Brasil atropela a Rússia pelo Grand Prix



O Brasil não deu qualquer chance para a Rússia, nesta quinta-feira, em Catania (ITA), pela terceira etapa do Grand Prix.

Já classificado para as finais em Omaha (EUA), a Seleção derrotou as europeias por 3 sets a 0, parciais de 25-18, 25-14 e 25-17.

Monique no ataque em Catania (FIVB Divulgação)

Monique no ataque em Catania (FIVB Divulgação)

Foi a sétima vitória brasileira em sete jogos, mantendo a liderança do GP. Nesta etapa, a Seleção ainda vai duelar com Bélgica, repetindo o confronto do último fim de semana, além da Itália.

O Brasil teve Paulo Coco como técnico, já que José Roberto Guimarães está com outra equipe no Pan de Toronto. Na escalação, o previsto: Dani Lins, Monique, Gabi, Natalia, Juciely, Carol e Sassá (líbero). O futuro time do Rexona para esta temporada, com exceções de Dani e Sassá. Na inversão do 5-1, entraram Roberta e Ivna, estreantes em jogos deste nível.

E a base já conhecida e entrosada deu conta do recado. Olhando os números do jogo, antes de Brasil x EUA pela Liga Mundial, aqui no Maracanãzinho, chama a atenção mais uma vez o bloqueio. Mesmo atuando com uma formação baixa para os padrões internacionais, e contra uma das seleções mais altos do mundo, o Brasil foi muito melhor. Foram 12 pontos no fundamento, contra apenas quatro russos. Juciely (quatro pontos) e Carol (três) lideraram o time.

Como não vi o jogo por estar no Maracanãzinho, vou deixar os comentários sobre as performances individuais para vocês. Gostaram do que viram?



  • Francisco

    Foi um bom jogo da seleção, mas a seleção russa optou pelo time ” reserva” aí não dar para nós termos um parâmetro.

    • Ricardo

      O Brasil também jogou com o time dito “reserva” ja que as titulares das posições ou estão no Pan ou estão descansando e mesmo assim atropelamos a Russia.

    • Fernando

      não viaja francisco, nosso time também é o reserva. Estamos sem Garay, Jaque, Brait,Thaisa, Fabizona e Sheilla.

      Menos muito menos.

      • Francisco

        A questão não é viajar, pois esse time brasileiro vai jogar as finais do Grand Prix, já a Rússia so precisa de uma vitória para ir para as finais.E se classificando deve ir com força máxima e com a volta até da Kosheleva .

    • Guilherme

      Ué, mas a seleção brasileira também estava com o time “reserva”…

    • klaus

      E o Brasil também não está com o time reserva?Mas claro, nunca a vitória brasileira se dá por méritos.Realmente, é de ficar indignado com essa síndrome de terceiro mundo.

    • douglas

      Se o Brasil perdesse seria ruim não vai a lugar nenhum ,mesmo com o time reserva 3 a 0 sendo Rússia a adversário tá bom demais .acho que China e EUA são os favoritos mais gostei do resultado.a o Brasil teoricamente também tava com o time reserva ,já que as titulares da seleção são Fe Garay e Jaque (na ponta),Brait (Libero).

      • Alex Lima

        Rússia estão com seis que estavam no mundial e o Brasil somente com quatro. Qual time seria o reserva???

        • Fernando

          é que o Xico ainda tá na época da Gamova e Sokolova.

  • Cauã

    Ano de Europeu o GP é tão sem graça, equipes européias tudo poupando as atletas.

  • Rafael

    Mais uma vez achei a Dani Lins a melhor do jogo. Incrível como ela passa confiança e tranquilidade as jogadoras! muito, mas muito acima das demais levantadoras brasileiras, e olha que temos boas levantadoras.

  • Claudio Godezy

    Francisco, a sua observação é válida. Entrementes, assim como o time da Rússia optou pelo time reserva. Digo ao mesmo do Brasil. Considerando que apenas a Dani, pertence ao time titular do BR.

  • Juciely dando show mais uma vez !
    Parabéns meninas

  • Daniel

    Por favor me explica pq o Brasil ganhando de 3×2 dos EUA hj…. e os EUA perdendo de 3×0 pra França. ….. o Brasil não vai pra semifinal da liga mundial de vôlei ??????

    • Fernando

      Simples, pois, todos estavam esperando uma combinação de resultados, mas como o Brasil ganhou.
      Ambos (FRANÇA E EUA) tem obrigação de vencer, para não ter que depender do desempate por saldo de pontos ou sets.

  • giorgio

    Daniel boa tarde! parece que o leon vai jogar pela seleção polonesa. e o leal porque

    não consegue? acredita que possa sair a naturalização do mesmo? abraços

  • SOARES

    Excelente jogo do quaterto do Rexona. Gabi surpreendeu com a boa recepção. Natália pela boa perfomance no ataque. Jucy e Carol jogaram como sempre, ou seja, bem no ataque,saque e bloqueio. Sassá tá com o passe melhor que o da camila brait . Dani foi bem. E Monique explorou o bloqueio quando pode.

  • Fernando

    Gostei do desempenho da Natália, foi a jogadora que mais resolveu pelo Brasil!

    A IVNA coitada é aquela coisa de sempre, que dispensa comentários e tempo para comentar , ainda bem q só entrou no 5×1.

    • Rafael

      Me surpreendeu o bom rendimento do passe da Gabi

    • Billy

      Finalmente um post seu elogiando a Natália,héin Fernando!?? Brincadeiras à parte,realmente a Natália fez uma grande partida contra a Rússia.Espero que ela continue nessa pegada.Um abraço…

  • Fernando

    Outra boa atuação foi da Juciely com 17 pontos, mostrou-se bem concentrada e com disposição, detalhe que do time inteiro as centrais são as mais regulares durante todo o campeonato até o momento.

  • Fernando

    Dados do jogo>
    Passe Gabi 75% e Natália 58% média do time todo 67,35%
    Atauqe 67% Jucyele e 42% Natália

    Passe da Russia, Yana 36% e Olga 25% média do time todo 28%
    Ataque Malykh 46% e Yana 37%

  • Michel Pereira de Oliveira

    O Brasil utilizou do calcanhar-de-Aquiles russo: o passe, ou pior, a falta de de.
    Jucielly e Carol foram muito bem.
    Sassá arrebentou como líbero, especialmente nas defesas.
    Danny fez uma boa distribuição.
    Felizmente Natália estava inspirada no ataque, sendo a única jogadora de extremidade que jogou bem. Curioso que sob o comando do Bernardinho e do Paulo Coco ela apresentou rendimento de ponteira de definição, algo que não consegue sob o comando (ou apadrinhamento) do ZRG.
    Gabi e Monique, aff, dá dó de ver.
    Roberta e Ivna entraram bem nas inversões.
    No geral foi um bom jogo, mas, teste de verdade será contra o bom volume de jogo da seleção italiana no próximo sábado.

    • Diego

      Bacana suas palavras Michel, observei da mesma forma! Sassá mandou muito bem, Natália a única “não-central” que atacou bem, além de ter feito feio no passe! Também achei uma boa inversão. Roberta é boa e Ivna, longe de ser a bola de segurança ainda, estreou bem e fez seus pontos! Quero jogos difíceis, como contra a Itália, para testar o melhor das nossas meninas!

  • Anderso Carvalho

    não tinha nada de time reserva,apenas a kosheleva que ficou no banco devido a uma lesão,brasil foi um time muito aplicado taticamente,Dani Lins deu um show na distribuição,Juciely foi a dona do jogo, Carol mais uma vez com uma ótima atuação,a base do rexona favoreceu o conjunto, mas destaque para gabi que recepcionou bem o jogo inteiro, sassá não comprometeu, foi muito bem,Natália prescisa e inteligente nos ataques,até a inversão do 5-1, com roberta e ivna funcionou muito bem, o que surpreende porque a Ivna sempre cai em jogos grandes e dessa vez foi muito bem.

  • Carlos

    Excelente atuação do Brasil, em todos os sentidos…
    e a desculpa de time “reserva” da Rússia não cabe, de jeito nenhum!!

    o Brasil sem Jaqueline, Garay, Fabiana, Thaísa, Sheila, Brait, Fabiola não é reserva não!??

  • Fernando

    Enquanto isso a seleção feminina do Pan Americano sofreu pra vencer Porto Rico no Tie Break

    • MVP do blog

      Serio? PQP…e o que foi que aconteceu? Eu hein…uma pena não poder acompanhar jogo nenhum =/

    • jefferson

      eu viii o jogo aquela jogadora eigth sei la se o nome dela se escreve assim joga bem gostei do jeito que ela ataca e aurea crus dispensa comentarios jogo bem demais boa atacante

    • Billy

      Fazia tempos que eu não via a Seleção de Porto Rico jogar.Elas realmente deram trabalho pro Brasil neste jogo de estréia.Mas no final deu tudo certo e o Brasil venceu(que é o mais importante).

  • Euri

    É incrível observar a diferença da seleção masculina da feminina. Enquanto o Zé Roberto tem dois times RESERVAS eficientes e com chances de levar título em duas competições diferentes, o Bernardinho, que não sabe renovar, tem uma única seleção TITULAR com dificuldades de se classificar para a etapa final de uma competição, dentro de CASA.

    • douglas

      Não considere que o time feminino tá se renovando ,pois isso é história pra boi dormi .boa parte do time convocado são quase tão “velhas” quanto as titulares que estão descansando e só tão nessa seleção por falta cracks Monique por exemplo ,é boa jogadora mais não passa disso, o mesmo se pode dizer de Suelle ,Michelle, Mari PB ,Joyce(todas já com 30 ou quase lá),Angélica e Ivina.
      Já no masculino tem no time do pan alguns jogadores jovens(João Rafael,Otávio, Kadu e Douglas) que num futuro próximo podem se torna grandes jogadores.

      • Euri

        Pode até não ser exatamente uma renovação, mas a verdade é que a seleção feminina tem opções de bom nível e que já estão sendo testadas na seleção principal com bons resultados. Ao contrário dos “jovens” jogadores do Pan no masculino. Afinal, quem são João Rafael, Otávio, Kadu e Douglas? É bem diferente de ter a Natália e a Gabi, que já competiram internacionalmente pela seleção e são conhecidas, como possíveis substitutas da Jaqueline e da Garay. Eu nem sou fã do Zé Roberto, mas ele não continua a ser campeão olímpico por ser burro. Enquanto o Bernardinho ainda está tentando definir e treinar bons reservas para a Olimpíada do Rio, o ZRG vai passar o ano descansando as titulares mais experientes, que assim poderão estar bem fisicamente ano que vem, treinando e dando mais experiência para as reservas imediatas, e já preparando a seleção para o período pós 2016.

        • Robert

          Os principais times da superliga masculina preferem jogar com jogadores experientes deixando os jovens da base na reserva, o Sesi por exemplo tem o Douglas Souza que vem sobrando na base, Rafael e Tiaguinho campeões Mundial sub 23 que quase não jogam. Isso atrapalha muito a seleção masculina, já a feminina o próprio “Bernardinho” vem sempre apostando em jogadoras jovens assim como os outros times e isso acaba facilitando as opções para as convocações.

    • Thiago

      A diferença é que o Zé tem um Bernardo para ajudar a a renovar a seleção feminina dele… e o Bernardo não tem ninguem para fazer o mesmo pela masculina, é isso ai que nossa seleção tem, e o tem que tirar leite de pedra…

      • Euri

        Desculpa, mas o Bernardo não é pago para renovar a seleção feminina. O trabalho DELE é renovar a masculina e não ficar esperando que os outros façam isso. Ou então é melhor entregar o cargo!

  • Marakova

    Quero fase final com Eua/Brasil/Sérvia/Itália/Russia e China (essa que vai com suas reservas, acabou de sair uma nota. Lang vai poupar as titulares provavelmente por causa da Copa do Mundo. Se for esses times favoritos serão os 3 primeiros (ao meu ver). Com relação ao jogo to gostando do passe da Gabi. Ela já disse numa entrevista que num futuro quer ser reconhecida por ter segurança no passe, vamos acompanhar ((((tomara)))). Dani tá fazendo uma distribuição muito boa (porém o passa tá chegando também, quero ver mesmo Dani desafogando a rede com passe B/₢. Aí sim). Contra a Bélgica Mara/Suelle poderiam ter chances de ser titulares. Enfim, prova de “fogo” mesmo vai ter no Domingo com as italianas.

  • jefferson

    Boa Noite galera seria interessante no confronto contra a belgica a suelle e a mara entrarem acho que a mara e um talento a ser lapidado e a suelle faz um bom fundo de quadra.

  • jefferson

    espero que depois dessa olimpiada o ZRG começe a convocar jogadoras mais jovens para irem adquirindo ritmo para o proximo ciclo olimpico e mundial em 2018 e olimpiada em 2020

  • Alexandre

    Muito boa apresentação do Brasil ontem no Gran Prix. Parecia o Rexona jogando sem a Fabi e com o passe na mão. Acho que a Natalia e Gabi quando jogam pelo time parece que ficam com medo do Bernardinho e erram todos os passes e na seleção acertaram quase tudo. A gabi está mandando muito bem no fundo e Jucy e a Natalia na rede. Vou torcer muito na fase final, mas os EUA virão muito fortes, o bloqueio e a defesa terão que funcionar. Quanto ao time do Pan, achei muito estranho os erros na recepção, afinal, estavam lá a Jaque e a Brait e mais uma vez a Barbara pipocou no gran Prix ela também começou como titular e a Carol pegou o lugar dela no segundo set contra o Japão e não saiu mais,contra Porto Rico foi a Angelica e olhe que a Angelica só tem tamanho.

    • leonardo

      Não sei qual a surpresa em Brait errando passes. Assim como a Alemanha, Porto Rico minou a jogadora no saque e ela não correspondeu. Elas tiraram bem o saque da Jaque e Garay oscilou um pouco.

  • Drica

    Gostei muito do volume de jogo que o Brasil apresentou. Não deu a menor chance para a Russia.
    Dani distribuindo muito bem, Gabi segura no passe, Natália bem no ataque e Sassá defendendo tudo. O que eu mais gostei foi a atuação das meios. Muitas pessoas as desmereciam (devido a baixa estatura) falando o famoso “quero ver contra a Russia”… Tá ai, jogaram muuuito!
    Somando todas as partidas até agora, meu destaque vai para a Carol. Como bloqueia, menina Carol!!!

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo