Brasil terá dupla europeia pela frente na fase final



A Seleção Brasileira masculina terá pela frente França e Sérvia na busca de duas vagas nas semifinais da Liga das Nações, na cidade francesa de Lille.

Diria que a tarefa não será das mais fáceis para a equipe verde-amarela. Duas das rivais mais técnicas do atual cenário internacional, que não se utilizam apenas da altura e da força.

A França, dona da casa nas finais da Liga das Nações, terminou com a melhor campanha: 12 vitórias em 15 jogos, com 35 pontos. A Sérvia ficou em quarto, com 11 triunfos e 29 pontos, exatamente à frente do Brasil, com 10 vitórias e 30 pontos, vindo de cinco resultados positivos consecutivos. Neste mesmo período, a Seleção Brasileira perdeu três vezes.

No confronto direto na Liga, a França foi dominante e fez 3 a 0 na Sérvia e no Brasil. No confronto entre sérvios e brasileiros, pela primeira rodada, vitória verde-amarela também em sets diretos.

Ngapeth encara bloqueio de Wallace. Duelo que sempre promete! (FIVB Divulgação)Não acredito em resultados com os mesmos placares em Lille. Devem ser duelos mais apertados, algo que se espera entre adversários deste porte.

Não dá para tirar da França o favoritismo. Pela campanha, por jogar em casa com apoio da torcida e por ter Ngapeth. Cenário que fará de Brasil x Sérvia uma verdadeira decisão.

No outro grupo estarão Rússia (11 vitórias e 34 pontos), Estados Unidos (11 vitórias e 33 pontos) e Polônia (10 vitórias e 29 pontos). Os russos me surpreenderam até aqui, com um grupo renovado e com potência de sobra. Vamos ver agora como reagem em jogos decisivos.

As campanhas dos seis finalistas comprovam o equilíbrio da fase de classificação desta Liga das Nações. Os seis classificados ficaram divididos por apenas duas vitórias de diferença. Pouco para quem fez 15 partidas até aqui.

Por fim, uma constatação. O resultado negativo diante da Argentina acabou fazendo a diferença para o Brasil. Se tivessem vencido o clássico sul-americano por 3 a 0, os campeões ultrapassariam Estados Unidos e Sérvia, ficando no grupo de russos e poloneses. Eu preferia estar na grupo.

Para 2019, sairá a Coreia do Sul e entrará Portugal, vencedor da Challenge Cup, o torneio de acesso para a Liga das Nações.

LEIA TAMBÉM

+ Não dá para achar normal jogar duas vezes em 13h



MaisRecentes

Veja como seriam hoje os grupos do Pré-Olímpico para Tóquio-2020



Continue Lendo

Itália, Sérvia, Holanda e China nas semifinais do Mundial



Continue Lendo

Sérvia e China mais perto das semifinais do Mundial



Continue Lendo