Brasil atropela. Polônia vira



O primeiro dia de disputas da fase final da Liga Mundial, em Cracóvia, na Polônia, foi de extremos.

Na abertura, o Brasil não tomou conhecimento da Itália, vencendo por 3 a 0 (25-18, 25-20 e 25-19). No jogo de fundo, os fanáticos torcedores poloneses sofreram, já que time da casa saiu perdendo por 2 a 0 para a França, mas conseguiu a virada (21-25, 17-25, 25-17, 28-26 e 15-12).

Lucarelli, que vinha sentindo dores nas costas e era dúvida, liderou a equipe na pontuação (14). Mas chamo a atenção para outro nome: Maurício Borges. O ponta vem dando conta do recado nas últimas semanas. Era o jogador menos utilizado da posição, mas aproveitou bem demais as ausências de Murilo e Lipe, por lesão, e vai se garantindo entre os 12 que jogarão a Olimpíada. Ele marcou 11 pontos e teve desempenho regular no passe.

Amanhã, contra os Estados Unidos, o Brasil poderá entrar em quadra classificada caso os rivais derrotem hoje a Itália. Assim o jogo definiria apenas o primeiro lugar do grupo.

 

 



  • will

    Acho que a nossa seleção está sobrando mesmo literalmente no saque e defesa quando esses dois quesitos aparecem fica difícil jogar contra a nossa seleção,eu também considero que foi um jogo desastroso da Itália mais os méritos vai todo pro Brasil que não deixou os italianos respirarem.
    No jogo de fundo mais uma vez a França começa a dar sinais de que sai do jogo completamente e isso contra uma seleção forte contra a Polônia e fatal eu vejo não é de hoje que a equipe francesa joga bem mas relaxa e chama o adversário e toma virada aconteceu uma vez idêntico contra a Itália na liga anos atrás.No 5 set acho que o levantador francês foi bem infeliz nas escolhas das bolas decisivas deixando de mandar pro craque Earvin.Mas está apenas começando até domingo muita aguá vai rolar.

MaisRecentes

Os duelos da Copa Brasil feminina



Continue Lendo

Lances do clássico Vôlei Nestlé x Sesc



Continue Lendo

Coluna: O maior desafio do Sada/Cruzeiro no Mundial



Continue Lendo