Anotaram a placa em Floripa?



Se o time feminino do Vôlei Futuro decepcionou pela incrível virada sofrida em Minas, o masculino tratou de reabilitar Araçatuba na competição.

Em Florianópolis, vitória incontestável sobre a Cimed/Sky, parciais de 25-17, 25-16 e 25-22.  O placar mostra bem o domínio dos visitantes. Eu, particularmente, esperava que o duelo fosse longo (durou 1h30) e com pontuação bem mais apertada.

O resultado coloca o time de Ricardinho, Camejo, Lorena & Cia. na liderança, com 39 pontos, dois a mais do que o vice-líder Sada/Cruzeiro.  Ainda flertam com a liderança Sesi (37), Cimed/Sky (35) e Vivo/Minas (33), que nesta quinta fez um 3 a 0 importante sobre o RJX, sexto colocado, mas que vinha embalado no returno.

Lorena, com 14 pontos, foi o maior anotador, seguido de perto por Camejo (12).  Quando essa dupla está inspirada, o Vôlei Futuro se transforma. E assim tem feito frente aos demais primeiros colocados.

Os times agora têm uma pausa de uma semana durante o Carnaval.

 

 



  • Lucas

    Acho que passe do Cimed é horrível ; os atacantes não são “de força” e se é ruim a recepção é muito difícil resolver. Rivaldo, acho que é muito limitado.

  • ???

    Sabe o segredo? DENTINHO. Nós torcedores do Vôlei Futuro há muito tempo cobrávamos do técnico Cézar Douglas a saída do ponteiro Bob, que vinha muito irregular nas partidas. Pedíamos a entrada do Dentinho, pois ele é o único que podia e pode dar o volume de jogo que o Ricardinho precisa. A defesa e o passe dele são providenciais.

    E outra, repare na postura do Ricardinho, ele sempre FERVE nos jogos, reclama, leva cartão. No entanto, sempre que joga contra a Cimed, ele se comporta como um lord, calado, focado, mesmo nos jogos em que perdeu. Já o Bruninho, fica preocupado de vencer o Ricardinho, faz caras e bocas, comemora de maneira deselegante, sai do foco do jogo. Eu acho que esta forma de jogar calado sempre que encontra a Cimed é uma tática psicológica muito pertinente, pois só a presença do Ricardinho já afeta o Bruno. Ano passado, nos dois jogos das quartas de final, nos quais o Vôlei Futuro eliminou a Cimed, o Ricardinho teve a mesma postura “fria”. É só ver o ultimo ponto deste jogo: impaciente, o Bruninho quis atacar, achando que passaria por um bloquieo triplo, da equipe que tem o melhor bloqueiro, segundo as estatísticas.

  • Paula

    Hehehe Adorei a chamada do post! Que jogo! Logo no começo já muita tensão (Torcida Cymed x Lorena). E ouvir o Nalbert no Sport TV falar que se a convocação para a seleção fosse apenas por critérios técnicos a vaga seria do Ricardinho … não tem preço!!! De novo, que jogo!!!

  • newton.carvalho

    Me pergunto, o que está acontecendo com o fundo de quadra da CIMED? O Renato que sempre se destacou nos bons tempos por ter um ótimo passe e ajudar o time na defesa anda irreconhecível. Sobre o líbero, acho que nem é preciso tecer maiores comentários. Comparar Ricardinho com o Bruno ou vice-versa é chover no molhado. Mas o que chama atenção é a “pobreza” tática do jogo que a CIMED está apresentando. O caras simplesmente só estão vencendo quando arriscam tudo no saque. Se o saque entra bem, se não entra amém… é muito pouco para um time com tanta qualidade. Saudades do Pacheco pois este tal de “Douglão” é uma água como técnico.

    Agora, em relação ao Volei Futuro, me impressionou como o Cubano conseguiu evoluir no passe. Pena que não dá para naturalizá-lo, pois vamos precisar de sangue novo para a posição de ponteiro visando 2016. Mas é inviável, pois resultaria num embrólio esportivo e político para lá de complicado.

    • Guga

      Realmente Newton, o Camejo deveria ser um objeto de estudo para nossos Ponteiros da Seleção… Eles faz coisas Extraordinarias e visivelmente sem o Maior esforço, enquanto os nossos Ponteiros para fazer o ataque da varios passos para trás p pegar impulso, ele so faz pular e sobe acima do bloqueio alheio, No jogo contra o Sesi no qual o VF venceu, ele fez uma Diagonal curta pra cima do Murilo que em todos os anos que assisto partidas de Volei nunca vi Igual.. A Seleção Cubana perde muito sem o Camejo que poderia substituir o Bell, e Nós Ganhamos muito com isso! hehe

      • newton.carvalho

        Pois é Guga. Todo mundo “baba ovo” para o garoto marrento León. Mas sinceramente, se o Camejo manter a cabeça no lugar e continua a evoluir nos fundamentos como passe e defesa não vai ter para ninguém! Com relação ao papo da naturalização é algo para lá de complicádissimo, pois estaríamos entrando no campo minado da política. Tudo o que diga respeito a Cuba, nosso governo anda como quem evita pisar em ovos e tomates. Seria legal se pudesse acontecer, pois precisamos de jogadores com este potencial para substituir nossos ponteiros veteranos para 2016. Por outro lado, é um papo que despertaria um ciúmes absurdo, pois seria a prova cabal de que não temos nenhuma “novidade”, ou melhor, nenhum ponteiro excepcional que possa ser trabalhado.

  • Nele

    A diferença estava no passe e no ataque ,certamente não para levantadores.

    • Luiz

      ah, mas teve uma grande diferença sim. Nos poucos momentos em que o passe vinha ruim, o Ricardinho botava a bola pelo menos em condições favoráveis aos seus atacantes. Agora vá perguntar ao Rivaldo o que ele achou daqueles levantamentos do Bruno.

      • Nele

        Mesmo Ricardo levantou errado …. mas seus atacantes virano tudo: é a diferença.

        • Guga

          Existem ATACANTES e atacantes, o Lorena e Camejo são ATACANTES.
          Pra eles nao tem bolas, perdidas, no jogo de ontem mesmo o Lorena fez uns 3 pontos com bola q tava bem atras da area de ataque e ele rodou a mão, se fosse um atacante normal, iria passar a bola pro outro lado com a maior facilidade.. Isso eh muito comum de se ver com a Selecao Cubana, poucas vezes em levantadas ruins eles passam a bola de manchete, em praticamente todas eles descem a mão, mesmo com as chances de erro ser grande.

      • Lucas

        Rivaldo fica no bloqueio também a umo ….. imaginar!

  • Simone Gomes

    Eu como boa torcedora do VF não poderia deixar de festejar essa partida. Perdi até o sono a noite de tanta emoção. A cara que o César Douglas fez quando acabou a partida foi linda demais, me emocionei.
    Mas vamos lá, sobre o jogo. Não entendi o que aconteceu com o João Paulo Tavares ontem, sou fanzona dele e achei ele apagado, cometendo erros bobos. Pra mim ele é um dos melhores que temos no Brasil. Adoro ele, assim como adoro o Bruno Rezende.
    Mas ontem o Lorena & Ricardinho estavam em plena Lua de Mel. E o Cubano sem comentários, e o Dentinho inspirado no passe e o Michael e o Vini sacando como ninguém e é claro nosso líbero maravilhoso em todos os sentidos. Foi muita emoção.
    Só sei que o negócio vai ficar feio daqui em diante, semana que vem pegamos o VIVO/MINAS que está jogando muito e sacou o RJX num 3 a 0 nessa rodada.
    Depois pegamos o SADA na casa deles, que já é tipo um trauma pra nós e depois o SESI aqui em Araçatuba pra pegar fogo no Caldeirão.
    Vou providenciar meu Kit Voleibol: MACA, REMÉDIO PRA BAIXAR PRESSÃO e CHÁ DE CAMOMILA.

    • Afonso (RJ)

      Não esquece o ambu e o desfibrilador…

  • Leonardo Paulino

    Momento ruim para Brasil pois tanto na seleção masculina quanto na feminina de não possuem os melhores levantadores da atualidade Ricardinho e Fernanda Venturini que não desfrutam de boa relação com os tecnicos das respectivas seleções será que é justo punir a seleção por brigas do passado?

    • Lucas

      Sim.

      • Luiz

        Acho que no Brasil tem muito nhenhenhem.

        O Lloyd Ball, levantador dos EUA jogou a olimpiada passada brigado com técnico. Pois ambos tinham gênio muito forte. No entanto, ambos se uniram para um bem maior, e pelo menos no ambiente de trabalho se respeitavam e se falavam normalmente.
        Mas, aqui no Brasil, tudo é um drama, um arrasto de corrente, uma choradeira.

        Lembro que vi um programa no canal E, no qual falava que no Famoso seriado de tv Sexy and the City, Sara Jessica Parker e Kim Catrel se odiavam. Tudo começou quando Sara passou a ser produtora da série, e começou a favorecer apenas o papel dela. Só que Kim, brigava com ela, discutia, porém, na hora do trabalho tudo era deixado de lado. E o melhor de tudo é que esta briga só foi divulgada ao público depois que a série acabou. Elas foram tão profissionais que acabaram chocando o público, que não sabia que as duas se odiavam. Hoje em dia, elas se reuniram e lançaram dois filmes juntas, mesmo sem gostar uma da outra.

        SÓ AQUI NO BRASIL QUE TUDO É LEVADO A FERRO E FOGO. SÓ AQUI O PROFIOSSIONALISMO É DEIXADO DE LADO POR CAUSA DE DRAMAS E VAIDADES.

        A GENTE AINDA TEM MUITO O QUE APRENDER MESMO.

        Acho que o Bernardinho deveria repensar suas escolhas. Ainda há tempo. Cuba, Itália, Polônia, Rússia e até mesmo a China revelaram grandes levantadores. E para piorar o Ball voltará para a seleção americana este ano. Todo mundo sabe que desde que o mundo é mundo, os Americanos perdem todos os campeonatos, menos olimpiadas. Sempre que chegaram à final, ganharam. Eles não tem prata, nem bronze, só OURO.

  • Lucas

    “Cuba, Itália, Polônia, Rússia e até mesmo a China revelaram grandes levantadores” …ahhahaha Você está louco? Comparado Bruno e Marlon são magos !

    • Luiz

      Olha, então o fanatismo chegou a fundir a sua cabeça. Pois a falta de técnica do Bruno e do Marlon são compensadas pelos ótimos atacantes que a seleção têm. Já vi o Leandro Vissoto virar cada pepino na saída, que é justamente o pior levantamento do Bruno.

      No jogo contra a Polônia, em que o Bruno entrou e o time virou o jogo. Eu fiquei rindo da cara dos comentaristas esportivo, colocando o Bruno em um pedestal. Pois o Bruno entrou, fez cinco pontos de bloqueio (méritos dele), chamou a equipe pra cima. Ok! Mas, e os levantamentos? Alguém viu? A maioria das bolas foram para o Vissoto, que inspiradissimo virou todas. Mesmo esntando marcada. O Bruno entrou, bloqueou, e até atacou, se não me engano. Mas, ele não é levantador? então, o que ele fez de diferente na sua área? Bloquear qualquer um poderia ter feito isso, atacar também, mas e levantar? Todo mundo ficou feliza, ganhamos a vaga olímpica! Mas, então quer dizer que nas olimpiadas vamos depender dos bloqueiro e dos ataques dos Bruno? Então, quem vai levantar? SOCORRO!!!

      Se você acompanhasse os campeonatos internacionais, saberia que todos este levantadores são muito talentosos, e estão em ótima fase. Até o levantador da China deu um BANHO no Bruno e no Marlon naquele jogo da Copa do mundo. Você viu o aquele moleque fez? O levantador da Itália é um arraso, de Cuba então é um primor, é só a equipe dele começar a acopanhar o ritimo dele, e aí não vai ter pra ninguém. Na copa do mundo, ele deu uma surra nos nossos dois levantaodres, levando seu time à vitória. O da Rússia e da Polônia evoluiram muito, vão chegar com tudo em Londres. E os nossos levantadores que só sabem levantar bola de meio, ponta e meio fundo? Um horror!!! Que maravilha foi ver o Ricardinho brincando ao levantar as micos as desmicos, os tempos costa. Ai, nao vou nem continuar porque se o Bruno ou o Marlon lerem isto é bem capaz de eles aprenderem.

  • Lucas

    Toda essa conversa de dizer o que? Repito … se você disser “Cuba, Itália, Polônia, Rússia e até mesmo a China revelaram grandes levantadores” você não sabe nada sobre o voleibol. Ah … os atacantes brasileiros de hoje não são os melhores do mundo! Acorda!
    O problema é que você de Bruno, Marlon ect não vai reconhecer nada simplesmente porque não são Ricardo.
    Eles não serão os melhores do mundo, mas são objetivamente melhores do que aqueles que você menciona.E isso, para mim, é fantatismo.

  • Luiz

    Em momento algum eu disse que os levantadores da Itália, Cuba, Polônia e Rússia são melhores do que ninguém. Apenas quis mostrar que o nossa seleção não vai mais encontrar caminho fácil. E também não me lembro de ter dito que os atacantes brasileiros são os melhores do mundo. Você está entendendo tudo errado. Apenas disse que os atacantes são bons, e ás vezes dão jeito nos levantamentos ruins de Bruno e Marlon.

    Eu também não disse que não acho Bruno e Marlon talentosos, pois eles são. Ao Marlon falta ousadia. Ao Bruno falta humildade. Pois ele disse no final da liga de 2009 que se o Ricardo voltasse à seleção, o time perderia muito em bloqueio e defesa. Atah!
    A diferença deles para o Ricardo é saber buscar o melhor de seus atacantes. Pois, tome como exemplo o Dante. Quando ele jogava na seleção com o Ricardinho, o Dante batia mico, desmico e até mesmo china (aquela jogada feminina). É isso que eu estou tentando fazer você entender. Os levantadores do Brasil são limitados. Só os vi jogar bem na final da liga mundial de 2009, quando foram campeões. Já na final do mundial de 2010, nem dá para avaliar, já que Cuba praticamente não jogou nada. Até hoje eu não entendo porque Cuba se entregou tanto naquele jogo.

    Marlon e Bruno podem evoluir? Claro que sim. Mas, para que esperar se nós temos um levantador pronto jogando demais, e com todas as jogadas prontas na cabeça? É só este o meu questionamento. Nada mais.

  • Lucas

    Luiz .. o seu discurso não precisa de explicação ;é tão óbvio … como é tão errado. Digo-lhe mais. O problema no Brasil está longe de ser o setter. O problema do Brasil é a falta de um oposto determinante e de força física no ataque. Este é o drama brasileiro real em relação ao voleibol moderno.

  • Luiz

    Então, tá, cada um fica com a sua opinião. E todo mundo se entende. Guarde este seu dircurso para o pós Londres, quando o levantador Ball dos EUA acabar com a nossa seleção, como já fez. Se mesmo assim, você não mudar de opinião, então não tem mais salvação.

    • Luiz

      ah, uma ultima coisa: esta sua história de que não temos oposto virador de bola, lembre que é notório que o pior movimento de levantamento do Bruno é para a saída. Todos os comentáristas de vôlei já apontaram isso . Pense nisto. Talvez não seja só culpa dos opostos se o levantador titular não sabe levantar tão bem para a saída.

  • Lucas

    Você se lembra que Vissotto com Ricardinho no ano passado não jogou uma bola para baixo e que o oposto de Modena (um OPOSTO) jogou todos aqueles de Bruno. Obter duas contas.

    • Luiz

      É mesmo. Ele disse que não sabia jogar com as bolas aceleradas do Riardinho. Mas, pensemos: o camejo também é tão alto quanto ele, e também ataca pela saída. Mesmo com as bolas aceleradas, ele partia com tudo para à bola. A culpa deve ser mesmo do Ricardo.

      E pelo o amor de Deus! Comparar Vissoto com Enrrel Dennis? kkkkkkkk O Dennis não tem altura, mas é um grande jogador. Ele é aguerrido, vibrante, parte com tudo para a bola. Ele é o que o Lorena é hoje, um virador de bola. Simples assim.

      • Lucas

        Você é o único que falou da dificuldade de Vissotto com Bruno kkkk

      • Lucas

        E eu falo para você da dificuldade de Vissotto também com Ricardo.

  • Lucas

    Eu digo mais … eu realmente gostaria de Ricardinho jogar em Londres… .. não mudaria nada (na verdade pior, porque nenhum de seus antigos camaradas querem) e perder miseravelmente. Pelo menos neste caso não iria culpar Bruno e Marlon que são aqueles que com as nossos limites têm pouco a fazer.

    • Luiz

      Eu também queria ver o Ricardo em Londres. Por outros motivos é claro. Mas, é impossível. Acho que o simples fato de ele ficar no banco, faria o Bruno voar em quadra. Mas, isto não vai acontecer.
      O Ary Graça disse ano passado que não se mete em convocação, mas que se o Ricardo precisasse, ele estaria pronto para interceder. Não vejo o Ricardo ligando para o Ary pedindo ajuda. Ele quer esstar lá por méritos, não por politicagem.

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo