A aposentadoria do ponta Dante



Campeão olímpico, tricampeão mundial, hepta na Liga Mundial, bi na Copa do Mundo e do Pan-Americano. Dante, dono deste currículo invejável pela Seleção Brasileira, vai encerrar a carreira.

Aos 37 anos, o ponta vai parar de jogar ao fim da atual Superliga, que nesta semana entra nas quartas de final. O EMS/Taubaté, time de Dante, disputará vaga nas semi contra o Minas.

O jogador concederá uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, em Taubaté, para explicar os motivos da decisão.

Com o término da carreira de Dante, os remanescentes do ouro em Atenas-2004 ficam restritos ao levantador Ricardinho, ao líbero Serginho Escadinha e ao oposto André Nascimento, outro que já marcou data para parar de jogar.

Dante

Taubaté será o último clube da vitoriosa carreira do ponta (Divulgação)

Dante é um daqueles jogadores que merece todas as homenagens neste momento do adeus. Talento precoce, disputou a primeira Olimpíada em Sydney-2000, aos 19 anos. A primeira de quatro participações olímpicas, a única sem medalha, com o sexto lugar. Na sequência, já na era Bernardinho, faturou um ouro (2004) e duas pratas (2008 e 2012). Ganhou o apelido de Magrelo, pelo perfil esguio para os 2,01m.

Migrou da saída de rede para a ponta ainda no início da carreira internacional. Desenvolveu-se no passe e ganhou espaço em uma posição recheada de craques: Nalbert, Giovane, Giba, Murilo, entre outros.

Por clubes, rodou o mundo: Itália (Modena), Rússia (Dínamo de Moscou), Grécia (Panathinaikos e Paok) e Japão (Panasonic Panthers). No Brasil, além do Taubaté, os principais times defendidos por Dante foram Minas e os extintos Suzano e RJX.

Após a aposentadoria terá mais tempo para viver no campo, cuidar de cavalos e bois. Sempre foi um hobby e também o destino de parte do investimento com os ganhos da carreira.

Abaixo uma galeria com momentos do jogador:

QUEM É ELE

Nome: Dante Guimarães Santos do Amaral
Data e local de nascimento: 30 de setembro de 1980, em Itumbiara (GO)
Altura e peso: 2,01m e 86kg

VEJA TAMBÉM

+ André Nascimento fala sobre a carreira e a aposentadoria



MaisRecentes

Coluna: Minas e um dia histórico para o vôlei nacional



Continue Lendo

O tremendo desafio de Minas e Dentil/Praia Clube no Mundial



Continue Lendo

Coluna: Sinal de alerta com as chuvas no Brasil



Continue Lendo