1,72m, 103kg e capitão do time no Mundial masculino sub-23



O levantador antes do duelo com a Itália (FIVB Divulgação)

O levantador antes do duelo com a Itália (FIVB Divulgação)

Vi a foto no Facebook do amigo Luca Muzzioli, editor do Volleyball.it, e resolvi pesquisar sobre o camisa 16 da seleção dos Emirados Árabes Unidos que disputa o Mundial sub-23 em casa, na cidade de Dubai.

Trata-se do Abdulla Alsuwaidi, levantador e CAPITÃO do time. Os dados do site oficial da competição, pelo jeito, são verídicos e não fazem questão de esconder a forma física do jogador. Ele tem 1,72m e 103kg.

A foto foi feita antes da partida com a Itália, ontem. O time de Alsuwaidi perdeu por 3 a 0 (25-20, 25-13 e 25-12). O gordinho foi titular nos dois primeiros sets e entrou no terceiro. Não pontuou. Juro que torci para encontrar nas estatísticas um pontinho de bloqueio dele.

E aqui a ideia do post não é tirar sarro do jogador.  Apenas escancara como o vôlei ainda é um esporte amador em vários lugares do mundo. Reproduzo aqui um post bem antigo que escrevi para contar uma situação que eu vivi nos Emirados Árabes: Encontro em Dubai, 2008



  • Andre

    Se um gordo esta em um time é amador???
    Preconceito seu Suellen só sesi é uma das melhores líberos do Brasil e é gorda!
    Mandou mal!

    • Daniel Bortoletto

      Nos Emirados Árabes o vôlei é amador, sim. Por isso coloquei o link que conta a história de um líbero da seleção que trabalhava no aeroporto. E não dá pra cobrar de um amador o físico de um profissional. Foi isso que quis dizer.

  • Airton

    Lamentável ver esse tipo de post preconceituoso. O pior é o autor ainda dizer que a idéia não é tirar sarro do jogador. Então qual a idéia? Dizer que o esporte é amador só porque o atleta está acima do peso considerado padrão? O que importa é sua condição técnica e física e não seu peso. Porque você nunca falou nada a respeito do levantador brasileiro Fideli, ou do belga Frank Depestele? No feminino também temos o exemplo da levantadora dominicana Francia Jackson e da líbero brasileira Suelen. Todos jogadores de altíssimo nível, aptos a defenderem a seleção de seus países.
    Então devemos considerar que todos esses jogadores são amadores por causa do peso?
    Puro preconceito. Nota ZERO!

    • Matheus

      A partir do momento que vc é atleta , sua condição física é questionada sim, não vem mimimi não, é um atleta fora de forma

    • silas antares

      Perfeito. Compartilho contigo. Nada a ver esse post. Sem noção e preconceituoso. Amadorismo tem nada a ver com peso ou altura. Nota ZERO tbm!

    • Fernando Marcelo

      Não é tanto pelo peso e altura, mas sim pela posição que ocupa (levantador), um levantador com 1,72 e obeso, está muito fora dos padrões internacionais de vôlei.
      Muito diferente da Suelen que não precisa bloquear, que não precisa sacar, saltar etc.

      Vamos interpretar o texto pessoal.

    • A lI

      Concordo contigo Ayrton.
      Parece que se cultiva com excesso de selfies por aí a cultura da exclusão…
      Se esse árabe gordinho é o Capitão do time dele, alguma qualidade el deve ter!
      Esse post que eu achei meio estranho e com ar de “buyling”
      Sempre que falam de gordinhos do vôlei, lembro-me logo do mais famoso deles: o oposto búlgaro Lyubomir Ganev, ou carinhosamente Lubo.
      Lubo tem 2,10m e pesa 165kg, nasceu em 06/10/1965 e jogou pela Blugária de 1985 a 1998.
      Ganev foi o MVP das Olimpíadas de Atlanta 1996. Suas principais características era a força do ataque e do saque.
      Ganev foi um dos maiores sacadores do mundo, jogou por vários na Liga Italiana e a média de seu saque era de 130 Km/h, devido à sua mão pesada, ao pé da letra! E põe pesada nisso!
      Quando jogava na Itália, o presidente de seu clube o desafiou: “Para você fazer 5 aces num jogo é normal, mas se eu pago 100.000 liras (equivalente a 50 euros hoje) por cada ace extra e jogo era contra um dos time top da Itália na época. Ganev fez 7 aces em único set e 11 pontos no jogo.
      Outros gordinhos famosos são a líbero Suelen, a levantadora Lindsey Berg dos EUA.
      Em relação ao feminino, o nome do torneio não é COPA DO MUNDO?
      Então tem que participar seleções do mundo inteiro e pronto!
      Chega de exclusão!
      Querem excluir as africanas porque elas são fracas, qual é o problema, só porque é fraca tem que obrigatoriamente ser excluída?
      A África já foi explorada e excluída durante séculos pelos Europeus, querem excluí-la da COPA DO MUNDO também?
      Isso é um pensamento nazista. Hitler pensava assim!
      Hitler adorava excluir os “mais fracos”!
      Mesmo que seja para tomar surra das seleções mais fortes, que tomem sua surra felizes por estarem ali participando e não sendo excluídas como sempre, mas que participem da festa que é jogar uma COPA DO MUNDO, que isso não fique restrito às americanas, europeias e asiáticas.
      Isso me faz lembrar da minha escola que tinha mesas de PING PONG e os garotos que jogavam melhor não queriam deixar os ditos “CAFÉ-COM-LEITE” jogar. Sempre que eu estava na mesa jogando, eu insistia para que os “CAFÉ-COM-LEITE” jogassem também, e dizia: mesmo que eles percam de levada, deixem eles jogarem, mesmo que percam de 11×0 deixem os caras brincarem também!
      Hoje em dia muito desses “café-com-leite” são pessoas maravilhosas, bem sucedidas profissionalmente e, acima de tudo, grandes amigas. Ganhei essas belas amizades incluindo essas pessoas na brincadeira, mesmo sendo as tais “café-com-leite” que todo mundo que fazer questão de excluir!
      O que dizer de Mercy Moim ponteira-passadora do Kenia que vem sendo a maior pontuadora da Copa do Mundo? Ela está mostrando serviço mesmo estando fora das equipes favoritas.
      Enfim, seja no caso de jogadores gordinhas, seja no caso das equipes africanas, basta de exclusão… Basta da ditadura da perfeição!

  • Fernando Marcelo

    Abraçar a bandeira do preconceito é demais já!. Pessoal exagerado.
    O caso da Suelen é bem diferente, ela é gordinha e uma das melhores líberos do Brasil, porém, ela não precisa bloquear e compor bloqueio, ela não precisa sacar, ela não precisa saltar e ela não precisa atacar, enfim, tudo que um Levantador, ponteiro, oposto, central etc tem que fazer.

    Coloca a Suelen pra ser oposta ou central da seleção para ver se ela dá conta. Pessoal tem mania de perseguição e tudo é preconceito, as pessoas não podem fazer mais a verdade.

  • A lI

    Ele é gordinho mas parece estar muito feliz trocando as flâmulas ali antes do jogo.
    Espero que o fato de ele praticar esporte e jogar voleibol o ajude a ter hábitos alimentares mais saudáveis. Pior seria se ele fosse uma pessoa sedentária e não praticasse nada.
    Torço muito para que talentos como o desse árabe gordinho e o da Suelen se agarrem ao esporte para se manterem ativos e se inspirem a comer melhor visando à um vida mais saudável.

  • Nei

    Não esperava ler este post aqui. Completamente preconceituoso e desnecessário. Classificar como amadora uma modalidade porque o jogador de um time está acima do peso ideal é muita ignorância. Como já foi dito o que conta é a técnica e o desempenho. Eu esperava um post na contramão, parabenizando o atleta e incentivando os gordinhos a praticarem esportes, mostrando-o como exemplo. Bola fora essa.

    • Daniel Bortoletto

      Um levantador com 103kg disputando um Mundial é notícia. Bem diferente de preconceito

  • Deck

    Ele é amador não por ser gordo e sim porque o volei, no seu país, é um esporte amador. E por ser amador, o nível de exigência física é menor. É como ter um goleiro de 1,60m em um time profissional de futebol. Não seria preconceito contra os baixinhos se virasse notícia. Seria apenas incomum em um mundial.

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo