Razer revela o Project Valerie, o design conceitual do primeiro laptop multimonitor para gamers



A Razer acaba de revelar em Las Vegas/EUA, durante a CES 2017 – uma das principais feiras de tecnologia do mundo – um conceito de laptop multimonitor que estabelece um novo padrão de imersão para entretenimento e oferece diversas possibilidades para usuários de computadores portáteis.

Chamado Project Valerie, esse é o primeiro laptop do mundo com três monitores acoplados – todos IGZO de 17,3 polegadas com resolução 4K e tecnologia NVIDIA G-SYNC, que produz imagens com frame rates de máxima fluidez e expande a área de jogo em até 180° graças à tecnologia NVIDIA Surround View. O novo sistema também é ideal para profissionais de criação, que terão 100% de precisão na reprodução da paleta de cores Adobe RGB e o maior espaço de tela para a utilização simultânea de diversos programas.

Simples de montar, o Project Valerie tem um mecanismo retrátil, desenvolvido pela própria Razer, que permite a cada monitor deslizar para um lado da tela principal e se fixar no local adequado. Além disso, como ele tem suporte para múltiplos monitores, dispensa o uso de um monte de cabos ou de ajustes nas configurações, como em desktops.

– As complexidades de um sistema tradicional multimonitor não existirão no Project Valerie. Tão importante quanto as facilidades de uso, vale destacar que o Project Valerie terá o poder de um computador de mesa e os recursos gráficos de três monitores top de linha. Ou seja, a portabilidade e os  recursos únicos do sistema não prejudicarão de forma alguma o seu desempenho – disse o CEO e cofundador da Razer Min-Liang Tan

O Project Valerie conta com os recursos profissionais presentes no recém-lançado notebook Razer Blade Pro de 17 polegadas, que foi desenvolvido para, entre outras funções, atender às necessidades de entusiastas de tecnologia e usuários avançados que desempenham simultaneamente múltiplas tarefas e precisam de alta performance em um sistema portátil.

O Project Valerie mantém o icônico design dos laptops da Razer com a diferença de que possui três monitores. Tem uma estrutura de alumínio de apenas 3,8cm de largura, pesa menos de 5,5kg e vem com um adaptador AC compacto e poderoso que facilita ainda mais o transporte do laptop. Além disso, conta com o mesmo sistema de controle de temperatura presente no Razer Blade, uma de suas características mais elogiadas por usuários e especialistas.

O Project Valerie tem os mesmos recursos profissionais do recém-lançado notebook Razer Blade Pro de 17 polegadas, que foi desenvolvido para, entre outras funções, atender às necessidades de entusiastas de tecnologia e usuários avançados que desempenham simultaneamente múltiplas tarefas e precisam de alta performance em um sistema portátil.

O novo laptop também mantém o icônico design dos notebooks da Razer, com a diferença de que possui três monitores. Tem uma estrutura de alumínio de apenas 3,8cm de largura, pesa menos de 5,5kg e vem com um adaptador AC compacto e poderoso que facilita ainda mais o transporte do laptop. Além disso, conta com o mesmo sistema de controle de temperatura presente no Razer Blade, uma de suas características mais elogiadas por usuários e especialistas.

O Project Valerie é o segundo notebook da Razer a utilizar os switches mecânicos ultrafinos da empresa. Cada tecla com essa tecnologia possui um mecanismo individual com pontos verdadeiros de ativação e reinicialização. Na prática, isso resulta em um teclado extremamente compacto e que necessita de apenas 65g de força para a ativação dos comandos, dando aos usuários a mesma sensação de digitar em um teclado mecânico de tamanho padrão. O trackpad do teclado e os monitores expansíveis ainda possuem tecnologia Razer Chroma, que permite customizar sua retroiluminação com uma infinidade de cores e efeitos e sincronizá-la com ações específicas em jogos – por exemplo, acender as luzes vermelhas quando seu personagem é atingido por um inimigo.

Assim como os mais recentes sistemas lançados pela Razer, o Project Valerie é equipado com uma placa de vídeo GeForce GTX 1080 da NVIDIA que supera os requisitos mínimos exigidos por dispositivos de realidade virtual como HTC Vive e Oculus Rift, tornando-o um dos computadores mais preparados para usuários, entusiastas e desenvolvedores dessa tecnologia.

– Computadores multimonitor são cada vez mais importantes para profissionais de criação e gamers, e pela primeira vez desenvolvemos uma solução que pode ser levada por eles a qualquer lugar. O Project Valerie promete todas as funcionalidades exigidas por um sistema com três telas e nenhum prejuízo que essa estrutura poderia proporcionar – disse Min-Liang Tan.

Para mais informações sobre o Project Valerie, acesse www.razerzone.com/projectvalerie.



MaisRecentes

Análise Press Start – Marvel vs. Capcom: Infinite



Continue Lendo

Análise Press Start – Destiny 2



Continue Lendo

Análise Press Start – PES 2018



Continue Lendo