Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Ser mandante não é garantia de vitória na atual edição da Superliga masculina. Na sétima rodada, encerrada ontem, apenas um dono da casa venceu: o Lebes/Canoas.

O representante gaúcho passou pelo Copel Telecom/Maringá por 3 a 1, na segunda-feira. Os demais triunfos foram de visitantes: Sada/Cruzeiro em BH contra o Minas, Sesi em Campinas contra o Vôlei Renata, Sesc em Juiz de Fora, EMS/Taubaté em Montes Claros e finalmente Corinthians/Guarulhos diante do Caramuru em Ponta Grossa.

Fiz um levantamento das rodadas anteriores e o número de vitórias dos visitantes chama a atenção. Foram 23 em 44 partidas já disputadas nesta temporada da Superliga masculina. Um percentual acima de 50%.

O Sada/Cruzeiro lidera a estatística, com seis triunfos fora de Contagem. O único revés do líder também foi como visitante, em Taubaté. Na sequência aparecem Sesi e Vôlei Renata com três vitórias fora.

Em Ponta Grossa, o ponta Fábio saiu do banco de reservas para ser o destaque corintiano no triunfo no tie-break. Ele levou para casa o Troféu VivaVôlei Cimed.

– Foi um grande jogo, com uma torcida fantástica, que está de parabéns por fazer uma linda festa aqui em Ponta Grossa. E quero agradecer a nossa torcida também, que compareceu. A equipe deles é muito bem montada, fez um grande jogo e todos estão de parabéns – comentou Fábio.

 



  • Senhor Omar – Trágico

    Para alguns clubes ser mandante ou visitante é sinônimo de vitória. Sada.. Taubaté e Sesc só têm possibilidade de perder se se enfrentarem.

MaisRecentes

Os duelos da Copa Brasil feminina



Continue Lendo

Lances do clássico Vôlei Nestlé x Sesc



Continue Lendo

Coluna: O maior desafio do Sada/Cruzeiro no Mundial



Continue Lendo