Bruninho sem fratura, mas com rompimento de ligamento do tornozelo, na derrota para Londrina



Ainda na briga com o Sesi pela liderança da Superliga masculina, a Cimed sofreu uma dupla derrota nesta terça-feira.

O time catarinense perdeu para o Londrina/Semcontel por 3 sets a 0, parciais de 25-23, 25-23 e 25-18, encerrando uma série invicta que somava 12 jogos. Na classificação, o Sesi soma 48 pontos, três a mais do que a Cimed, que tem um jogo a menos.

Além disso, a Cimed viu Bruninho, levantador e principal jogador do time, sair contundido logo no segundo ponto da partida, ao sofrer uma torção no tornozelo esquerdo. O titular da Seleção Brasileira tomou uma injeção de analgésicos no intervalo entre o primeiro e segundo sets. Depois, ficou acompanhando a derrota para os paranaenses ao lado da quadra, tratando o pé (muito inchado) com gelo (confira abaixo o resultados dos exames feitos).

– Foi torção, acontece. Está doendo um pouco ainda, vamos ver. Vou fazer um RX e ver se houve mais algum tipo de problema. Acho que não, mas é esperar – comentou Bruninho, que jogou a final do último Mundial, em 2010, com o pé torcido e foi um dos destaques.

Na quinta-feira, a Cimed enfrentará o Santo André/Spread, no Ginásio Pedro Dell´Antônia e o levantador é dúvida. No dia 10, o duelo será com o Sada/Cruzeiro, em Contagem (MG). Dois dias depois, em Belo Horizonte, confronto com o Vivo/Minas. Já na última rodada, no dia 17, última rodada da fase classificatório, com jogo em Florianópolis contra o BMG/Montes Claros.

O Londrina, que jogou um partidaço, principalmente no bloqueio, entrou na zona dos playoffs com a vitória. Agora, os paranaenses somam 36 pontos e estão em sétimo, jogando o Vôlei Futuro para oitavo e o Medley/Campinas para nono. O time do técnico Chiquita, que conta com o líbero Alan, reserva de Mário Júnior na conquista do Brasil no Mundial da Itália, no ano passado, já havia vencido o Sesi na Superliga.

O melhor do jogo foi Bruno Alves, o Canhoto, que chorou ao receber o prêmio. Na semana passada, o apartamento do jogador pegou fogo e ele ainda bateu o carro.  Exemplo de superação.

É bom abrir o olho com a zebra!

(atualizado às 17h, de quarta-feira)

PS: Nesta quarta-feira, Bruninho realizou os primeiros exames para avaliar o problema no tornozelo. Pelo diagnóstico inicial, não houve fratura, mas sim rompimento do ligamento do tornozelo esquerdo. Ele está fora do jogo com Santo André e não tem previsão de volta. Joel será o substituto.

Pelo Twitter, o levantador comentou a contusão.

“Boa tarde a todos! Primeiro agradecer as inúmeras mensagens de apoio e carinho! Muito obrigado de coração , agora correr contra o tempo.

Pelos exames não tive fratura que seria o mais grave, porém acabei rompendo um dos ligamentos do tornozelo esquerdo e comprometendo outros dois.

Não sabemos ao certo a previsão de volta e nem quero, sei que vai ser o mais rápido possível. Mais uma vez agradeço as mensagens”



MaisRecentes

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo

As duas formas de ver o novo Sesi



Continue Lendo