A grandeza que o Pinheiros tem!



No dia do aniversário de 459 anos de São Paulo, o Pinheiros, clube social da cidade que mais investe no esporte olímpico, deu um presente improvável para seu torcedor.

O time dirigido por Wagão fez 3 sets a 1 no poderoso Sollys/Nestlé, em pleno Ginásio José Liberatti, parciais de 25-16, 28-26, 20-25 e 25-19, protagonizando uma das maiores zebras da Superliga 2012/2013.

Apoiado em um saque forçado e inteligente, o Pinheiros mandou em quase todas as parciais. O fundamento foi responsável por 11 pontos diretos, um número fantástico. Como comparação, o Sollys fez apenas um, com Thaisa, no fim do segundo set. Com o passe quebrado, Fabíola precisou jogar com as bolas de segurança. Mas Sheilla esteve em um dia irreconhecível, terminando o duelo com míseros três pontos. Fernanda Garay se destacou com 17 acertos, um a mais do que Thaisa.

Pelo lado do Pinheiros, a levantadora Macris distribuiu bem as ações, priorizando Ellen e Andreia. Ambas receberam 21 bolas, virando 17 e 15, respectivamente. Ellen terminou o jogo com 24 acertos, enquanto Andreia e Glauciele fizeram 15 cada. Quem merece uma menção mais do que especial é a líbero Léia, eleita a melhor em quadra. Ela fez algumas defesas fantásticas,  sendo responsável por boa parte do volume de jogo que a equipe da capital demonstrou.

Tenho um certo sentimento tradicionalista em certos assuntos. E fico feliz, por exemplo, quando vejo um clube como o Pinheiros, rico em história esportiva, voltar a triunfar. Lá se respira esporte. Natação, basquete, vôlei, atletismo, boxe, badminton, esgrima, ginástica, handebol, pólo aquático, saltos ornamentais… E não apenas para profissionais, mas com escolinhas de base em vários deles. Além de possuir uma estrutura física de Primeiro Mundo, algo que se vê também no Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte. Mesmo quando os patrocínios minguam, times de vôlei desta dupla não são descontinuados. Aposta-se no barato, na base. Faz parte do DNA dos clubes.

Já ouvi algumas conversas de bastidores de uma possível mudança de patamar do Pinheiros na próxima temporada. A Porto Seguro Auto Mulher entreou recentemente seu investimento no esporte no time de vôlei de clube. Um resultado como o de hoje deve dar total confiança para o patrocinador continuar nos próximos anos, com um aporte bem maior. Seria bem interessante para a próxima Superliga.

Espero que o Pinheiros tenha aprendido também com fracassos anteriores. Ou alguém já se esqueceu do time estelar de Giba & Cia. montado com dinheiro da Sky e que ficou devendo bons resultados?

A vitória do Pinheiros, no dia do aniversário de SP, me faz refletir sobre um outro assunto. A maior cidade do país, centro financeiro da América Latina, sede das maiores empresas, não deveria ter maior representatividade no vôlei? Vou abordar esse assunto na minha coluna Saque, deste domingo, no LANCE!.

Agoram fiquem à vontade para comentar sobre o jogo.



MaisRecentes

Fernanda Tomé é novidade em nova lista para o Mundial



Continue Lendo

Vaivém: Mais uma estrangeira na próxima Superliga



Continue Lendo

Simon veste camisa do Civitanova. Vem novela judicial aí!



Continue Lendo