Líder do CBLoL 2017, INTZ é avaliada pelo LANCE! para semifinal contra Keyd Stars



Primeira colocada na fase de classificação, a INTZ entra em Summoners Rift contra seu atual freguês – se é que podemos chamar assim -, a equipe da Keyd Stars não vem tendo boas atuações contra os Intrépidos, que buscam mais uma vez a vaga na final do Campeonato Brasileiro de League of Legends.

Recomeço, essa é a principal palavra para definir essa equipe da INTZ. Após ganhar o CBLoL na última temporada, e conseguir uma boa participação no mundialito, os Intrépidos perderam três de seus titulares – Revolta e Yang foram para Keyd e Tockers para Red Canids – com isso tiveram que se reestruturar, e conseguiram. Mesmo classificados com antecedência, os Intrépidos não se acomodaram e brigaram pela liderança da competição até a última rodada, e foram premiados com a primeira colocação, encerrando a primeira fase com cinco vitórias, um empate e apenas uma derrota.

Confrontos contra o Keyd Stars:

Vitórias: 16

Derrotas: 4

Empate: 2

Line-Up:

MARCELO “AYEL” MELLO:

Ayel é um jogador mecanicamente muito forte. Conhecido de muitos jogadores pelas filas ranqueadas, o topo é adepto de um jogo agressivo, e se utiliza principalmente de assassinos como Zed. Suas oportunidades no competitivo foram poucas, mas várias vezes mostrou por que é um jogador que pode dar trabalho até mesmo para os mais experientes. O meta de topos utilitários e tanques complicou a sua vida, mas pode ser uma oportunidade para expandir o seu leque de campeões. Illaoi e Nautilus foram seus picks favoritos até agora.

GABRIEL “TURTLE” PEIXOTO:

Com atuações em campeonatos oficiais desde 2014, Turtle é conhecido pela comunidade por sua proximidade com criadores de conteúdo e suas streams. Dentro do Rift, o caçador já passou por Team AWP, Jayob, Keyd e OPK. Ele tem estilo tanque e utilitário, e sofreu com a mudança de meta para caçadores mais carregadores. Com a persistência nos treinamentos, Turtle abre seu leque de campeões cada vez mais. Lee Sin, Rek’Sai e Kha’zix foram seus campeões mais utilizados.

BRUNO “ENVY” VENTURA:

Após atuar em campeonatos semi-profissionais, Envy é a esperança para novos ares na rota central. Dominando desde Magos de Controle como Viktor e Orianna até assassinos como LeBlanc e Ekko, o pernambucano vem dando trabalho até para os jogadores mais experientes. Syndra e Jayce foram seus campeões mais utilizados.

MICAEL “MICAO” RODRIGUES DE ARAÚJO:

Quando falamos em “jovens talentos”, nem parece que micaO já estava no CBLoL desde 2013, somando pontos no quesito experiência. A virada na carreira do atirador só veio na Primeira Etapa do CBLoL 2015, quando passou a dar trabalho mesmo sem sua famosa Tristana. As grandes atuações e o entrosamento com o suporte Jockster fizeram dele um dos melhores atiradores no país, mesmo contra nomes mais experientes, como brTT e o coreano Emperor.

As aparições em campeonatos internacionais somaram ao estilo de jogo de micaO, que esbanja confiança para dominar a rota sozinho, liberando seu suporte para vaguear pelo mapa. Ashe e Jhin foram seus campeões mais utilizados até agora.

LUAN “JOCKSTER” CARDOSO DE MEIRA:Jockão jogou durante grande parte de sua carreira como caçador – incluindo o CBLoL 2013 e a Série dos Campeões de 2014 -, e esteve na maioria dos times ao lado de micaO. Na INTZ, Jockster foi o suporte da equipe e um dos grandes destaques por saber usar a movimentação dos tempos de caçador para emboscar rotas avançadas com seus temidos Thresh e Bardo. O elemento surpresa da INTZ comanda as ações com o vigor de um suporte que tem a total confiança de sua equipe e o domínio dos campeões mais tanques do meta. Malzahar, Zyra e Tresh foram seus champions mais utilizados.

Peter Gun:
Com a presença do Head Coach Peter Dun no Brasil, que atua de forma conjunta ao “Mind Coach” Cláudio Godoi, os treinos da equipe na Gaming House foram satisfatórios e todos os esforços foram feitos para o desempenho de 2016 ser repetido. Dun, é um técnico qualificado de futebol e netball que entrou no mundo do e-Sports na China em 2011, enquanto estudava Ciências Políticas na Fudan University e trabalhava com esportes tradicionais em Xangai e Beijing.
História:

De time desconhecido a potência do cenário brasileiro, a INTZ tem uma trajetória meteórica e cheia de emoções. Além de marcarem presença nas decisões nacionais, os Intrépidos já participaram de dois torneios International Wildcard e, algo difícil no cenário, construíram uma personalidade própria.

De sua atuação apagada na Final Regional de 2014 aos anos de ouro em 2015-16, quando conquistaram cinco Etapas do CBLoL e participaram de quatro campeonatos internacionais – incluindo o Campeonato Mundial 2016. A INTZ sempre chamou a atenção por seu jogo em equipe e uma esquadra que nunca perdeu uma série jogando junto.

No entanto, após quase dois anos corridos, Yang, Revolta e Tockers deixaram a equipe. Cabe a micaO e Jockster, os dois que sobraram, construirem uma nova identidade para os Intrépidos e provar que os títulos pertencem à estante da INTZ.

Histórico em torneios oficiais:


2016

1º lugar CBLoL – 1ª Etapa
3/4º lugar International Wildcard (México)
1º lugar CBLoL – 2ª Etapa
1º lugar International Wildcard (Brasil)
13/16º lugar Campeonato Mundial 2016


2015

1º lugar CBLoL – 1ª Etapa
2º lugar International Wildcard (Turquia)
2º lugar CBLoL – 2ª Etapa
1º lugar CBLoL – Pós-Temporada


2014

5-8º lugar CBLoL – Regional Brasileira



MaisRecentes

Em noite de gala, Team One se destaca e Felipe ‘brTT’ é eleito o craque da galera no prêmio CBLoL



Continue Lendo

Toma-lhe GOTY! Os cinco candidatos ao prêmio de Melhor Jogo de 2017



Continue Lendo

Análise Press Start – Assassin’s Creed Origins



Continue Lendo