Brasil oscila, mas avança às finais da Liga das Nações



A Seleção Brasileira está nas finais da Liga das Nações feminina.

A classificação foi garantida nesta terça-feira, em Eboli, na Itália, com a vitória por 3 sets a 1 sobre a Bélgica, parciais de 25-15, 25-14, 21-25 e 25-23.

Os jogos restante contra Tailândia (quarta) e Itália (quinta) servirão para definir a posição do Brasil e consequentemente o grupo nas finais, que acontecerão na China.

Atualmente o time de José Roberto Guimarães está em segundo lugar, com 11 vitórias e 31 pontos.

Os Estados Unidos, que nesta terça-feira ainda enfrentam a Sérvia, tem a mesma quantidade de triunfos, mas já totalizam 34 pontos e não perdem a liderança hoje.

Em um jogo teoricamente fácil para a equipe verde-amarela diante de um time misto da Bélgica, a principal dúvida era a presença da ponta Gabi em toda a partida ou não, com a ausência de Drussyla por contusão.

A jogadora, que vinha participando de apenas uma parcial por jogo nesta Liga das Nações para atender um planejamento feito pela comissão técnica para recuperação física, atuou por um set e meio, sendo substituída por Rosamaria.

A boa notícia é que Gabi era a maior pontuadora do confronto com oito acertos quando foi substituída. Para a fase final, ela deverá estar bem mais inteira para ficar em quadra por mais tempo.

Vale lembrar que o trabalho com Gabi visa a plenitude da forma no Campeonato Mundial do Japão.

No terceiro set, Zé Roberto aproveitou para poupar Tandara e dar mais rodagem para Monique. E, ao cometer mais erros no passe, no saque e no ataque, fez a parcial escapar. Esteve à frente no 14 a 11, mas virou atrás no segundo tempo técnico (14 a 16), voltou a falhar na reta final e viu a Bélgica sobreviver.

Uma lição que precisa ser aprendida por esse time: não baixar a guarda, manter a mesma concentração e assim evitar abrir brechas para os adversários.

No quarto set, Tandara voltou a ser utilizada e acabou como a maior pontuadora do Brasil, com 16 acertos. Pelo lado belga, a jovem revelação Britt Herbots  anotou 22.

LEIA TAMBÉM

+ Osasco/Audax anuncia renovação com central Nati Martins



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo