Block: fundamento que preocupa



O bloqueio é o fundamento do Brasil que mais me preocupa para a fase final, na Polônia.

Uma rápida olhada nas estatísticas da Liga Mundial e o momento ruim do block fica claro.

O brazuca melhor colocado no fundamento é o oposto Leandro Vissotto, na 44ª colocação, com Murilo e João Paulo Bravo logo atrás. E vejam que nossos centrais não estão neste grupo. Lucão aparece apenas em 59ª, 11 lugares à frente de Rodrigão.

A estatística leva em conta pontos marcados e bolas que tocaram nos bloqueadores, gerando contra-ataques. A partir daí, uma média é gerada pela FIVB.

Para quem tenham uma ideia, Vissotto, Murilo e Bravo pontuaram 12 vezes cada no fundamento. O búlgaro Todorov, líder, anotou 44. O finlandês Shumov, por sua vez, gerou rebotes em 84 jogadas. Lucão, o melhor brasileiro nesta comparação, fez 45.



  • Vitor

    Estamos reclamando muito do Lucão e do Rodrigão, mas sabemos que eles nunca foram especialistas no bloqueio. Na seleção o Gustavo reinou soberano durante anos. Seja com o André Heller ou com o Rodrigão. Já o Lucão também nunca teve destaque nesse fundamento. Sempre foi mais conhecido pela eficiência no ataque e saques potentes. O Sidão e até o Éder possuem mais a característica de bloqueio do que o Lucão. Acho que tá na hora do Bernardinho repensar essa dupla. E o Douglas Cordeiro merece uma chance na seleção principal.

    Já os desempenhos do Vissotto, do Murilo e do João Paulo até que não são tão preocupantes assim. Nenhum dos 3 jogaram todas as partidas.

    • Adriano

      Eu só me pergunto: se o Rodrigão não é especialista no bloqueio, que diabos ele tá fazendo nesse time?

      Na verdade, isso não deve ser encarado necessariamente como uma apologia ao cara. Nunca gostei do jogo dele. Na maior parte dos grandes campeonatos, entre 2001-2008, ele sempre bancou pro Heller, que, apesar de mais baixinho, sempre achei muito mais eficiente. Acho até que o Rodrigão foi bem no Mundial, ano passado. Mas, pra mim, nunca convenceu de verdade. Só está lá por causa de bloqueio e experiência, na minha opinião.

      • Vitor

        Eu é que sei ? O André Heller ficou anos passandro em branco no bloqueio e sempre foi titular.

        O Rodrigão é importante pro grupo, mas o bloqueio não é MESMO um dos melhores fundamentos dele. Ele tem saque tático muito bom, que muitas vezes complica mais que os saques forçados dos outros jogadores. Além disso é um jogador muito difícil de ser parado diretamente no bloqueio. Não tem um ataque forte, porém muito veloz e eficiente. Não estou dizendo que é um fiasco total no bloqueio, apenas não vejo ele como um especialista no fundamento e o fato não dele estar se destacando não deve ser visto como anomalia.

  • Erick

    Uma hora você usa “block” outra hora bloqueio. Assume um termo e use do começo ao fim do seu texto.

    • Daniel Bortoletto

      Qual o problema de usar duas versões?

      • Rafael

        Acho que não tem problema algum, Daniel. Se até o reclamante entende que block = bloqueio…
        Isso é pura implicância mesmo!!!

    • Ana Elisa

      Meu Deus! Até pra isso vai aparecer gente pra criticar? hahahahha Amo volei, mas é reduto de gente chata querendo aparecer em comentários.

      Mas aqui nesse blog a maioria ainda faz comentários pertinentes e interessantes. Espero que continue assim.

    • Simone Gomes

      Que falta do que falar em Erick!
      Que cara chato que vc é!

  • Mauricio

    Acho que os próximos jogos contra a Polônia serão importantes para conhecer as reais condições dessa seleção olímpica já convocada, não? Eu achei a seleção dos EUA igual e, às vezes, até superior à equipe brasileira, o que me deixa com receio para os jogos olímpicos. Se o Brasil não se classificar para as finais dessa Liga Mundial será motivo de preocupação?

  • Afonso (RJ)

    Eu vejo a coisa da seguinte forma:
    Um jogo da vôlei é uma coisa dinâmica. Dependendo do momento da partida pode ser mais importante um ataque forte, noutro grandes bloqueadores. Às vezes um levantador mais arrojado (Bruninho), às vezes um com maior precisão (Marlon). Às vezes é necessário reforçar o fundo de quadra, Às vezes a altura na rede. E um time equilibrado deve fornecer todas essas opções ao treinador.
    Concordo que a seleção tem deixado a desejar em alguns fundamentos, mas estamos numa fase do trabalho. Tenho fé que o time vai subir de produção. E eu diria que a meta nem é a atual competição. Importante mesmo são os jogos olímpicos do ano que vem. Aí sim, o time tem que estar “na ponta dos cascos”.

  • Rodrigo

    Mais importante será deixar essa equipe na ponta dos cascos na copa do mundo no japão!!! E aí usar a WL de 2012 para aquecer e levar o ouro olímpico que a única coisa que importa no momento!!!

    Não seria hora de usar mais o Sidão? E não tem outro levantador para testar não???

  • graca

    O RODRIGAO ganhou o premio de MELHOR BLOQUEADOR da SUPERLIGA 2009/10, a melhor dupla de CENTRAIS bloqueadores do BRASIL e’ GUSTAVO E RODRIGAO. E’ necess’ario que GUSTAVO volte o quanto antes para a selecao. A COPA DO MUNDO e’ um torneio DIFICILIMO e a selecao vai precisar muito dos bloqueios de GUSTAVO.

  • Simone Gomes

    Bom mesmo em bloqueios é o Gustavo, parece que o cara sempre foi o melhor no Fundamento.
    Não gosto do jogo do Rodrigão, e nem um saque bom como o do Lucão ele tem.
    Precisamos renovar um pouco, apostar em novidades na rede.
    Pra mim o Rodrigão está precisando mesmo é aposentar.

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo