Brasil avassalador



Acho que o título deste post resume bem como foi a atuação da Seleção Brasileira feminina no Grand Prix.

Bater o Japão por 3 a 0, parciais de 25/18, 25/16 e 25/21, demonstra a superioridade do time de José Roberto Guimarães sobre as semifinalistas do último Mundial.

Sheilla liderou a Seleção ofensivamente e terminou como a maior pontuadora, com 15 pontos, seguida de perto por Paula, com 14, sendo quatro no bloqueio

– Jogamos uma grande partida. O nosso saque foi eficaz. Além disso, tanto o bloqueio quanto a defesa funcionaram bem. No terceiro set cometemos alguns erros que fizeram o Japão voltar para o jogo – resumiu Zé Roberto.

Neste sábado, o Brasil buscará a segunda vitória no torneio contra a Alemanha, às 4h30. A partida terá transmissão por SporTV e Esporte Interativo.



  • Ana

    O Brasil como um todo foi muito bem. Curioso, em todo GP o time começa mais ou menos e vai se encontrando, esse começou diferente. Que bom!

    Uma coisa muito boa é que Lins parece estar confiante. E todos sabemos que era isso que lhe faltava. Talento ela sempre teve. Que continue assim. Sheilla decaiu no terceiro set como todo o time mas foi muito bem. À Sheilla. Paula realmente voltou. Não foi sorte de Copa Internacional. Muito firme no ataque e saindo para Sassá sacar. Perfeito. Mari passando todas as bolas na mão, exceto suas tradicionais duas quinadas horrendas por jogo. Mas muito bem. Como dizem, MaPa nas pontas é sucesso. As meios do Brasil nem precisa comentar. Estão voando.

    • Nilton

      kkkkkkkkk, Morrendo de rir com o trecho “Mari passando todas as bolas na mão, exceto suas tradicionais duas quinadas horrendas por jogo”.
      Achei que a Lins atuou muito bem, realmente segura. E a PP4 está voltando a forma, que continue assim. Ela está com o giro de braço perfeito.

  • Fernando Adilio

    Isso é para calar a boca de todos os que falavam que a fase da PAULA PEQUENO já se foi.
    Se continuar assim, excelente em todos os fundamentos, ela vai ser MVP outra vez.
    Aí, muitos vão morrer de recalque!

    • Ismael

      Vendo a Paula jogar e saber que a Garay passa seu melhor momento e logo mais temos a Natália…onde cabe a Jaqueline nesse time ?

    • Ana

      Os fãs da Paula são engraçados pq ela estava acabada – isso é alguma mentira? – agora ela voltou a jogar bem e já vem a soberba de volta. Não pode criticar, pq depois vem os “chupas, engulam, Paula MVP”. kkkkkkkkkkkkkkkkkk #paciencia

      Paula estava pior que Érika com cólica. Melhorou, mostrou a que veio, aposto que todos que gostam da SFV estão contentes com isso. POnto.

      As vezes me pergunto quais fanáticos são mais chatos: os da Paula e seu melhor argumento #fail “paulaMVP”, os da Sheilla com “melhor do mundo” (Gamova manda beijos), os da Jaque que são patéticos por a considerarem uma grande jogadora – que ela nunca foi – ou os da Mari com “Solsinho”.

    • Samantha Houston

      Ha Ha Ha e Ha!!! Faz me rir… Paula MVP! Passou o jogo todo cruzando com a Takeshita na rede…. Que piada! Se fosse a Mari com a Takeshita ela faria 50 pontos!

      • Ismael Colomaca

        Sou fã da Paula sim, mas confesso que antes ela estava parecendo um saco de batata bem pesado em quadra.
        Quem aqui não quer ver algo parecido com aquela seleção de Pequim em quadra ? Adorei a parte que vc fala que os fãs da Jaque a consideram uma grande jogadora…algo que ela realmente não é mesmo.

        Alguém lembra algum título que a Jaque tenha levado a seleção brasileira ?

  • Ismael

    As nossas madrugadas ficaram bem melhor. Incrível que não tenho nenhum pingo de preguiça para ver esse time jogar.
    Realmente os dois fatos mais marcantes é a confiança da Dani Lins…técnica ela tem, mas precisa entender que a camisa da seleção pesa bem mais que a do clube. Gostei muito da atuação dela e pelo visto ela começa a ter apoio de nós torcedores.
    Paula gostei demais do que vi principalmente quanto a bloqueio e fundo de quadra ! Falta ainda um pouco de alcance no bloque e no ataque, mas acho que pegando mais firme no treino fisico deve melhorar ainda mais. 14 pontos em um 3 a 0 é mais que bom ! Na final olimpica ela fez 15 ou 16!

    Para mim esse é o time…base da seleção olimpica. A Paula passa um outro sentimento para essa seleção… e ver Paula, Mari e Sheilla juntas novamente não tem preço !

    Quantos as nossas meios foi muito bom, mas pode melhorar…algumas bolas da Dani com a Fabiana foram excelentes.

    Fabizinha é uma lider em quadra, mas ainda acho que a melhor opção era a Brait.

    Enfim…essa madrugada mais jogos e assim o final de semana será bem melhor.

    Só para repetir a frase da Ana….MAPA nas pontas é sucesso!

  • Diogo Márcio

    Comentar o que? Jogo fala por si só! Eficiente na virada de bola, no bloqueio (tanto é que as centrais japonesas nem pontuaram), bom no passe, Dani foi fantástica. Só precisar manter o saque do 1° set, que foram os melhores! Seria fantastico se a Tandara fechasse o jogo com o ataque de Fundo.

    Destaque: PP4

  • Afonso (RJ)

    Para mim não foi surpresa a subida de produção da Paula Pequeno. Assisti a vários jogos do Brasil no Panamericano do México, e desde lá a Paula vem jogando cada vez melhor. Pelo que soube nos comentários por aí, tal fato se deve a uma melhor forma física proporcionado pelos preparadores da seleção. Achei também que a Dani Lins simplesmente arrasou. Jogou muito, e o bloqueio japonês foi posto para correr. Alie-se ao fato que as japonesas não primam pela estatura, e consequentemente as atacantes brasileiras fizeram a festa.

    Eis como eu vi o jogo:
    Sem saber exatamente o que esperar das japonesas, as brasileiras entraram com tudo no início do primeiro set. Foi um arraso. O Brasil abriu logo boa vantagem. Então, as meninas tiraram um pouco o pé do acelerador e controlaram o placar até o fechamento do set. Os outros dois sets tiveram uma história parecida: O Brasil voltou no ritmo em que fechou o set anterior, permitindo a troca de pontos com as japonesas e até mesmo que elas ficassem na frente um ponto. Mas, chegando lá pelo décimo, décimo segundo ponto, o Brasil acelerou o ritmo, abriu no placar e após o vigésimo ponto só controlou o jogo. A vitória foi acachapante. O técnico japonês já não sabia o que fazer, e trocava as jogadoras em quadra procurando em vão melhorar a equipe. Só faltou colocar a sogra para jogar. 🙂

    Dani Lins: Segura, boa precisão nos toques e boa distribuição de jogadas. Repetidamente deixava as atacantes brasileiras com bloqueio simples ou sem bloqueio. Fez excelente parida.
    Sheilla: Apesar de maior pontuadora, andou errando alguns ataques. Na minha opinião mais do que é comum para ela. Jogou com inteligência (como sempre) e faturou vários pontos com deixadinhas precisas que nem uma defesa como a japonesa conseguiu segurar.
    Mari: Anda melhorando na recepção. Espetacular no ataque, como sempre, apesar de ter cometido um ou dois erros e ter levado um block. Mas está jogando feliz. Acreditem ou não, a TV flagrou a Mari abrindo um sorriso luminoso em quadra num determinado momento da partida. Raridade e bom augúrio.
    Paula Pequeno: Já falei a respeito. Vem subindo de produçã a cada jogo desde que terminou a superliga.
    Fabizona e Thaísa. Paredão e pau puro. As centrais japonesas não tiveram a menor chance e nem viram a cor da bola. As brasileiras bloquearam até bola de cheque. Ambas estão jogando muito, especialmente a Thaísa “air bag”, que está simplesmente voando.
    Fabizinha: Andou dando umas falhadas que não são comuns para ela. Entregou um ou dois pontos de saque para as adversárias por golpes de vista equivocados, e deixou de defender uma ou duas bolas que normalmente ela colocaria para cima. De resto, foi muito bem.
    Tandara: Tenho que registrar aqui o que pode ser, eu espero, um momento histórico. Se não me engano, foi a estréia da Tandara na seleção principal, pelo menos em um torneio de peso. Adorei o sorriso e a alegria que o nosso Panzer II (Panzer I é a Natália) entrou em quadra. A Dani Lins bem que tentou dar para ela a bola do jogo, num Pipe, e a Tandara cravou a quadra adversária, mas pisou na linha dos 3. Pena. O jogo teria um fecho de ouro: “Panzer rollen in Korea vor”. 🙂

    Essa nossa seleção está realmente voando, e acho que se melhorar mais entra em órbita. Que venham hoje as alemãs e depois as coreanas. Se continuarem assim evoluindo ainda mais, nem um time com 6 Gamovas segura as nossas meninas. 🙂

  • Samantha Houston

    Dá gosto ver a Mari em quadra desfilando sua “majestade”. Rainha Mari!

  • Simone Gomes

    É isso aí PP4! Torço pela sua forma estar em dia.

  • Marcio

    O que foi a Fabizinha e seu golpe de vista?!?

MaisRecentes

Sada/Cruzeiro sofre com o “próprio veneno” no Mundial



Continue Lendo

Copa Brasil com TV apenas na final



Continue Lendo

Os seis jogos finais do turno da Superliga masculina



Continue Lendo