Em Bauru, Dentil/Praia Clube abre playoff com vitória



Melhor time da fase de classificação da Superliga Cimed Feminina, o Dentil/Praia Clube estreou com vitória difícil diante do Bauru nas quartas de final, na noite desta sexta-feira.

Jogando no Ginásio Panela de Pressão, no interior paulista, o time mineiro marcou 3 sets a 1, parciais de 27-25, 21-25, 25-15 e 25-20. Mais um resultado positivo garantirá a equipe do Triângulo na semifinal.

Os altos e baixos das duas equipes foram a tônica do confronto. Ao fazer um recorte apenas no início da partida, o Bauru, com um saque eficiente e muita força na virada de bola com Tifanny e Palacio, abriu 10 a 3. O líder parecia assustado com o volume de jogo do adversário.

Depois de pedir tempo e não ver reação, Paulo Coco fez uma troca simples no levantamento, com Ananda no lugar de Claudinha.

A reserva passou a acionar mais a oposto americana Fawcett e aos poucos a diferença foi caindo. A eficiência da recepção de Bauru e o aproveitamento de Tifanny no ataque também despencaram e o Praia virou no 21 a 20. O jogo ficou emocionante, as donas da casa perderam set point e o time de Uberlândia fechou com bloqueio de Natasha em Tifanny. Foram 12 erros de Bauru na parcial, uma enormidade.

Natasha foi titular no lugar de Walewska, lesionada (Neide Carlos/Bauru)

No segundo set, roteiro inverso. O Dentil/Praia Clube começou muito mais ligado e abriu cinco pontos: 9 a 4. O Bauru, com ótima passagem da cubana Palacio pelo saque, iniciou a reação. E com o bloqueio também pontuando virou no 15 a 14. A partir daí o Praia não conseguiu mais retomar o controle das ações, perdendo por 25 a 21.

O terceiro set foi mais equilibrado no início, com os dois times desperdiçando vários contra-ataques. Depois de dois bloqueios seguidos, o Bauru abriu 8 a 6. Coco, então, voltou com Claudinha no lugar de Ananda. E um apagão do time da casa, sem conseguir pontuar no ataque e errando demais, fez o jogo virar de forma assustadora desde então. A ponto do Praia ter dez sets points, fechando logo no segundo por 25 a 15. Um domínio total em dois terços da parcial.

A montanha-russa não teve curvas tão radicais no quarto set. Bauru e Praia trocaram pontos e ficaram muito próximas no placar até o 14º ponto. Natasha foi para o saque e deu uma vantagem boa para as visitantes: 18 a 14. Daí para frente foi administrar até o fechamento da partida.

Fawcett foi eleita a melhor em quadra e levou o VivaVôlei Cimed.



MaisRecentes

Teve de tudo no maior clássico do vôlei



Continue Lendo

O que esperar do Mundial feminino de clubes?



Continue Lendo

Não sei em quem apostar na Superliga feminina



Continue Lendo