Análise Press Start – NBA 2K18



A Análise Press Start de hoje promete ser histórica! Vamos avaliar o primeiro sucessor daquele que cravamos ser o melhor jogo de esportes já feito. Confira o que achamos de NBA 2K18.

Como superar aquilo que já foi apontado como insuperável? Essa nada mole tarefa estava nas mãos da 2K desde o lançamento de seu último game de basquete. Tudo em NBA 2K17 parecia ser o melhor possível. Isso até sermos apresentados a seu sucessor.

NBA 2K18 consegue deixar o game do ano passado parecendo ser feio e travado. Sim, foi isso mesmo que você leu. O jogo desse ano é simplesmente fantástico. Os gráficos estão ainda melhores e realistas, com jogadores e treinadores ainda mais parecidos com os de carne e osso. Vale destacar o nível de detalhes do escaneamento dos atletas, chegando ao ponto de capturar coisas como cicatrizes e até estrias em alguns casos. É assustador!

A jogabilidade é outro ponto que nos deixou de boca aberta. Que jogo maravilhoso de se jogar. Incrível ver como a movimentação dos jogadores é fluida e verossímil. Nenhum drible, nenhum arremesso, nenhuma contestação parecem ser forçadas ou sujeitas a uma animação padrão. Os atletas estão constantemente se adaptando ao que acontece em tempo real.

Algumas novidades fazem parte do pacote de melhorias na jogabilidade. Talvez a principal delas seja a mudança no Shot Meter. Tradicionalmente algo que aparecia aos pés do jogador, junto ao ícone que o cercava, o medidor agora aparece ao lado da cabeça do atleta, tornando muito mais fácil se adaptar à mecânica de arremesso de cada um, e fazendo com que você foque nas mãos e braços ao invés das pernas.

As animações também ganharam um upgrade considerável. Há uma variedade maior nas mais diversas áreas do jogo, mas as que mais me chamaram a atenção foram as de enterradas. Muito legal ver um jogador adversário sendo “posterizado” por uma cravada insana e seu corpo reagindo de maneira natural e realista.

Além das mudanças “dentro de quadra”, NBA 2K18 introduz novidades em seus modos de jogo também. O MyCareer agora é muita mais “amigável”, tornando a busca pelo nível 99 mais simples e natural, uma vez que seu jogador ganha pontos em qualquer modo que participe. E o que contribui totalmente para isso é o novo Neighbourhood. Trata-se de uma área social onde seu MyPlayer tem acesso ao MyPark, ao Centro de Treinamentos, à Academia… enfim, tudo que pode ser explorado para se atingir o topo.

Outro modo popular que está ainda melhor neste ano é o MyTeam. São diversas as novidades, com mini modos de jogo dentro dele. Domination está ainda maior, com a introdução dos All-Time Teams. O Super Max dá um novo tempero ao estilo Temporadas do MT. E o mais divertido de todos, sem dúvidas, é o Pack and PlayOffs.

CONCLUSÃO

É bom ver que a 2K não se acomoda com o sucesso, mas busca melhorar ainda mais aquilo que pode ser considerado praticamente perfeito. NBA 2K18 é um upgrade em todas as áreas se compararmos com o game anterior, e estabelece um novo padrão de qualidade para os jogos de esporte.

PONTOS POSITIVOS

– Jogabilidade ainda mais fluida e dinâmica
– Gráficos absurdamente realistas
– Novidades muito interessantes nos modos de jogo

PONTOS NEGATIVOS

– Não há!

NOTA: 10

Gostaríamos de agradecer á 2K por nos ceder uma cópia de NBA 2K18 para PS4, plataforma usada nesta análise



MaisRecentes

Qualificatório aberto para Rainbow Six OGA PIT, na Croácia, acontece neste fim de semana



Continue Lendo

NiP e FaZe tropeçam e briga pelas duas vagas no mundial esquenta na Rainbow Six Pro League



Continue Lendo

Perto do retorno da Pro League, coaches analisam a importância dos atletas ‘polivalentes’ no Rainbow Six Siege



Continue Lendo