Basta!



A virada do Vivo/Minas sobre o Sada/Cruzeiro, na Arena Vivo, em Belo Horizonte, é o que menos importa. O clássico mineiro foi manchado por uma atitude preconceituosa, ridícula, baixa, covarde e revoltante  de uma torcedora do time da casa. No segundo set, ela chamou o oposto cruzeirense Wallace de macaco.

Revoltado com a situação, ele tentou identificar a pessoa entre a multidão, mas não conseguiu.

– É muito revoltante escutar uma coisa dessas, não dá para aceitar. Foi até melhor eu não ter conseguido ver a pessoa, pois eu podia ter perdido a cabeça na hora. Isso me tirou um pouco do jogo – disse Wallace.

A direção do Sada/Cruzeiro solicitou que o delegado responsável pela partida registrasse o fato no relatório, que será encaminhado para a CBV.

Espera-se atitudes exemplares da entidade e do Minas Tênis Clube para que o fato lamentável nunca mais volte a ocorrer.

É inadmissível ver isso acontecer em pleno século XXI. O ser humano ainda não aprendeu a respeitar o seu igual. Não aceita opções sexuais e religiosas. Vê diferenças na cor. É intolerante. Que mundo é esse? Até onde iremos com tamanha discriminação?

Muitos jogadores lamentaram o fato, via Twitter, e demonstraram solidariedade ao oposto Wallace.

“Muito triste com o ocorrido ontem com o Wallace do SADA/Cruzeiro #BastaPreconceito! Estamos juntos nessa”  – Bruno Zanuto, ponta da Medley/Campinas

“Enquanto as pessoas olharem o próximo apenas com seus olhos, o Racismo será uma realidade… mas, no dia em que os olhos usados forem os do coração, perceberá que somos todos Irmãos! Estamos juntos Wallace” – Filipe, ponta do Sada/Cruzeiro

“Grande jogo entre Minas e Sada, ontem, parabéns aos atletas e CTs. Repudiar e lamentar o ocorrido com Wallace. MinasT.C. saberá ser exemplar”, Roberto Tietz, técnico que está na Suíça

“Espero que meu amigo Wallace saiba que ele já é um ídolo do volei brasileiro e que esse fato é insignificante perto do que ele representa. Já estamos em 2012 galera! Chega desse preconceito! Tamo junto Wallace… Coração de ouro!” – Bruninho, levantador da Cimed/Sky

“O pior nessa vida, e escutar pessoas sem a menor educação e respeito ao próximo!! Um atleta sofrer ofensas racistas em pleno 2012… Absurdo. Isso acontece porque meia dúzia de pé rapado metido a granfino, que freqüenta um clube de elite se acha poderoso!! Cambada de idiotas!!! Walinha vc é muito maior que isso… Vc é uma pessoa humilde de coração grandioso!! Pessoas ignorantes destroem uma sociedade! Força truta!!” – William, levantador do Sada/Cruzeiro



MaisRecentes

Vaivém: Sesc confirma renovação de ponteiras



Continue Lendo

Seleção mantém embalo e não toma conhecimento das dominicanas



Continue Lendo

Vaivém: Site crava volta de Hooker ao Osasco



Continue Lendo