CBFV: Furacão E-Sports explica acordo com o Atlético-PR



Há poucos tempo no mundo virtual, o Atlético-PR está em disputa em torneios de Fifa com a equipe batizada de Furacão E-Sports.

Atualmente, o Rubro-Negro vem se mostrando competitivo, encontrando-se na quarta posição, com 11 vitórias em 16 jogos, na Divisão Ouro, organizada pela CBFV (Confederação Brasileira de Futebol Virtual), por exemplo. Cabe destacar que o modo em questão é o Pro Clubs.

Ciente do promissor início do projeto do Atlético, a própria CBFV, parceira do Press Start, conversou com representantes do Furacão E-Sports e repassou as respostas ao nosso blog. Confira:

CBFV – Quando o time foi fundado?
F – O time foi fundado e cadastrado em campeonatos a partir de 2014.

CBFV – Como foi a negociação com o Atlético PR?
F – A negociação foi em torno de dois meses, em reuniões com a área de marketing do Clube Atlético Paranaense. Primeiro conseguimos marcar uma reunião com o clube para apresentar o que era E-SPORTS. Apresentamos os times da Europa que estão fechando parcerias e após isso mostramos nosso interesse em representar o Furacão no modo Pro Clubs. Nesses período, a área de marketing levou a proposta para diretoria, passou pelo jurídico para gerar um acordo que tivemos que assinar e registrar em cartório.

CBFV –  E como surgiu essa ideia?
F – A ideia que já temos faz alguns anos em profissionalizar o Pro Clubs, se tornar um time profissional de um grande clube do campeonato brasileiro. Hoje no clube somos em quatro administradores: Fernando de Oliveira, Diogo de Oliveira, Fabrício Marques e Maurício Callichio. Conversando no jogo de Fifa Pro Clubs, tivemos ideia de tenta marcar uma reunião e apresentar um projeto para o CAP. Como somos sócios do clube, tivemos facilidade de falar com o setor responsável e, a partir daí, tudo deu certo, nos receberam muito bem e queriam nos escutar, queriam saber mais a fundo tudo sobre os campeonatos de Pro Clubs.

CBFV – O que vocês acham que ainda falta ao modo Pro Clubs?
F – Falta mais propaganda, divulgações na mídia sobre esse modo de jogo no FIFA, mais parcerias de clubes de grande porte do Campeonato Brasileiro com clubes no Pro Clubs.

CBFV – Quais times vocês consideram mais difíceis de enfrentar?
F – Canarinho e Brazzers

CBFV – Se pudesse ter qualquer jogador em seu time por um dia, quem seria?
F – Duff-Mckagan_00. Joga de meia esquerda ou ponta esquerda, tem várias qualidades dele, toca bem, chuta bem e sabe manter posição.

CBFV – Agora com a parceria firmada, o que mais podemos esperar do Furacão E-SPORTS?
F – Um time mais forte, com novas contratações, com divulgação na mídia mais forte e mais propaganda do modo Pro Clubs.

CBFV – Qual a expectativa do clube para o Fifa 18?
F – Que seja melhor a jogabilidade do que já é, ter opção de banco de reservas para substituição, tirar alguns erros como ter todos os atributos no jogador.



MaisRecentes

Grupos do Mid Season Invitational 2018 serão definidos nesta terça



Continue Lendo

Fórum reúne convidados para discutir esports no Rio de Janeiro



Continue Lendo

Análise Press Start – Yakuza 6: The Song of Life



Continue Lendo