Alguém ainda duvida deles?



Ricardo e Emanuel  voltaram a jogar juntos após cinco anos de separação. E logo no primeiro torneio já foram campeões.

Neste domingo, faturaram a etapa de Vitória do Circuito Banco do Brasil. Incrível como eles, que somam 80 anos e já ganharam tudo na vida, ainda  jogam o fino do vôlei de praia e conseguem minimizar os atalhos da idade.

Fico imaginando o tamanho do feito de uma conquista da medalha de ouro na Olimpíada de 2016. Talvez roteiro para filme de Hollywood.

O caminho para a classificação para os Jogos ainda é longo. E deverá ser bastante árduo. Mas é bom não duvidar de Ricardo e Emanuel.



  • Jorge

    Daniel, sabe alguma coisa sobre essa holandesa que está treinando com a equipe de Osasco? Se não me engano o elenco já está fechando e não há espaço (pontos) para mais nenhuma atleta.

    • Daniel Bortoletto

      não sei

      • Iuri

        É a Alice Blom, ex jogadora da seleção holandesa (ela foi campeã do GP em 2007). Ja esta aposentada inclusive de clubes. Estou um pouco perdido, mas pelo que entendi elas são cunhadas…so nao entendi oq a Blom esta fazendo nos treinos de fato

  • Aline

    Emanuel e Ricardo juntos rendem muito mais do que separados: ISSO É FATO!
    A dupla brasileira mais vitoriosa de todos os tempos, nunca pode ser subestimada…
    Os invejosos, pessimistas ficaram urubuzando batendo na mesma tecla da idade, mas o que importa é a categoria.
    E em matéria de categoria, a dupla Emanuel e Ricardo é imbatível.
    Parabéns pelo título logo na estreia.
    Esse é apenas o primeiro título de muitos que devem vir por aí!

  • Juliano

    Assisti às semis e às finais, no masculino e no feminino.

    Adoro esta dupla, mas confesso que estava torcendo para o Alvinho. Para o Alvinho, é claro, porque acho o Pedro muito escroto. Vai ser mais um que largará este Pedro, que me pareceu muito arrogante. Jogador como Alvinho, que tem muito volume, é muito difícil encontrar no vôlei. Paradão sem graça igual ao Pedro tem em todo lugar, e realmente Alvinho precisava de alguém que lhe desse mais apoio nos jogos, pois é jovem e tem um grande futuro pela frente. Fiquei besta do saque viagem que ele tem. Não entendi por que diabos só o foi utilizar no final, no tie. Poderia ter forçado antes. Ele jovem, consegue impor mais energia, não precisa ficar economizando tanto. Decepcionante o parceiro dele. Não gostei mesmo. Talvez a postura seja outra fora do jogo, mas durante o jogo achei o apoio ridículo e pareciam apenas dois colegas de trabalho que apenas se aturam. Não é assim que se ganha no vôlei de praia.

    Aos grandes, Emanuel e Ricardo, eu só dou os parabéns. Emanuel arrasando no fundo, não deixando nada cair. Mas, como eles frisaram, ainda precisam melhor o entrosamento, porque por pouco Hevaldo e Bruno não levaram. Fiquei até um pouco decepcionado com Hevaldo e Bruno pois não poderiam ficar tão pressionados daquele jeito, com um jogo totalmente irregular.

    Para quem não sabe, Emanuel e Ricardo quase foram desclassificados, após a derrota imposta por duas promessas, campeões do sub 21. Mas voltaram, conseguiram ir à semi ao eliminarem os algozes (troco é sempre bom!). Foi um jogo muito difícil, e as promessas ainda vão desbancar muita gente daqui para frente. Para quem disse que o vôlei de praia brasileiro estava na pior…

    • Iuri

      Tambem estou amando essa nova fase do volei de praia!!!
      Confiante demais no retorno dessa dupla incrivel do masculino e MUITO confiante também no retorno da Larissa, que está dando UM SHOW a parte, após 2 anos parada. Sua companheira nova está em excelente forma também!
      Rumo ao Rio 2016! Tá na hora de sair mais ouros nessa modalidade!

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo