Análise Press Start – The King of Fighters XIV



Já tomou sua dose de nostalgia hoje? Então se prepara, porque essa é pesada! A Análise Press Start de hoje nos leva de volta a tempos mais simples, quando pagávamos 25 centavos em uma ficha e passávamos um bom tempo na frente do fliperama. Confira o que achamos de The King of Fighters XIV.

kofxivlogo

É tudo de bom em KOF, só que mais bonito!

The King of Fighters é uma das franquias mais importantes para este que vos escreve. Desde pequeno, passei muito tempo colado nos fliperamas e consoles jogando diversas versões da franquia. E essa relação ganhou um novo fôlego quando KOF XIV foi anunciado.

Apesar das críticas por conta dos gráficos bizarros, eu estava feliz simplesmente por poder ter uma nova oportunidade de mergulhar no universo de Iori, Kyo, Leona e todos aqueles outros personagens tão carismáticos que tanto me faziam falta.

A cada novo anúncio, parecia que uma nova peça se encaixava, deixando o resultado final mais correto. Os gráficos foram melhorando, a jogabilidade mais fluida, e o elenco de lutadores só crescendo. O que mais nós poderíamos querer?

Nós poderíamos querer o melhor The King of Fighters de todos os tempos. E é isso que a SNK Playmore nos entrega com KOF XIV. Sim, eu sei que essa é uma declaração forte, mas vindo de alguém com bastante bagagem, acreditem: É VERDADE!

A jogabilidade é sensacional, o elenco de lutadores é absurdamente grande, variado, e bem balanceado, e os gráficos, que evoluíram assustadoramente desde a primeira aparição de KOF XIV, fecham a tampa de um dos melhores games de luta dos últimos tempos.

Combos, combos e mais combos!

Uma das maiores qualidades, se não a maior, de The King of Fighters, é a capacidade que o game tem que prover ao jogador a habilidade de encaixar sequências aparentemente infinitas de golpes nos adversários.

É assim desde os primórdios da franquia, e isso é algo que vem evoluindo a cada novo lançamento. Em KOF XIV, isso alcançou níveis estelares, e, caso o controle esteja nas mãos certas, o resultado pode ser um combo simplesmente infinito.

Começando pelo até certo ponto polêmico novo sistema de simplificação do combo. Ao apertar o quadrado rapidamente, todos os personagens aplicam um pequeno combo de golpes, que podem conter até mesmo um especial, no rival. Apesar da facilidade, vale ressaltar que a sequência tira menos vida do que as feitas com vários movimentos e botões.

A partir daí, o céu é o limite. Sem sombra de dúvidas, o sistema de luta de KOF XIV é o melhor de toda a franquia, e não deixa a desejar para nenhuma outra no mercado, muito pelo contrário! São três barras de especial para o primeiro lutador do trio, e esse valor aumenta em um a cada novo integrante, ampliando cada vez mais o seu leque de opções em cancelamentos, sequências e especiais.

O que impressiona em KOF XIV é a capacidade que a SNK Playmore teve para criar um elenco tão grande de lutadores capazes de possuir movimentos variados e mesmo assim efetivos. Ou seja, usando qualquer combinação para formar seu trio, é possível bater de frente com qualquer outro.

Um brinde aos olhos e aos ouvidos!

The King of Fighters XIV pode ser encaixado perfeitamente naquele meme ‘se não me quis assim, não me procure agora’. A diferença do que nos foi apresentado lá atrás para o resultado final do game é absurda.

Entendam bem, não estamos falando de um jogo com o melhor gráfico do PS4, mas, para aquilo que ele se propõe, o resultado é excelente. E levando em conta o salto de qualidade que a série deu, é para se aplaudir.

Tanto os cenários quanto os lutadores são renderizados de forma impecável em 3D, mas o jogo em si é em 2D. Esse 2,5D roda em fluidos e constantes 60 frames por segundo. O visual dos personagens, com uma atualização aqui e ali, buscou manter a tradição dos clássicos como Iori, por exemplo.

O áudio do game também é muito legal, com os já conhecidos gritos e urros, além dos sempre imitados sons feitos na hora de um golpe especial.

O que não gostamos, mas pode ser melhorado

Em uma semana de testes, não conseguimos ter uma experiência legal online. Foi um sacrifício encontrar um adversário, e sempre que isso acontecia, a qualidade da conexão era ruim, com muito lag, comprometendo totalmente a jogabilidade.

Como isso é até certo ponto normal, esperamos que a SNK Playmore esteja atuando para que em breve possamos ter o ambiente online normalizado.

CONCLUSÃO:

The King of Fighters XIV é simplesmente o melhor jogo da história da franquia. A jogabilidade é impecável, o elenco de lutadores vasto e equilibrado e os gráficos os melhores que nós já tivemos em KOF. Sem dúvida o melhor game de luta dos últimos tempos.

PONTOS POSITIVOS:

  • Gameplay sensacional
  • Vários lutadores
  • Gráficos bacanas

PONTOS NEGATIVOS:

  • Modo online ainda impraticável
  • Não tem a Blue Mary 🙁

NOTA: 9,5/10

Gostaríamos de agradecer à SNK Playmore, que nos cedeu uma cópia de The King of Fighters XIV para PS4, plataforma usada nesta análise.



MaisRecentes

Novo gameplay de NBA 2K18 traz atrito entre Durant e LeBron



Continue Lendo

Vai ser dada a largada! Veja o novo trailer de F1 2017 e novidades do game



Continue Lendo

League of Legends chega ao JUBs 2017



Continue Lendo