A grande família francesa



Texto publicado no LANCE! de hoje.

Segundo as regras da família Tillie é proibido o filho Kevin chamar Laurent de pai durante o trabalho. Ontem, porém, uma exceção foi aberta, e até um abraço afetuoso foi permitido após a França vencer a Sérvia por 3 sets a 0, parciais de 25-19, 25-21 e 25-23, no Maracanãzinho, e conquistar o inédito da Liga Mundial.

Sensação de alívio confidenciada ao LANCE!, ainda na quadra, por Kevin, 24 anos, ponta de 2,00m, titular da França e autor de seis pontos na decisão.

– Nós sofremos muita pressão, especialmente meu pai por me manter no time. Então estou muito feliz por termos vencido esta Liga Mundial inédita para a França. Era uma de nossas metas conseguir uma medalha antes da briga pela classificação para a Olimpíada – comenta o Tillie filho, que ajudou a impedir que outra família triunfasse pela primeira vez na Liga: os irmãos Nikola e Uros Kovacevic.

Pai e filho a serviço da França

Pai e filho a serviço da França

Laurent, um ex-jogador com duas Olimpíadas e três Mundiais no currículo, inspirou Kevin a seguir o caminho do vôlei. Ele, porém, opta pela cautela quando o assunto é família. Não gosta de fazer elogios rasgados ao filho, até para evitar que a presença dele no time gere insatisfação no elenco.

– Eu devo tratá-lo como qualquer outro jogador – diz o técnico, sem rodeios.

Os dois esperam retornar juntos para o Rio no próximo ano, para a disputa da Olimpíada. E talvez tragam outro integrante da família Tillie. Killian, 17 anos, irmão mais novo de Kevin, é um dos maiores talentos da nova geração do basquete francês. Tem 2,02m, é ala, defende a seleção sub-18 e inclusive já é cotado para atuar, em breve, na NBA. Killian optou por seguir os passos de Kim, o irmão mais velho (27 anos), que joga no basquete espanhol, após tentativa frustrada de ser draftado na liga profissional americana.

Hoje, Tillie é uma grande família do vôlei. No ano que vem, pode ser uma grande família do esporte.



MaisRecentes

Natália e finalistas da Superliga convocadas para treinos da Seleção



Continue Lendo

Semifinalistas da Superliga e mais alguns são convocados por Renan



Continue Lendo

Vaivém: EMS/Taubaté fala em mais dinheiro e projeto internacional até 2020



Continue Lendo