Brasil prejudicado na Liga?



Depois do polêmico Mundial da Itália, a Federação Internacional resolveu mexer no regulamento… da Liga. E mais uma vez será alvo de críticas, principalmente do Brasil.

A competição, vencida nove vezes pela Seleção, passará a ter em 2011 oito times na etapa decisiva. Até este ano, eram seis que brigavam pelo título. Neste ponto, tudo certo.

Dos quatro grupos, avançarão os dois melhores, com apenas uma exceção, no Grupo A, exatamente o brasileiro. A Polônia será a sede das finais e assim está automaticamente classificada. Caso ela fique em terceiro ou quarto lugar, o pior segundo colocado dos quatro grupos estará eliminado da fase final. Neste caso, apesar de a prática não ser nova, é mais provável que sobre para o grupo mais equilibrado, justamente o que envolve poloneses (vice-campeões do mundo em 2006), brasileiros (atuais tricampeões mundiais) e americanos (campeões olímpicos em 2008). Porto Rico completa a chave. 

Nos demais grupos, o divisão de forças é desigual. Compare pela posição atual no ranking da entidade, atualizada após a conquista brasileira na Itália.

Grupo A – Brasil (1), Polônia (9), Estados Unidos (3) e Porto Rico (16)

Grupo B – Rússia (2), Bulgária (7), Alemanha (10) e Japão (14)

Grupo C – Sérvia (4), Argentina (8), Finlândia (32) e Egito (13)

Grupo D – Cuba (5), Itália (6), França (12) e Coreia (19)

Para facilitar o entendimento sobre o desnivelamento das forças, uma média simples da somatória dos rankings das seleções, dividido por quatro:

A: 7,25

B: 8,25

C: 14,25

D: 10,5

Detesto teoria da conspiração, como a que paira no ar há alguns anos de que a FIVB, motivada pelos patrocinadores, faz de tudo para acabar com a hegemonia brasileira.  O que vocês acham?



  • Esse “sorteio” foi indecente. Não há dúvidas que há uma conspiração para desbancar o time de Bernardinho. A cada vitória, os europeus têm mais calafrios e a dor de cotovelo aumenta.

  • dimas de figueiredo

    Nao e bom pra esporte nenhum o dominio total de um pais…Brasil abre o olho.

    • Hellboy

      Favor se explicar melhor, pois no Basquete faz muitos anos que a supremacia dos EUA é incontestável!

      • Angelo Maximo

        Discordo quando dizem que não é bom para o esporte quando um país domina uma modalidade esportiva. Se somos os melhores, que os adversários aprendam a nos derrotar. É fato que um dia o Brasil vai perder o posto de melhor do mundo no vôlei, mas isso somente fará com que busquemos novamente a excelência, porém até lá que os adversários quebrem a cabeça tentando nos derrotar.

      • Discordo, Helboy. Os E.U.A perderam recentemente uma Olimpíada para a Argentina e um mundial para a Espanha. Vale lembrar que pra vencer a seleção brasileira no mundial foi um sofrimento.

    • Angelo Maximo

      Discordo quando dizem que não é bom para o esporte quando um país domina a modalidade. Se somos os melhores, que os adversários aprendam a nos derrotar. É fato que um dia o Brasil vai perder o posto de melhor do mundo no vôlei, mas isso somente fará com

  • Jones

    Me parece que o maior prejudicado é o time dos EUA, que deveria ser o cabeça de chave do Grupo C.

  • Thomas

    Daniel, interessante a sua analise, porem tambe podemos ver a diferenca entre os postos do primeiro e o 3 colocados.. e ai veriamos que tem 8 postos no do brasil,8 no segundo,11 no terceiro e apenas 7 no ultimo.. acho que ficou bem equilibrado sim..

  • joao santos

    É mais um motivo para a seleção brasileira se empenhar muito mais e trazer o décimo título do grand prix.

  • Tiago Simoes

    Acho que o Brasil tem que ir pra cima deles, sem entregar o jogo!

  • william fernandes de almeida

    DEPOIS DA SAFADEZA ( DESCULPEM O TERMO )QUE O BRASIL MOSTROU AO MUNDO, AGORA VALE TUDO PARA TENTAR JUSTIFICAR.
    EM CONDIÇOES NORMAIS E.U.A E POLONIA NAO SAO ADVERSARIOS PARA O BRASIL, PORTO RICO DISPENSA COMENTARIOS.
    TEM QUE FAZER MEA CULPA E ADMITIR O ERRO.
    O QUE ACONTECEU COM O ” O IMPORTANTE É COMPETIR ” TEMOS QUE TER EM MENTE QUE NENHUMA HEGEMONIA DURA PARA SEMPRE, É FACIL CONSTATAR EM OUTROS ESPORTES PORTANTO CHEGA DE FALAR EM CONSPIRAÇOES.

    • Fernando Sousa

      Usar o regulamento para jogar não é safadeza.

      • M.RODRIGUES

        Realmente jogar com o regulamento não é safadeza, é falta de ÉTICA!!! Não só do Brasil, mas de EUA e Rússia que fizeram o mesmo, mas se deram mal depois.

        Tudo tem um limite e, naquele caso, era o mínimo respeito aos que pagaram ingresso! Tente se colocar na situação deles. Você gostaria de pagar uma grana para ser feito de idiota?

        Jogar a culpa em cima do regulamento, para mim, é uma desculpa que não colou. Ainda que não concordassem, tinham que ir para cima dos caras e mostrar que éramos mesmo superiores.

  • JOSE BATISTA

    o que o brasil tem que fazer é jogar e mostrar que é o melhr do mundo e o bernardo tem que criar outras jogadas, para que o mundo reconheça que o brasl é o melhor, pena que não fazem nada nos outros esportes, sempre somos desclassificados, faltas técnicos competentes para mudarmos esta situação e também patrocionadores, o governo deveria estimular dando incentivo nos impostos.

  • Depois do que a Polônia fez no mundial, não a considero grande força.

    Acho o grupo B mais equilibrado e no grupo D se a França estiver bem, a coisa pode ficar difícil.

    Na verdade, acho que o mlhor mesmo a Polônia nã jogar a fase classificatória. Assim, os critérios ficariam mais claros!

    Abraços e parabéns pelo blog!

  • Gustavo Bassi

    Uma verdadeira palhaçada, mas… td bem, o Brasil mostra que é sempre o 1ºindependente dq eles fazem na tabela, temos q pensar no jogo e não no regulamento, pois sabemos jogar e temos os melhores jogadores em tudo, sempre seremos soberanos.

  • Francisco

    O Brasil é melhor do que a Polônia e Estados Unidos.
    Na minha opinião o grupo mais forte é o D.
    Cuba, Itália e França, a Coréia é fraca.

    Um Abraço

  • Henrique Castelhano

    É de se estranhar, pois quando a Itália dominava o vôlei mundial , não se via nenhuma “indignação” quanto á essa hegemonia.
    A CBV se estruturou, se modernizoue se profissionalizou, vide o centro de treinamento que temos no Estado do Rio de Janeiro, as ” peneiras”, o nível da liga nacional. Todo esse trabalho sério, teria que ter dado resultados. E os resultados estão aí: Hegemonia atual no vôlei masculino e feminino.
    Que eles façam regulamentos para nos prejudicarmos, sabemos da nossa força.
    Não acho que Brasil entregou o jogo contra a Bulgária, fizemos cumprir o regulamento, que beneficiava a Itália, arrasamos eles, estão com inveja.
    Temos que parar com essa síndrome de “vira-latas”, somos os melhores e pronto.
    Mas o trabalho tem que continuar, com seriedade, profissionalismo e o Bernardinho á frente no masculino e José Roberto no feminino.

    Pra cima deles Brasil..

    • Henrique, o Mário Junior disse com todas as palavras que o Brasil entregou o jogo para a Bulgária.

      Agora, eu concordo com você que o regulamento é o culpado por essa situação ser possível. O Brasil não jogou fora das regras. Mas deve ter sido chato pra quem foi lá ver. Pra mim, que assisti o jogo pela TV com expectativa de ver a seleção ganhar, foi bem chato!

  • M.RODRIGUES

    TUDO MUITO BOM, TUDO MUITO BEM, MAS VAI ME DIZER QUE NINGUÉM (CBV) VAI RECLAMAR OU CRITICAR OFICIALMENTE? VÃO ESPERAR ALGUMA COISA PARA DEPOIS SE “JUSTIFICAR” EM CIMA DE REGULAMENTO?

    AS CONFEDEREÇÕES NÃO CONVERSAM ANTES PARA VER O QUE MAIS ATENDE SEUS INTERESSES? ISSO SÓ ACONTECE NO FUTEBOL?

MaisRecentes

A programação do Rexona para o Mundial



Continue Lendo

Renan convoca dupla para a Seleção



Continue Lendo

Vaivém: Mais uma renovação em Bauru



Continue Lendo