Atraso, ventiladores, Sesi sem opostos, vitória da Cimed/Sky e cornetada de Rodrigão



Pelo título do post já é possível perceber que o jogo entre Cimed/Sky e Sesi, nesta terça-feira, não foi dos mais comuns.

A começar pelo atraso de quase duas horas para o início do confronto, em Florianópolis. O motivo, que não é uma novidade no ginásio Capoeirão, não deixa de ser estranho: piso da quadra molhado devido ao calor/umidade excessivos, que fez com que os atletas transpirassem mais e deixassem o chão ainda mais escorregadio ainda no aquecimento. Meio bizarro, não?

Para a secagem do piso, jogadores abanaram toalhas, garotos passaram panos e até vários ventiladores foram usados. O oposto Wallace, do Sesi, que não atuou por estar machucado, fez piada via Twitter.

“No jogo de Sesi-SP x Cimed hj quem ganhar o VivaVôlei leva um ventilador”.

E todo o Big Brother pré-jogo era mostrado em rede nacional, já que o SporTV abriu a transmissão por volta de 18h40.

Agora, um elogio. A atitude do árbitro Paulo Turci, de esperar o tempo que fosse preciso para secagem, foi corretíssima, já que a integridade física dos atletas estava em risco. Nem mesmo a TV ao vivo, que por si só já aumentava a pressão para um início mais rápido, fez com que Turci antecipasse o início do confronto. Perfeito.

O fato, porém, reforça a necessidade de a CBV cobrar ginásios melhores dos clubes para a próxima temporada. Já tivemos problemas com goteiras, jogadores publicando fotos de banheiros sem condições de uso, e agora este fato no Capoeirão. Depois vamos reclamar que os jogos não passam na TV aberta, né! Motivos parecem não faltar…

Voltando ao jogo. Com a quadra em condições, a superioridade dos catarinenses, que vinham de duas derrotas, ficou clara. Apesar de o Sesi ter entrado como um dos líderes, sentiu a ausência dos opostos Wallace e Leozão, lesionados. Juninho começou como titular, depois o ponta Diogo foi improvisado. Sem um homem de segurança para definir os ataques, o time paulista, que também não teve uma noite inspirada no passe, virou presa fácil. As parciais (25-20, 25-15 e 25-18) provam que foi o jogo de um time só. Bruninho foi o vencedor do VivaVôlei, mas a atuação coletiva foi o principal mérito da Cimed/Sky.

Depois do jogo, via Twitter, o central Rodrigão soltou os cachorros nos rivais. A mensagem logo depois foi respondida por Bruninho. Veja literalmente o que eles escreveram:

“Parabéns, Cimed Sky pela vitória e pela falta de respeito com nós atletas depois de tudo,botar musiquinha de chupa no final do jogo é demais”

“Pede desculpa pra galera pela babaquice!!! Todos nós jogadores e comissão ficamos com vergonha!! Abs”

 



MaisRecentes

Brasil impõe primeira derrota à Turquia na Liga das Nações



Continue Lendo

Entrevista com Kerri Walsh, três vezes campeã olímpica



Continue Lendo

Vaivém: Oposto troca Sada/Cruzeiro por Ribeirão



Continue Lendo