A briga por posições na Superliga masculina



Com a sexta rodada do returno quase completa (falta apenas Sada/Cruzeiro x Ziober/Maringá, hoje), a Superliga masculina começa a definir claramente os grupos que brigam por posições para os playoffs.

O primeiro “grupo” é formado apenas pelo Sada, líder com 44 pontos, seis a mais do que o segundo colocado. Quase impossível acontecer uma reviravolta, ainda mais com os rivais colaborando.

Ontem, por exemplo, o Funvic/Taubaté, vice-líder e responsável por bater os cruzeirenses na semifinal da Copa Brasil, perdeu um ponto ao vencer o Voleisul/Paquetá apenas no tie-break. E só não perdeu a posiçã na classificação o graças ao Canoas. Os gaúchos comprovaram a boa fase e venceram o Brasil Kirin por 3 a 1. Os campineiros estacionaram em terceiro com 36 pontos, fazendo o segundo grupo da classificação ganhar um terceiro integrante. O Sesi, ao vencer o São Bernardo por 3 a 0, atingiu 34 pontos, em quarto lugar. A disputa deste trio pela vice-liderança vai ser um torneio à parte no restante do returno.

Em quinto lugar, com 31 pontos, o Minas ainda flerta com uma posição melhor. Ontem bateu o São José por 3 a 1. No papel, tem um elenco menos qualificado do que o trio acima. Ganhar ao menos uma posição já seria lucro.

O terceiro grupo é o da briga pelas últimas vagas nos playoffs. O Canoas demonstra claramente estar em crescimento e agora está em sexto, com 25 pontos. São cinco vitórias seguidas, nenhuma precisando do tie-break. Na sequência aparecem Maringá (23) e Montes Claros (22). Atualmente seriam os oito classicados para os playoffs.  Mas o Voleisul, com 19, ainda pode sonhar uma uma vaguinha.

UFJF (14), São José (9) e São Bernardo (5) já podem pensar na temporada 2015/2016.



  • Bernardo

    Parabéns aos clubes gaúchos que mesmo com orçamentos inferiores a de Taubaté, Sesi e Campinas conseguem dar trabalho e vencer esses times. O vôlei gaúcho sempre foi muito forte revelando grandes jogadores, falta apoio dos patrocinadores para que o estado volte a ser protagonista na superliga.

  • JR

    Lembrando que o Canoas tem um jogo a menos (falta o duelo contra o São Bernardo). Teoricamente vai a 28 e encosta no Minas. Foi muito importante os três pontos ontem contra um adversário melhor colocado, qq ponto contra os outros três (Cruzeiro, Sesi e Taubaté) será mto importante no somatório final e nesse duelo das posições de quinto para baixo.

  • albertho

    Dá uma preguiça assistir esta superliga, só tem dois times jogando contra um bando de amadores. Mas o pior é ter que aguentar o ar de superioridade dos jogadores do cruzeiro e daquele libero boçal deles.

  • Guilherme

    Canoas está melhor a cada dia e já derrotou Sesi, Campinas, Minas… E o Voleisul tirando pontos dos adversários em jogos difíceis é mais um orgulho. Espero que os dois se classifiquem.

  • SPORTS IN THE WORLD

    Daniel e amigos do Blog. As colocações deste momento dos 4 primeiros, serão as Semi-finais da Superliga, eu não tenho dúvidas disto. O campeonato será decidido por SADA, Taubaté, Campinas e SESI, disto creio que ninguém tem dúvida.

    • SPORTS IN THE WORLD

      Digo isto apesar de reconhecer o crescimento especialmente do Canoas, mas também do Minas, que se mantém em 5º, o Maringá que deve ser o 7º e a briga entre Montes Claros e o Voleisul pelo 8º lugar. Será que podemos ter alguma zebra para estragar a minha previsão das Semis? Continuo achando que não!

    • Marcelo

      Sei não viu Guilherme, o Brasil Kirin com os desfalques está em franca decadência. O jogo contra o Canoas mesmo foi sofrível.

  • Marcelo

    Fazendo uma análise dos próximos jogos, creio que a trajetória mais “difícil” é do Canoas (enfrenta ainda Sesi, Cruzeiro, Montes Claros, São Bernardo, Volei Sul e Taubaté) os 2 do pelotão da frente e 2 confrontos diretos por posição.

    O caminho teoricamente mais “fácil” é do Volei Sul (enfrenta UFJF, Maringá, São Bernardo, Canoas e Minas) nenhum dos líderes, 2 brigas diretas por vaga e 2 dos últimos.

    Montes Claros e Maringá, que se enfrentam, tem caminhos parecidos Montes Claros encara (Maringá, São Bernardo, Canoas, Minas e Brasil Kirin) 2 confrontos diretos por vaga, 2 do bloco intermediário da classificação e apenas 1 do fim da tabela.

    Por fim o Maringá, encara (Montes Claros, Volei Sul, Taubaté, UFJF e São José) 2 confrontos diretos, 1 da zona de baixo e 1 dos líderes.

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo