Brasil e França no mesmo grupo no Mundial masculino



O clássico entre Brasil e França voltará a acontecer na primeira fase do Campeonato Mundial masculino, no próximo ano.

Os grandes rivais caíram no Grupo B, após o sorteio realizado hoje, em Florença (ITA). Os outros quatro integrantes da chave são Canadá, Egito, China e Holanda. Os jogos acontecerão na cidade de Ruse, na Bulgária.

Brasileiros e franceses têm se encontrado em vários momentos decisivos nos últimos anos. Quem não se lembra da partida de vida ou morte, no Maracanãzinho, na Rio-2016? E o reencontro na decisão da última Liga Mundial, na Arena da Baixada?

– A França dispensa apresentações. É a atual campeã da Liga Mundial, muito equilibrada em todos os fundamentos e, certamente, é uma forte candidata a chegar a uma reta final de Campeonato Mundial também – disse o técnico Renan Dal Zotto.

Não deixa de ser um ingrediente especial na primeira fase, que costuma ser marcada até com certa falta de interesse pelo desnível técnico de alguns participantes.

Pela evolução vista neste início de ciclo olímpico, os canadenses aparecem como terceira força da chave.

– O Canadá, sem dúvida alguma, foi uma equipe que evoluiu muito, com jovens talentos e com o Antiga (Stéphane Antiga, treinador) fazendo um ótimo trabalho. Ele colocou em jogo alguns garotos muito interessantes, com potencial enorme. É uma seleção extremamente perigosa justamente por essa grande evolução nos últimos anos – comentou o treinador brasileiro.

O Grupo A conta com um dos países-sede, a Itália, além de Argentina, Japão, Bélgica, Eslovênia e República Dominicana. As partidas acontecerão em Roma e Florença. Com três europeus, o risco aqui é ver os tradicionais japoneses no sufoco.

Ngapeth duela com Lucão na Liga Mundial de 2015. Duelo repetido na Olimpíada, na Liga de 2017… (FIVB Divulgação)

O C, na cidade italiana de Bari, terá três candidatos ao título: Estados Unidos, Rússia e Sérvia. Austrália, Tunísia e Camarões disputarão, em tese, o quarto lugar.

Já o Grupo D terá o outro mandante do torneio, a Bulgária, que terá pela frente Polônia, Irã, Cuba, Finlândia e Porto Rico. Os confrontos acontecerão em Varna. Os donos da casa não terão moleza.

Os quatro primeiros colocados de cada grupo avançarão para a segunda etapa.

Pelas regras da Federação Internacional, os grupos não poderiam ter três seleções do mesmo continente. Brasil (líder do ranking mundial), Itália (sede), Estados Unidos (vice-líder) e Bulgária (sede) eram os cabeças de chave.

O Mundial acontecerá entre 10 e 30 de setembro do próximo ano. Já o sorteio dos grupos do Mundial feminino acontecerá no dia 7 de dezembro, em Tóquio (JAP).



  • Lauriclecio Figueiredo Lopes

    Acho que o grupo do Brasil ficou legal. Mas é muito triste e vergonhoso ver a FIVB sortear os grupos para só depois montar os cruzamentos seguintes.
    Ficarei muito surpreso, não ver uma tabela com os times dos Grupos B e C se matando até chegar nas semi-finais. Enquanto Itália pegando um caminho muito mais tranquilo para chegar no mínimo a semifinal.

  • Carlos Adair Gloria

    E o restante do regulamento Daniel?? voce já tem informações?
    seria importante divulgar…pois o regulamento do ultimo mundial na italia foi no mínimo vexaminoso….e depois reclamam dos times entregarem partidas….

  • L. Mesquita

    O jogo mais difícil do Brasil nas Olimpíadas Rio 2016 foi justamente contra os FRANCESES. A França deu muito mais trabalho do que a Italia na final olímpica.
    As equipes mais fortes deste MUNDIAL são:
    América do Norte: EUA e CANADA
    América do Sul: BRASIL e ARGENTINA
    EUROPA: FRANÇA, ITALIA, BULGARIA, POLONIA, SERVIA e RUSSIA
    ÁSIA: IRAN
    O vôlei masculino é muito mais equilibrado que o feminino e tem mais equipes fortes brigando por lugar ao podium, por isso valorizo qualquer tipo de medalha, seja OURO, PRATA ou BRONZE, pois no masculino medalhar é muito mais difícil!

MaisRecentes

Praia x Minas e Sesc x Vôlei Nestlé. Quer mais?



Continue Lendo

Agora líbero, Murilo volta a ser relacionado após 8 meses



Continue Lendo

E vem mais um Zenit Kazan x Sada/Cruzeiro por aí!



Continue Lendo