Brasil fora da Copa. É bom pra quem?



Agora é oficial. A Federação Internacional confirmou, nesta tarde, que o Brasil não vai participar da Copa do Mundo do Japão (masculina e feminina), no segundo semestre.

A informação havia sido “antecipada” na semana passada pela própria CBV, no release que confirmava a organização das finais da Liga Mundial, no Rio de Janeiro, após toda aquela guerra de notas oficiais e ameaças em dezembro.

“O Brasil não vai participar das duas competições por já estar classificado para a Olimpíada de 2016, como país-sede. Por já estar classificado ele não vai participar de um evento classificatório para o mesmo torneio”, explica a FIVB.

Satisfeitos com a explicação? Eu não.

Escrevi, como pano de fundo do tema, no último domingo, no LANCE!. http://blogs.lancenet.com.br/volei/2015/03/08/coluna-de-domingo-a-tregua-na-briga-entre-cbv-e-fivb/

E vai ficando mais nítida a tese defendida por muita gente nos bastidores do vôlei: o acordo de paz selado pelos dois lados. Alivia daqui, relaxa dali, uma borracha passada no passado, engole-se sapos e vida que segue.

Esportivamente a explicação pela ausência do Brasil até faz algum sentido, se você quiser forçar a barra. A Copa do Mundo vale duas vagas, em cada naipe, para a Olimpíada. E as Seleções já estão garantidas. Mas sempre foi assim e nunca houve restrição. Se o Brasil ficasse entre os dois a vaga olímpica seria do terceiro. Simples, não? Além do mais, a Copa, disputada de quatro em quatro anos, também vale um título relevante. E ela ainda  conta pontos no ranking da FIVB. Se  não bastasse, não deixa de ser uma oportunidade ímpar de enfrentar adversários que certamente estarão no Rio em 2016.  Enfim, veremos (se alguma TV daqui tiver interesse em transmitir torneio sem o Brasil) dois representantes sul-americanos levando surras de rivais europeus, asiáticos e da Norceca.

Perde a Copa do Mundo. Perde o Brasil. E perde o vôlei.

PS: O texto já estava pronto para ser publicado assim que a decisão foi anunciada. Só vou ao ar no início do noite pois eu estava no médico fazendo exames. Só acrescento a frase de Murilo, via Twitter, ao saber da oficialização:

– É um erro, na minha opinião.

 



MaisRecentes

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo

Vaivém: Arlene, com 48 anos, segue em atividade no Sesi Bauru



Continue Lendo

Vaivém: Sada/Cruzeiro emite nota oficial sobre situação de Simon



Continue Lendo