Basta!



A virada do Vivo/Minas sobre o Sada/Cruzeiro, na Arena Vivo, em Belo Horizonte, é o que menos importa. O clássico mineiro foi manchado por uma atitude preconceituosa, ridícula, baixa, covarde e revoltante  de uma torcedora do time da casa. No segundo set, ela chamou o oposto cruzeirense Wallace de macaco.

Revoltado com a situação, ele tentou identificar a pessoa entre a multidão, mas não conseguiu.

– É muito revoltante escutar uma coisa dessas, não dá para aceitar. Foi até melhor eu não ter conseguido ver a pessoa, pois eu podia ter perdido a cabeça na hora. Isso me tirou um pouco do jogo – disse Wallace.

A direção do Sada/Cruzeiro solicitou que o delegado responsável pela partida registrasse o fato no relatório, que será encaminhado para a CBV.

Espera-se atitudes exemplares da entidade e do Minas Tênis Clube para que o fato lamentável nunca mais volte a ocorrer.

É inadmissível ver isso acontecer em pleno século XXI. O ser humano ainda não aprendeu a respeitar o seu igual. Não aceita opções sexuais e religiosas. Vê diferenças na cor. É intolerante. Que mundo é esse? Até onde iremos com tamanha discriminação?

Muitos jogadores lamentaram o fato, via Twitter, e demonstraram solidariedade ao oposto Wallace.

“Muito triste com o ocorrido ontem com o Wallace do SADA/Cruzeiro #BastaPreconceito! Estamos juntos nessa”  – Bruno Zanuto, ponta da Medley/Campinas

“Enquanto as pessoas olharem o próximo apenas com seus olhos, o Racismo será uma realidade… mas, no dia em que os olhos usados forem os do coração, perceberá que somos todos Irmãos! Estamos juntos Wallace” – Filipe, ponta do Sada/Cruzeiro

“Grande jogo entre Minas e Sada, ontem, parabéns aos atletas e CTs. Repudiar e lamentar o ocorrido com Wallace. MinasT.C. saberá ser exemplar”, Roberto Tietz, técnico que está na Suíça

“Espero que meu amigo Wallace saiba que ele já é um ídolo do volei brasileiro e que esse fato é insignificante perto do que ele representa. Já estamos em 2012 galera! Chega desse preconceito! Tamo junto Wallace… Coração de ouro!” – Bruninho, levantador da Cimed/Sky

“O pior nessa vida, e escutar pessoas sem a menor educação e respeito ao próximo!! Um atleta sofrer ofensas racistas em pleno 2012… Absurdo. Isso acontece porque meia dúzia de pé rapado metido a granfino, que freqüenta um clube de elite se acha poderoso!! Cambada de idiotas!!! Walinha vc é muito maior que isso… Vc é uma pessoa humilde de coração grandioso!! Pessoas ignorantes destroem uma sociedade! Força truta!!” – William, levantador do Sada/Cruzeiro



  • Luiz

    Sinto muito pelo Wallace, mas e o que aconteceu com o Michael do Vôlei Futuro ano passado?
    Foi uma mulher que disse isso para o Wallace, mas com o Michael foi um ginásio inteiro. Todo mundo já esqueceu? Na época, o Cruzeiro disse que era tudo uma armação da mídia. E eu não vi ninguém se manifestar no twitter. Então, Bruninho e Cia, preconceito só vale quando acontece com um amigo da gente?

    abaixo o preconceito de todas as formas!!!

    • emanuella

      pra mim são coisas totalmente diferentes, chamar alguém de gay e viado, infelizmente é normal no Brasil, não aconteceu só com o Mikael, já vi inclusive acontecer na semi final do paulista do ano passado, dentro de araçatuba a torcida chamar Gustavo de viado. a única coisa boa daquilo foi que abriu uma discussão, claro que de maneira muito superficial, porque o time estava mais preocupado em fazer marketing do que discutir o caso, mas pelo menos levantou uma discussão no mundo do volei.

      • Alessandra França

        achar que que chamar de gay e viado é normal, é ter a m3ente tão atrasada como a da mulher que chamou de macaco. Michael, sendo notoriamente homossexual, ouvir um coro de 4 mil pessoas o chamando de forma pejorativa deve ser uma delícia,né? A mentalidade das pessoas precisa mudar. E num meio onde há tanto homossexuais como no volei, não cabe mais esse tipo de pensamento.

  • Leonardo

    Engraçado esse comentário do Willian do Sada/Cruzeiro, ” Isso acontece porque meia dúzia de pé rapado metido a granfino, que freqüenta um clube de elite se acha poderoso!! Cambada de idiotas!!! ” Ora, se UMA torcedora do Vivo Minas que falou isso é uma idiota então o que são os CENTENAS de torcedores do Sada/Cruzeiro que hostilizaram o Michael no jogo da semi da superliga passada?
    Engraçado, quando isso aconteceu com o Michael a diretoria do Sada disse que era algo “normal” de jogo, agora que UMA torcedora fala uma barbaridade dessas a Diretoria do Sada se revolta?
    Esta totalmente errada a pessoa que disse isso mas convenhamos que sabemos que o ser humano é capaz de qualquer coisa, pessoas desse tipo se encontra em qualquer lugar, em qualquer parte do mundo, É MUITO DIFERENTE A REAÇÃO DE UMA PESSOA, ISOLADA, PARA UM GRANDE NÚMERO DE TORCEDORES, COMO OCORREU COM O MICHAEL DO VÓLEI FUTURO.
    Não vejo motivo para punição para o Vivo minas decorrente da ação de UMA ÚNICA torcedora.

  • mari diva

    Sinto muito pelo ocorrido, mas querer forçar a barra pra prejudicar o Minas, é demais. Foi um fato isolado, bem diferente do que vimos ano passado com a torcida do cruzeiro.

    • ana maria

      Concordo plenamente! Agora venha de onde vier essas atitudes não podem ser toleradas.
      Infelizmente aconteceu com o admirável atleta do Cruzeiro o que anteriormente aconteceu com o Michael do VF – essa violência cometida pela torcida.

  • bruno

    Leonardo, vc deve ser uns desses metidos que frequentam o MINAS. Pessoas fúteis, um erro não justifica o outro, sua “anta”. Estamos no século XXI. Racismo de “cor” é uma dos piores e mais podres sentimentos do ser humano. Se liga….

    • Paula

      Bruno, desculpe, mas tenho que concordar com o Leonardo. Pelo que você colocou, parece que ofensa racial é pior do que ofensa por orientação sexual. Eu não acredito nisso. A diferença que vejo entre os dois casos é que no ano passado, a grande maioria de uma torcida hostilizou um jogador enquanto ontem uma única pessoa o fez. Na época do ocorrido com o VF, não houve nenhum gesto de solidariedade por parte do Cruzeiro. Pelo contrário, todos tentaram minimizar o ocorrido. O deste ano foi grave, mas foi cometido por apenas uma pessoa e não por uma torcida. Por isso, acho que não cabe punição ao Minas, assim como acho errado generalizar esse comportamento horrível para toda a torcida. E sobre o comentário feito pelo levantador William, achei-o igualmente impregnado de preconceito. Respeito é bom para todos.

    • Rafa

      Muito fácil xingar quem você nao conhece!!
      Frequento o Minas, NÃO sou racista e repudio quem é!!
      A infeliz que xingou o Wallace não representa o público que o vôlei do Minas tem!!
      Vale lembrar que o Minas é um dos times com o maior número de jogadores negros, não há sentido de a torcida ser estigmatizada por conta de uma infeliz!! A torcida do Cruzeiro fez pior ano passado, e nenhum jogador se revoltou tanto… Concordo com a revolta, não podemos admitir racismo.
      Mas por favor não venha insultar uma torcida q vc não conhece!

  • Pequena

    Lamentável isso ter acontecido e ofuscar o jogo!
    Foi tão disputado, de alto nível!
    Racismo é podre!!!!
    Muito triste depois de um jogo tão legal, para quem ama volei, saber que isso ocorreu.
    As torcidas precisam ser mais civilizadas – TODAS!

  • Leonardo

    Amigo, primeiro que não sou de Minas, sou de Araçatuba, segundo, acredito que você não tenha lido corretamente o meu comentário: “Esta totalmente errada a pessoa que disse isso mas convenhamos que sabemos que o ser humano é capaz de qualquer coisa, pessoas desse tipo se encontra em qualquer lugar, em qualquer parte do mundo”
    Em momento algum eu disse que a pessoa agiu corretamente, não é porque eu disse que o Clube Minas não deve ser punido que a pessoa que fez isso, ISOLADAMENTE, também não deva. Se identificada essa pessoa, lógico que essa pessoa deve sim responder penalmente. (Não se pune um clube pela atitude de um torcedor isoladamente.
    Não assisti o jogo e não sei se era possível identificar essa torcedora, mas se for, e os seguranças do clube não fizeram nada, poderia-se ventiliar a possibilidade de de uma punição ao clube, mas acredito não ser o caso.
    Agora, um pouco de atenção na leitura e respeito é bom, não acha?

  • A atitude foi deprimente, mas foi um fato isolado.

    Agora falar sobre a instituição Minas, generalizar uma atitude desta. Ele está agindo do mesmo nível da torcedora.

    Não podemos esquecer que foi a torcida do mesmo Cruzeiro, que fez aquela confusão toda com o VF, o time azul celeste não se pronuncio em hora nenhuma, chegando a insinuar armação da mídia.

    Este time dá nojo, tinha que ter ficado só no futebol.

    • Marco Túlio

      Deveria ter ficado só no futebol pra continuar ganhando do seu time né!?

      Comentário sem sentido nenhum! Torcedor de futebol, como são chamados os torcedores Sada Cruzeirenses, pelo menos não se enquadram nesse tipo racista…

      Olha que não estou falando que todo Minas Tenista é racista… Tenho um monte de amigos sócios e nenhum nunca falaria uma coisa desta, só não me venha justificar um erro com outro.

  • ana maria

    Ora, por favor não venham com essa coisa de que o clube MInas é preconceituoso. Vejam sua equipe masculina e feminina. Quão colorida elas são.Vejam sua equipe técnica com o fantástico Pelé (pra citar um negro). Atitudes isoladas ou coletivas (como a da torcida do Cruzeiro na SL passada) não devem ser toleradas.

  • Rubens

    Lamentável atitudes como a dessa torcedora, isso não cabe mais no mundo de hoje, não dá pra entender atitudes como essa.

    Mas punição com a equipe do Vivo/Minas? Não é o caso, entendo assim. Acho sim que o clube deve se pronunciar, pedido de desculpas, mas ser punido por conta de uma ação isolada? Não acho que seria assim.

    Aos jogadores do Sada, dar apoio ao Wallace, sim! Totalmente correto, mas não tentar mostrar que é diferente do caso do Michael, porque um preconceito é maior ou menor que outro?

  • Afonso (RJ)

    Vou ser muito franco e tenho certeza que vão me crucificar, mas sou realista. Manifestações de racismo ou outros tipos de preconceito por parte de torcidas são inevitáveis. Atletas são figuras públicas e tem que saber lidar com isso. E torcedores pelo menos teoricamente pagam ingressos, e a provocação sempre fez parte do jogo. E não só por parte das torcidas. Lembram das cubanas? Lembram do Matterazzi que xingou a irmã do Zidane na final da última copa, e acabou saindo como herói? Lembram do “saca na Mari”? Tinha um jogador chamado Almir, que era mestre em puxar os cabelinhos da coxa do adversário na hora do corner, e conseguiu várias expulsões com esse subterfúgio. E as famosas batucadas e “buzinaços” de torcedores nas proximidades dos hotéis que hospedam delegações adversárias, na noite que antecede algum jogo decisivo? Tudo isso é censurável? SIM. Tudo isso é evitável? NÃO.

    Muita hipocrisia essa de querer que torcidas tenham um comportamento exemplar. E, afinal de contas, objetivamente que mal pode fazer um xingamento numa hora dessas? Entra por um ouvido e sai pelo outro. Que o digam os árbitros que com muito mais frequência são chamados aos berros de “FDP” do que os atletas de “bicha” ou “macaco”.

    Quero deixar claro que sou contra qualquer tipo de discriminação, e na verdade deploro tais manifestações, mas o que tem que ser combatido, e energicamente, são os ATOS racistas que na verdade impregnam a sociedade. Esses sim, trazem consequências perniciosas. O que se vê nos estádios e outros locais públicos é apenas um reflexo.

  • Erlon Halis

    Grande vitoria do Vivo/Minas 3 x 2 Sada/Cruzeiro, um grande jogo… Parabéns a equipe do Minas.

    Lamentavel uma torcedora do Vivo/Minas ficar chamando o Walace do Cruzeiro de macaco…
    Sou torcedor do Minas, mas eu odeio e discordo de mtas coisas que ( alguns ) da torcida mineira faz durante os jogos.
    Sou a favor de torcer e não xingar.
    Neste caso que ocorreu durante a partida, merece registro de BO a essa pessoa que não soube respeitar o ser humano.
    Simplesmente desnecessario essas atitudes.
    Espero que os delegados da partida, possam ter identificado essa senhora (
    foi o que falaram durante a transmissão )… e que façam justiça.
    Chega de falta de respeito durante os jogos.
    Não vejo o pq da equipe do Minas sofrer uma punição.. esse caso foi ISOLADO, basta encontrar essa senhora e faze-la pagar pelos seus atos. E um clube tão renomado respeitado que é o Minas Tenis Clube, deveria se retratar com o jogador e toda equipe do Sada Cruzeiro.
    Fica uma pergunta.. existe diferença de preconceito racial e sexual ?
    Acooorrda Brasil… Para preconceito existe somente uma solução.. ” EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL “.

  • Diogo Márcio

    São vários depoimentos de jogadores e ex-jogadores mostrando insatisfação com a torcida do Minas.

    Segui um ex.: http://www.youtube.com/watch?v=qlPsdJAZebQ

    Mas isso não é só problema enfretado pelo Wallace, pois a Ramirez tbm passou porisso no mesmo ginásio.

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=5XgZcJm-ivY#!

    Tenho dúvida de qual time essa mulher torcia, mas deve ser pelo Minas pois ela esta insatisfeita pelo fato da cubana n passar pelo bloqueio.

    Agora me pergunto se foi um fato isolado como foi dito aqui!!!

    P.S. Gosto muito do Wallace, espero que ele supere isso.

    • Carlos E

      Foi, quem esteve lá sabe muito bem. O próprio jogador falou que foi a menina, não se escutou mais nada, afinal Wallace e outros jogadores teriam escutado tb e claro, falado.

      O fato da torcida do Minas ter sempre a fama, muitas vezes justificável, de falar o que nao deve, nao quer dizer que tinham várias pessoas gritando “macaco” pro Wallace. Uma torcida repleta de negros, de um time com varios jogadores negros, você pode ter certeza que um fato lamentável desses é fato isolado lá sim.

      • Danilo

        Por mais que você queira defender Carlos, a torcida mineira sempre teve mau comportamento.

        • Carlos E

          Aí que tá, estão levando em consideração histórico de mau comportamento e não o acontecido. Podem falar de tudo da torcida do Minas, às vezes verdade, às vezes exagero. Mas não tentem aumentar o que ontem foi lamentável, mas vindo de uma pessoa isolada e que nada tem a ver com o público que normalmente frequenta os jogo do Vivo/Minas.
          Achar que não foi um fato isolado por conta da fama da torcida do Minas é errado, pq foi assim o próprio jogador afirmou e todo mundo que estava lá sabe.

          Nunca iria defender um ato como esse, é patético, ridículo, um crime. Só não tentem generalizar e aumentar, pq foi caso isolado.

  • Aline

    Ando achando muito estranho isso acontecer novamente no Estado de Mineas Gerais. Um verdadeiro absurdo. Essa mulher tinha quer ser presa, o que me conforta que só ela que foi racista imagine se fosse o ginásio inteiro como foi feito com o atleta do Vôlei Futuro (no caso vergonhoso de homofobia).
    Triste em pleno século XXI ainda exista pessoas assim.
    Será que essa mulher torce para o time feminino de Vôlei do Minas repleto de atletas de alto nível onde tem negras e cubanas???
    Alguém avisa essa mulher que o Wallace é simplismente revelação do campeonato no ano de 2010 e provavelmente irá as Olimpíadas de Londres representar o Brasil.

  • Danilo

    O pior é o Minas até agora não se retratar com o atleta que foi covardemente xingado.
    Mais de 60% da população é negra! Todos nós temos nossa decendencia negra.

    • Jorge

      Vc cometeu um equivoco no brasil 50 por cento da população e branca, 40 e parda e 8 e negra

  • Alessandra França

    Já se retratou há muito tempo

  • mari diva

    BASTA! Mas basta desse assunto, isso sim.
    Todos concordamos q preconceito de cor, religião, sexo etc seja algo triste e deprimente. Porém, mais deprimente que isso, é querer tirar proveito da situação. O mundo do volei está cheio de hipocritas, que ano passado minimizaram um problema MUITO MAIS SERIO com o central Michel, e agora querem fazer a vez de Madre Tereza. Bruninho, William, Gustavo e cia, pq nao se mobilizaram assim no episodio do ano passado? pois sao tao preconceituosos quanto!
    E longe de mim algum traço de racismo, mas um atleta de alto nivel precisa estar preparado para as ofensas da torcida. Que sempre aconteceram e continuarão acontecendo.
    Se Wallace esta todo doído por causa de UMA (1!) pessoa que o xingou, imagina quando for hostilizado em coro.
    Acredito muito no potencial atletico do atleta em questao, e defendia inclusive sua vaga entre os 12 da seleção. Agora tenho minhas duvidas.
    Não aguenta a pressão, vá jogar peteca!
    Diva é a Mari, que mesmo nao sendo chamada de macaca, deu uma bela banana pra torcida do rio quando jogava por sao caetano.

    • Afonso (RJ)

      Perfeito. Concordo em genero, numero e grau. E ainda digo mais. Torcida tem mesmo é que pegar no pé. Pagam para isso. E querer cobrar educação e civilidade de torcida é no mínimo utópico. A única coisa que torcida não pode fazer é interferir fisicamente, do tipo jogar objetos na quadra, ou tentar invadir. De resto, no meu entender, pode chamar o juiz de ladrão, o técnico de burro, fazer corinho de FDP para auxiliar, chamar jogador de bicha ou de macaco ou de fantasma se for branquelo. Tudo bem que até se deplore tais fatos, mas querer coibi-los ou inflingir punições, muito em breve qualquer jogo, de futebol, basquete, vôlei ou até mesmo peteca, vai ser com portões fechados.

      E é bom lembrar, que a torcida do Rio achou uma tremenda graça da banana da Mari, e a recebeu de braços abertos na temporada seguinte quando veio jogar no Unilever.

    • Alessandra França

      Numa coisa eu concordo, esses jogadores hipócritas que ano passado falaram que o que aconteceu com o Michael, dessa vez todos se pronunciados revoltados. Pq isso? Um preconceito é pior que o outro? Preconceito é preconceito! Foi lamentável com Wallace, foi lamentável com Michael. Nossos jogadores muitas vezes são despreparados, como vozes ativas diante público, em dar determinadas opinioes. Nalbert, Gustavo, Murilo, todos jogadores do Cruzeiro, na época do Michael tentaram minimizar o fato e agora acham maior o acontecido? Tem que lutar pelo Wallace sim, mas tinham que ter feito isso com o Michael também. Infelizmente a cabeça de todo mundo ainda precisa evoluir demais.
      E o que falar do Willian falando ” pé rapado metido a granfino”, sei que o Willian é um cara inteligente, mas pô não foi com a cabeça quente na hora do jogo nao, vamos pensar antes de postar a coisas na rede! Comentário preconceituoso tb.

  • Carlos Eduardo BH

    Eu acho que o assunto do Michael é diferente do caso do Wallace, porque se ele é gay, ele não tem que ter vergonha disso, e outra, na época ele não tinha assumido ainda, assumiu depois daquele jogo porque quis. O caso do Wallace é outra coisa porque está o comparando com um animal ou coisa do tipo, embora nos dois casos ambas as torcidas estavam erradas.

    • Luiz

      Carlos Eduardo, pensar não custa nada.

      Todo mundo sabe que o Michael é afeminado, e que ele sempre foi perseguido por isso. No entanto, NUNCA ocorreu algo parecido com o que a torcida do Cruzeiro fez. Milhares de pessoas gritando a mesma coisa foi fora do comum. Não tente aliviar a barra da galera.
      Se o Michael foi discriminado por sua característica física, é o mesmo caso do Wallace SIM. Do Michael ainda foi pior.

    • Luiz

      só mais uma coisa:
      Sim, o Michael é gay, não BIXA como muitos gritaram. O cara é uma ótima pessoa, e muito comportado. Até mesmo o Bernardinho disse que o Michael é um exemplo de atléta.

    • Fernando

      Ok, pessoal gritou pro Micheal só por gritar, nunca imaginavam que ele é realmente homossexual…. gente,por favor,né.
      Não é porque a pessoa seja realmente que ela precisa aceitar ser chamada por um ginasio inteirinho de forma pejorativa como foi aquele dia. Se foi constrangedor pra quem via pela tv, onde o som é tão abafado, imagina ao vivo.
      Percebemos que nós temos muito a evoluir ainda quando a gente vê alguem sendo chamado de “macaco”, tão lamentável. Mas também quando ainda acham normal chamar de viado, bicha e achar uma reclamação menor a pessoa que se sentir lesada por isso. De uma vez por todas, preconceito é preconceito! Enquanto nos revoltarmos apenas com o preconceito contra negros ( o que é de se revoltar, que fique bem claro! ), mas ficarmos aí a torto e a direito como forma de ir contra alguem chamando de veado, bicha e por aí vai, estaremos demonstrando uma pobreza de espírito que já deveria ter mudado. Ei, ninguém xinga alguem de veado porque adora essa pessoa. Pense nisso,então há alguma coisa de errado sim.

  • emanuella

    é inacreditável que alguém tenha preconceito com cor, inacreditável, num pais de maioria negra?? não faz o menor sentido.

    Fora que o time do Minas tem mais negros que o time do cruzeiro. surreal. acho que deveria ter procurado a pessoa e a exposto ao ridículo, e só. porque punir o time é impossível. não tem como prever que alguém terá esse tipo de comportamento, então a punição é irrreal.

MaisRecentes

Semana positiva das Seleções adultas



Continue Lendo

Coluna: O polêmico teste na regra do vôlei



Continue Lendo

Vaivém: Mais estrangeiras na Superliga?



Continue Lendo