A lógica prevaleceu desta vez



Uma rodada sem surpresas. Demorou, mas a Superliga teve uma noite em que os favoritos comprovaram em quadra a força que possuem no papel.

No jogo com maior expectativa, o Sollys/Nestlé não deu chance para o até então líder Banana Boat/Praia Clube, derrotado em sets diretos: 25-22, 25-16 e 25-17. Vale lembrar que Adenízia segue fora e Sheilla, em recuperação, tem feito apenas a inversão do 5-1.

O resultado fez o atual campeão assumir a liderança, com 15 pontos. O rival de Uberlândia caiu para quarto, com 13, a posição que deve brigar até o fim da fase de classificação com o Sesi, que também fez 3 a 0 no São Bernardo (25-16, 25-20 e 25-17) e soma 12.

Vice-líder com 14 pontos, o Vôlei Amil fez 3 a 0 São Cristovão/São Caetano (25-15, 25-23 e 25-17), com destaque para Priscila Daroit, maior pontuadora (18) e MVP. Ela fez seis pontos de bloqueio.

Também com 14 pontos, a Unilever, em casa, atropelou o Rio do Sul (25-19, 25-19 e 25-13). A canadense Sarah Pavan fez 18 pontos.

A briga pela ponta está animada.



MaisRecentes

Mais seguro, Brasil vence e está nas finais da Liga das Nações



Continue Lendo

Vaivém: Mais uma campeã da Superliga no Osasco/Audax



Continue Lendo

Na estreia de Lucas Lóh na Liga das Nações, Brasil se recupera



Continue Lendo