmoto que sofre de problema crônico no joelho esquerdo e que foi dispensada duas semanas antes da final do turco.Quando o Fenerbache somente poderia relacionar quatro estrangeiras.Três na quadra e uma no banco na necessidade de substituir a estrangeira.A Dixon que foi a terceira central nos últimos 3 anos se lesionou na fase final do campeonato chines e esta lutando para jogar a Olimpiada. Lamentar que a China aproveitou para levar 3 titulares para o jogar o torneio de Montreux e a seleção brasileira, que obteve o quinto lugar, não se deu nem ao trabalho de levar uma Adenizia ,Juciely ou quem sabe a Sheilla para acelerar seu processo de readaptação e conseguir uma colocação mais sólida.Vou assistir e depois dou uns pitacos na janela de uma das postagens.Desde da Copa do Mundo ficou evidente que a seleção estadunidense não é invencível.A Russia fez uma estrategia de jogo contra elas naquela competição que nos 3 sets não conseguiram pontuar mais que 20 pontos em cada.Não colocando perigo a hegemonia russa naquela partida em nenhum momento mesmo fazendo diversas alterações entre titulares e reservas.

    • will

      Concordo,contigo mas nesse caso a panela todos sabemos que reina na seleção é não é de hoje ,assim como tbm já vi em outras seleções também infelizmente sobrou pra Carol,mas ainda assim o Brasil está bem servido de Central,o problema mesmo e as pontas e se a Tandara não for efetiva me arrisco ver o zé cortar ela e levar Adenizia nas inversões e se pintar no ataque parecido com a função da valeskinha em pequim pra quem não lembra ela foi a 4 central mas pra auxiliar no passe e saque então essas 2 duas etapas pra Tandara e derradeira.

  • L. Mesquita

    Seria a maior injustiça do mundo a Tandara disputar essa Olimpíada e a Juciely ficar de fora! O Zé deveria levar a Juciely e a Adenízia improvisada na inversão do 5×1 ou,então, Mari-PB de ponteira e Natália na inversão do 5×1. Enfim, qualquer dessas alternativas é melhor que levar Tandara.
    Algumas pessoas tem que parar de babar ovo dos EUA, eles estão muito longe do que algumas pessoas pintam, que o diga a China!

  • Nome

    Depois dizem que o Bernardo que é paneleiro. Zé Roberto foi totalmente incoerente na sua justificativa, falar de prazo de recuperação chega a ser risível, quando se tem uma recém mamãe e uma jogadora com um problema pulmonar dentro do grupo e ainda na briga. Certo fizeram as irmãs Pavão, viram a verdadeira panela que estavam, vazaram e foram aproveitar suas férias… Incoerente nós já sabemos que o Zé é, agora vamos torcer para dar certo novamente como em Londres…

  • Vicente Maia

    Edu,
    Escrevi algo parecido em outro blog enquanto estava no aeroporto voltando do Rio onde fui assistir ao Grand Prix.
    “O corte da Carol, é o JRG tentando explicar o inexplicável. Está esperando uma ponteira que há um ano não joga uma partida bem e tem problemas de saúde, espera uma oposta entrar em forma e isso nunca vem e, pra completar, espera uma lactante que nunca fez parte desse grupo voltar magicamente para salvar tudo. Tá certo.”

  • Isabella Costa

    Tambêm tô achando o ZRG inseguro quanto a Tandara, em todas as vezes que ela entrou em quadra não fez nada que prestasse, está muito acima do peso ainda e no jogo contra a Sérvia o Zé chamou a Adenízia para improvisar na posição dela. Não curto o jogo da Adenízia, mas se ela for para a olimpíada pra deixar a Tandara para trás eu aprovo.

    Acho que a Fabíola vai ficar de fora, estou sentindo que não vai dar tempo dela recuperar o rítmo no nível das outras que estão voando há algum tempo. Confio na Jaque no fundo de quadra, muito experiente e madura, suporta pressão de grandes jogos.

    Agora, líbero fico na dúvida, Leia é mil vezes melhor que a Camila mas parece que é de vidro, qualquer coisinha se machuca, um movimento mal feito e já ganha uma lesão, na olimpíada perder uma líbero nessas condições pode custar caro. Camila é ruinzinha mas tem um físico muito bom, nunca se machuca. É difícil, ou leva a ruinzinha que vai estar lá em todos os jogos ou leva a melhor líbero que nós temos no momento e corremos o risco de perdê-la no meio do caminho, perdendo consequentemente qualquer chance de medalha.

MaisRecentes

Três semifinalistas e um duelo completamente aberto



Continue Lendo

A eterna polêmica do ranking no Brasil



Continue Lendo

Sobrou emoção no sábado de vôlei



Continue Lendo