Análise Press Start – Scribblenauts Showdown



A Análise Press Start de hoje é sobre um dos games que este que vos escreve mais aguardava para jogar em um console de mesa. Após muitas e muitas horas de diversão no DS e no 3DS, vamos ver como a franquia Scribblenauts se comporta no PS4. Confira o que achamos de Scribblenauts Showdown.

Para quem não conhece, Scribblenauts é um game no estilo sandbox, onde o personagem principal, Maxwell, possui a habilidade de trazer à vida qualquer objeto que ele quiser através de seu caderno mágico. Showdown, entretanto, é mais focado em minigames, e muda radiclamente o rimto da jogabilidade. Isso me assustou inicialmente, e até me deixou um tanto desanimado, mas, alguns minutos depois, foi como se essas preocupações nunca tivessem existido.

Showdown é o game ideal para animar aquelas sessões de games com os amigos e a família. Existem três modos de jogo principais com suas características mais apropriadas para cada situação. O Versus é um duelo mais simples 1×1 com alguns minigames que envolvem conhecimento de palavras e habilidade com o controle. Em um deles, por exemplo, é preciso derrubar uma torre de entulho do adversário até er possível derrubar um alvo. Antes da ação começar, foi sorteada uma categoria e tivemos que escolher um objeto pertencente a ela para ser arremessado de uma catapulta. A partir daí foi só mirar e atirar até encontrar a caixa com o X marcado.

Para sessões mais longas de jogatina, o modo Embate é o ideal. Ele é parecido com o Versus, mas suporta mais jogadores e se passa em um jogo de tabuleiro. A maior diferença está nas cartas que podem ser usadas para alterar as posições dos personagens no tabuleiro ou até mesmo como os minigames se desenrolam. Um exemplo é uma corrida com obstáculos. Antes dela, uma roleta determinou a inicial da palavra que usaríamos para descrever a “montaria” que nos ajudaria na disputa. Eu escolhi um siri, enquanto um amigo tinha escolhido sorveteiro. Ele usou uma carta de troca, e ele acabou usando o meu crustáceo vermelho. Nesse modo, vence quem chegar à última casa primeiro.

Por último, mas, com certeza não menos importante, o modo Caixa de Areia é onde encontramos o tradicional (e óbvio) modo Sandbox que tanto sucesso atingiu nos games anteriores da franquia. Sozinho ou com a ajuda de um amigo, é preciso resolver os problemas apresentados por npcs. Sempre contando com o auxílio do caderno mágico para criar objetos que te levem ao objetivo final.

Toda essa jogatina vai rendendo as famosas starites. Com elas, é possível comprar dicas e objetos para customizar o seu Scribblenauta. É legal poder criar seu personagem e vê-lo em ação, e, como a lojinha não é tão gananciosa, não demora muito para se conseguir um item específico. As horas investidas em Scribblenauts Showdown ainda podem render frutos na sessão de Recompensas. Lá você encontra os mais variados desafios e pode servir até mesmo de guia durante as partidas.

Apesar de toda a diversão que descrevemos nos parágrafos anteriores, Scribblenauts Showdown não é perfeito. O maior problema do game é, irônicamente, seu conteúdo. Existem poucos minigames, e, uma vez que você jogue todos, as partidas começam a se tornar um pouco repetitivas. E o modo Caixa de Areia possui um número baixo de fases, caindo no mesmo erro.

CONCLUSÃO

Scribblenauts Showdown é um game daqueles que faz a vida de uma festa. Reúna seus amigos e sua família para horas e horas de muita risada e diversão. O único problema é a pouca variedade nos minigames e nas fases do modo Caixa de Areia. Vamos torcer para que mais sejam adicionados ao jogo.

PONTOS POSITIVOS

– Muito divertido
– Possibilidade de customizar seu personagem
– Perfeito para jogar com amigos e família

PONTO NEGATIVO

– Pouca quantidade de minigames e fases

NOTA – 8,5/10

Gostaríamos de agradecer à Warner, que nos cedeu uma cópia de Scribblenauts Showdown para PS4, plataforma usada nesta análise.



MaisRecentes

A Fallen Gear anuncia campanha para a escolha do nome do primeiro headset da marca



Continue Lendo

CBLoL 2019 tem estreia marcada para dia 12 de janeiro e com novo formato



Continue Lendo

Com showmatch de LoL e desfile de Cosplayer, 1ª turma da Live Arena festeja graduação



Continue Lendo