A imagem do título do Molico/Osasco



Mari levanta o caneco (João Pires/Divulgação)

Mari levanta o caneco (João Pires/Divulgação)

O Molico/Osasco afastou a zebra e faturou o Campeonato Paulista, ontem, fazendo 3 a 0 no São Cristovão/São Caetano, time que já merece muitos aplausos por ter chegado até ali.

Mas deu a lógica, pesando a qualidade do elenco e o tamanho do investimento. E uma das fotos que recebi após o jogo servirá para que vocês debatam um dos assuntos que mais gera discussão no vôlei brasileiro: Mari.

Contratada nesta temporada, a camisa 7 levantou o caneco, já que era a capitã do Molico. Capitã, porém, que ficou a reta final da competição no banco de reservas, após Luizomar de Moura optar por Samara para equilibrar o passe do time, fundamento que não funcionou na semi contra o Pinheiros e quase custou a vaga na decisão. E, diga-se de passagem, opção que deu certo e fez a cubana Carcaces, outra novidade de Osasco, aparecer com destaque nos últimos jogos em seu melhor fundamento: o ataque. Ontem, ela marcou 16 pontos, um a mais do que Ivna.

Pelo jeito, esse será o time para o início da Superliga, com Mari na reserva de Samara e Carcaces ou podendo entrar nas inversões do 5-1 na saída de rede.

E copio abaixo trecho de post que publiquei em maio, quando Mari estava acertando o seu retorno ao time de Osasco:

“Se eu fosse Luizomar de Moura, usaria a ponta na saída de rede de uma vez por todas. O time já sofreu muita com a recepção nesta temporada com a dupla estrangeira Sanja e Caterina. Não sei se ele vai querer repetir a dose, em 2014/2015, com o fundamento que Mari mais sofre. Por fim, Samara, outra com passagem por Osasco, também está voltando. Opção para equilibrar o passe em Osasco”.

 



  • Caio

    Tomara que Mari sirva ao menos para as inversões, Luizomar é louco em gastar 5 pontos com um jogadora em fim de carreira como ela.

  • Roberto

    Eu acho que deveria acabar com os estaduais e fomentar uma super liga melhor, o jogo foi ruim de doer.

  • Su

    Que a Mari não está mais no auge da carreira é inquestionável, mas ela ainda pode ocupar um papel de destaque no cenário nacional. O erro, com certeza, é a insistir em colocar ela como passadora. Como consequência hoje se encontra pouco ou quase nenhum espaço pra Mari na equipe titular do Oscasco. Assim, perde o clube que deixa uma atleta de 5 ponto com o potencial que tem no banco, e perde atleta que fica sem atuar e evoluir no seu desemprenho. Acho que valeria testar a cubana como opsta e Mari e Samara na ponta, considerando que as atuações da Ivna também não tem sido tão regulares.
    Não posso ignorar o comentário acima com relação aos estaduais. O sucesso do paulista é inegável, tato que se tornou um produto atrativo a ponto de ser comprado pela TV, e de deveria ser visto como exemplo. Se tivéssemos mais estaduais com essa força, teríamos reflexos positivos tanto na Superliga quanto no esporte de modo geral.

  • Ramon

    E sobre a Jaque? alguma novidade

    • Daniel Bortoletto

      nada

  • Fernando Adilio

    Acho que Mari só voltará à titularidade quando a Ivna começar a soltar balões…
    É óbvio que entre Mari e Carcaces, não tem nem o que pensar (ponta de força)
    E entre Mari e Samara, Samara está jogando bem e correspondendo ao que se espera (ponta de preparação).
    Se eu fosse o Luizomar, colocaria Carcaces na saída. Ela nasceu pra atacar… Tem característica de oposta (Ótima impulsão; Ataca com bola mal levantada; ataca com bola afastada e tem força, altura e impulsão para trabalhar no ataque de fundo).
    E colocaria a Ivna numa ponta, podendo ou não revezar com Mari.
    Muitos falaram que Osasco não ia longe essa temporada. Eu já acredito que vai, pois tem jogadoras de sobras que podem atacar, msm com o passe não saindo muito bem.
    #VerParaCrer

  • Diogo

    No começo ñ concordei com vc pq ainda esperava a vinda de uma oposta estrangeira,+ como ela ñ veio passei s pensar igual a vc, ñ da pra ter Mari e Carcases no passe, ou seja, Samara de titular e Mari de oposta..Estou vendo muitas pessoas criticando a Mari, + pq só devem ter acompanhado as semifinais do paulista e a fase classificatória ñ..ema fez uma boa fase classificatória, onde fez 25pnts contra o Berno na estréia, 17 contra o Araraquara e 15 contra o Bauru no 2° jogo das quartas além de ter ido bem no ataque tbm contra o Sesi, pra mim ela já está bem fisicamente e oq matou a performace dela(q até a semifinal contra o Pinheiros era boa) foi o passe..
    Eu como fã e entendedor de vôlei e do Osasco penso q o time ideal é: Dani-Mari/Carcases-Samara/Thaísa-Ade/Brait

    • Luiz

      É mesmo. O Daniel só viu o jogo da fase final. A Mari era a única “selecionável” até as outras chegaram da seleção. Ela segurou o time, ainda sem a Carcaces. Era a maior pontuadora em todos os jogos. A televisão mais uma vez prega ilusões.

      • Billy

        Nossa Luiz você já estava na frente do computador(emprestado prá você-é lógico,pois você é pobre e não tem condições de comprar um) às 6:38h da manhâ ? Ah! esqueci você acorda de madrugada mesmo,pois o seu serviço de FAXINA te toma a maior parte do dia,né ? Quanto à Mari,ela já foi ótima-hoje é apenas mediana e olhe lá. Tchauzinho…

  • sara

    sonho com o dia em que verei mari novamente de oposta

  • Guilherme

    Não acredito que Samara dê equilíbrio ao passe até o final da Superliga

    • assim quem vai segurar o passe na superliga é gabi e natalia. por favor deixa de clubismo.
      samara evoluiu muito na temporada passada no pinheiros e sem duvida nenhuma fara no osasco uma temporada brilhante por o time que tem o molico no ataque ate pode deixar a desejar mas no passe ela compessara.

  • Mario

    Seria um time prefeito, com duas grandes atacantes, sem necessidade de jogar a responsabilidade pras meios. Mas não temos mais Fofão ou levantadora deste nível, pra reedição de similar ao melhor time que o País já teve, com Paula e Mari nas pontas, em 2008. Lamentável, porque Dani, Fabíola e outras, não têm disposição, competência e visão de jogo da “gênia”. Então, não resta dúvida de que Mari logo assumirá a titularidade e Ivna vai pro banco. A não ser – sonhar não é pecado – que Dani Lins consiga evoluir e pelo menos chegar aos pés de Fofão, aprendendo a correr atrás da bola e a levantar rápido e decente para as pontas….

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo