Agora começa o Sul-Americano que presta



Finalmente poderemos ver algum jogo que realmente preste no Sul-Americano masculino, em Cuiabá.

No sábado, o Brasil pegará a Venezuela, país que já deu trabalho nos últimos anos, mas que atualmente tem uma geração mais fraca do que a liderada por Harry Gomez. Ainda assim, a seleção de Hugo Chavez tem nível para, ao menos, participar de uma competição internacional, bem diferente de Chile, Paraguai, Uruguai, essas babas que estão em Cuiabá apenas como figurantes.

Vitória verde-amarela por 3 a 0 parece mais do que certa. Qualquer coisa diferente me surpreenderá.

Aí sim, no domingo, o único jogo de que se espera algum equilíbrio para o Brasil: o clássico com a Argentina. Um rival que vem evoluindo sob o comando de Javier Weber, que faz um trabalho de base elogiável e que possui jogadores talentosos, fazendo com que os hermanos voltem a ter representatividade no cenário mundial.  Um teste que vale ser visto, já que Bernardinho tem observado algumas mudanças já em vista da Copa do Mundo.



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo