A vitória da integridade



O 3 a 2 do RJ Vôlei sobre o Sesi, em São Paulo, na noite deste sábado, já é meu candidato para o resultado mais surpreendente da Superliga masculina nesta temporada.

O esfacelado time de Marcelo Fronckowiak teria todos os motivos do mundo para aceitar qualquer derrota como normal neste duelo desigual. Quase não tinha jogadores no banco de reservas, vinha de uma sequência de cinco derrotas seguidas, enfrentava fora de casa o time que assumiria a liderança com vitória, não tinha o treinador no banco de reservas… Ou seja: a derrota seria um resultado mais do que normal.

Mas nada disso impediu que o RJ Vôlei fosse valente, não desistisse em nenhum momento do jogo e acreditasse na vitória. Você vai me dizer que Lucão e Lucarelli também não estavam em quadra pelo Sesi. Verdade, dois desfalques importantíssimos para qualquer time do mundo. Mas ainda assim o resultado dos cariocas é espetacular.

Foi emblemática a cena pós-jogo dos jogadores abraçando Fronckowiak. Riad, Vinícius, Bob… Gestos sinceros de quem convive com salários atrasados, debandada de jogadores e incerteza sobre o futuro.

Quem gostou demais do resultado foi o Sada/Cruzeiro, que se manteve na liderança e agora depende das próprias forças para assegurar o título da fase de classificação, que não tem mais aquela história de simbólico. Segundo a CBV, o melhor desta fase teria direito de jogar em seu estado a final. E ela está bem próxima de acontecer em Minas Gerais. Basta vencer o agora embalado RJ Vôlei na última rodada.

 

 

 



  • Cesar Fontes

    O mesmo acontecimento das quartas-de-final da Superliga 2012/2013 quando enfrentou o Canoas e perdeu em seus domínios se repetiu na noite deste último sábado 22/02/2014. É o Sesi.

  • romano

    foi muito bom ver o jogo do Rio acontecer com jogadores comprometidos, o Mário Júnior, que estava devendo, foi muito bem mesmo na defesa e passe, o Vinícius alternou mais altos que baixas, foi ótimo ver o Ualas bloqueando o Sidão, o Bob e o outro central foram bem, e os melhores do jogo foram o Levantador Índio e o Rodriguinho, deram show. A imagem dos jogadores cumprimento o Marcelo no final foi bem bacana mesmo, torço para o time manter essa garra até o final, lutando apesar dos problemas e baixas.

    o Sesi achou que bastaria passar a bola pro outro lado e esperar o time do rio lhe dar os pontos de graça, em erros, o Sandro esteve péssimo ou só havia um atacante no time? {o Evandro}. O Pacheco não tem o time na mão e mostrou certo amadorismo ao não encarar o adversário com seriedade. Derrota que custou caro ao Sesi.

  • Paulo

    SESI-SP vai pegar caro pela displicência, antes mesmo do jogo já tinha jogador em rede social marcando balada para depois da partida, agora se chegar a final vai ter que enfrentar o Cruzeiro diante de sua apaixonada torcida.

  • Afonso RJ

    É…
    E ainda tem gente que diz que os dirigentes do RJ foram “arrogantes” ao trabalhar para manter o time… É cada uma…

  • ana maria

    Parabéns ao RJ (Oi, Furnas etc). É isso aí meninos! Jogar pra valer e ser feliz…ainda que enfrentando muitos problemas. Parabéns comissão técnica e todos que vem lutando para manter o time.

  • essa superliga e a mais doida de todos os tempos parece o campeonato inglês de futebo
    l

MaisRecentes

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo

Vaivém: Vôlei Nestlé confirma apresentação de peruana



Continue Lendo

Vaivém: Polonesa é esperada em Barueri



Continue Lendo