RJX na final da Superliga



Acabo de chegar do Maracanãzinho, após acompanhar de perto a vitória do RJX sobre o Vivo/Minas por 3 a 1. Sempre bom voltar a ver um jogo importante ao lado da quadra, sentindo o clima da torcida, vendo reações que a TV não mostra…

Quem me segue no Twitter  acompanhou com detalhes alguns comentários sobre a definição do adversário do Sada/Cruzeiro na final da Superliga. A decisão que 9 entre 10 apostavam antes de a competição começar, certo?

Até comentei com alguns colegas durante a partida. Quando quase todo mundo apostava no 3 a 0, o Minas virou o terceiro set, depois de estar perdendo por 16 a 11. Já quando todos apostavam no tie-break, Thiago Alves acertou com saque corajoso (e suicida) para empatar em 24 e 24 e iniciar a reação do time de Marcelo Fronckowiak. Aí vocês usam qualquer clichê: o vôlei é uma caixinha de surpresas, por exemplo.

Não sei se a TV mostrou, mas a reação explosiva do técnico do RJX após o jogo foi bem próxima da área de imprensa. Ele subiu a mureta, pulou em direção aos torcedores, gritou, desabafou e comemorou. Merecidamente, diga-se de passagem. O gaúcho já havia feito um grande trabalho com o próprio Minas na temporada passada e agora volta a disputar uma final de Superliga. Vale lembrar que ele foi o primeiro campeão como atleta e técnico da Superliga. Não é pouco, não!

Horácio Dileo também merece elogios. Chegou quase como um desconhecido para muitos, em um país “rival” e fez um trabalho de primeira. Se eu fosse a diretoria do Minas, assinaria hoje a renovação por mais um ano. Conversei um pouco com o argentino após a semifinal e vi de perto como ele é respeitado aqui no Brasil. Detalhes ficam para um outro post.

Bom, estou cansado e preciso jantar e tomar banho. Quem sabe não vejo a reprise na TV para tirar dúvidas sobre alguns  lances capitais da partida? Agora passo a bola. O que acharam do jogo?

 

 



MaisRecentes

Brasil larga bem na segunda fase do Mundial



Continue Lendo

Os prováveis participantes do Mundial masculino de clubes



Continue Lendo

Brasil “mapeia” os perigos para duelo com a Austrália



Continue Lendo