As “zebras” se espalham pelos Estaduais



Na segunda-feira foi a vez do São Cristovão/São Caetano derrubar o Sesi na abertura das semifinais do Paulista feminino. Ontem, o Pinheiros deu sequência às surpresas, fazendo um incontestável 3 a 0 no poderoso Molico/Osasco.

Comparando as duas zebras, a do Pinheiros se torna maior pelo fato da escalação da equipe de Luizomar de Moura. Dani Lins, Mari, Carcaces, Thaisa, Adenízia, Camila Brait… Meia Seleção Brasileira e mais duas jogadoras de nível internacional. Por mais que ainda pesem a falta de treinamento do grupo todo junto e a consequente falta de entrosamento de algumas delas, é um resultado que o Pinheiros deve comemorar demais.

As destaques da equipe da capital, muito bem comandada por Wagão, foram a oposto Rosamaria e a ponta Ellen, que marcaram 17 pontos cada. Pelo lado do Molico, Carcaces e Adenízia anotaram dez cada.

Agora o Molico fica na mesma situação do Sesi. Ambos precisam vencer o jogo de volta e o golden set. Será que teremos a final das zebras como prévia da Superliga?

E, por falar em surpresas, mais um resultado surpreendente, agora vindo do Rio Grande do Sul. O Canoas foi derrotado, no encerramento da fase de classificação do Gaúcho masculino, pelo Bento por 3 a 1 (25-17, 23-25, 25-20 e 25-22). Com o resultado, o time de Gustavo, Quiroga, Minuzzi & Cia. ficou atrás do Voleisul e terá de encarar novamente a equipe de Bento Gonçalves na semifinal.

O Bento, que já foi um celeiro de bons jogadores, jogará a Superliga B e tem no elenco jogadores que tranquilamente jogariam na elite. O time conta com Rívoli, Tuba, Dentinho, Reffatti…



MaisRecentes

Quem fica com as últimas vagas na Superliga masculina?



Continue Lendo

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo