Alguém tem dúvida sobre os finalistas do Sul-Americano?



Começou ontem o Campeonato Sul-Americano feminino de clubes, no Triângulo Mineiro. Uma competição para cumprir tabela até a decisão, infelizmente.

O nível técnico entre os representantes brasileiros e os demais é abissal. E dá para escrever, com certeza, de que a final reunirá, no sábado, em Uberlândia, Rexona-Sesc e Dentil/Praia Clube.

O time carioca entrou em quadra, em Uberaba, contra o Boca Juniors, da Argentina. E as parciais explicam bem o abismo que superam as rivais sul-americanas: 25-17, 25-8 e 25-8. Bernardinho colocou em quadra todas as reservas, inclusive. Na quinta, o passeio será contra o San Martin, do Peru, no encerramento da primeira fase.

Rexona passou na abertura do Sul-Americano (Beto Talmeli/Divulgação)

Rexona passou na abertura do Sul-Americano (Beto Talmeli/Divulgação)

Hoje, em Uberlândia, o Praia estreia contra as bolivianas do Olympic Club. Chance grande de parciais ainda mais escandalosas das vistas  ontem. Na quinta, o confronto será contra o Villa Dora, da Argentina.

Pelo regulamento, as semifinais acontecerão entre o primeiro de um grupo contra o segundo do outro. Ou seja: no sábado os rivais brasileiros duelarão pelo título e vaga no próximo Mundial da FIVB.



MaisRecentes

Não sei em quem apostar na Superliga feminina



Continue Lendo

Coluna: Um por todos, todos contra Taubaté na Superliga?



Continue Lendo

Caramuru usa artifício jurídico para jogar a Superliga



Continue Lendo