Após longa batalha contra problemas no fígado, Anzanello morre na Itália



O vôlei italiano está de luto. Morreu, nesta quinta-feira, Sara Anzanello, campeã mundial em 2002.

A ex-jogadora tinha apenas 38 anos e ostentava no currículo, além da maior conquista da seleção feminina da Itália, duas edições da Copa do Mundo (2007 e 2011), além de duas Supercopas, três Copas Itália e uma Copa CEV por clubes.

A central marcou época no Novara, atuando de 2001 a 2009. Depois atuou duas temporadas no Villa Cortese e depois passou um ano no Azerrail Baku, do Azerbaijão.

Anzanello passou por um transplante de fígado em 2013, após batalhar contra uma hepatite. Após a recuperação, passou a auxiliar na gestão do Club Itália. Para quem não sabe, o Club Itália é um dos pilares do sucesso da atual Azzurra, por ser um projeto de revelação e lapidação de atletas, participando da segunda divisão do campeonato local e dando rodagem para a atual base da seleção adulta.

Anzanello na reta final da carreira como atleta (Divulgação Liga Italiana)

O encerramento da carreira como atleta foi novamente pelo Novara, mas já pela Série B1.

Após deixar as quadras, Anzanello se engajou em campanha sociais por doações, além de apoiar a formação de atletas.

Nas redes sociais, Anzanello festejou nos últimos dias a medalha de prata da Itália no Campeonato Mundial do Japão. A última foto publicada no Instagram é da recepção calorosa que o time teve ao desembarcar no país.

A Liga Italiana já anunciou uma série de homenagens para a ex-jogadora na rodada de fim de semana no país.

LEIA TAMBÉM

+ Vôlei Renata abre Superliga batendo o campeão Sada/Cruzeiro



MaisRecentes

Douglas Souza desbanca Lipe e Tandara na escolha do melhor do ano



Continue Lendo

Atual campeão abre Superliga feminina com vitória. É o grande favorito?



Continue Lendo

Dentil/Praia Clube conquista a Supercopa. Mas tem muito a evoluir



Continue Lendo