“Calor norueguês” transforma etapa do Circuito Mundial



Primeira etapa após o Campeonato Mundial de Roma, o Grand Slam da Noruega é famoso e pitoresco no Circuito Mundial.

Além da beleza natural, a cidade de Stavanger convive com temperaturas baixas, que, segundo o site oficial do evento, podem chegar a 12ºC.

Mas os termômetros andam marcando números ainda mais baixos. Vejam a foto das campeãs mundiais Juliana e Larissa? Poucas jogadores têm se arriscado a jogar sem calças. Algumas até dispensam as mangas longas, com Walsh e May na rodada desta sexta. Mas nem parece um jogo de vôlei de praia, concordam?

Roupas à parte, Juliana e Larissa são as únicas brasileiras ainda vivas na etapa. Para eliminar Talita e Maria Elisa, as campeãs mundiais ganharam o terceiro set por 32 a 30, placar de vôlei de quadra.

Na semifinal, elas vão encarar as alemãs Goller/Ludwig. A outra vaga na final sai do duelo Keizer/Van Iersel (HOL) x  Kessy/Ross (EUA). As holandesas eliminaram Walsh e May.

Juliana recebe, observada por Larissa (FIVB/Divulgação)



MaisRecentes

Brasil cumpre obrigação e agora torce por rival por liderança



Continue Lendo

Brasil se recupera, vence o Canadá e ainda pode ser 1º do grupo



Continue Lendo

Brasil perto da definição da lista para o Mundial feminino



Continue Lendo