Análise Press Start – LEGO Harry Potter Collection



A Análise Press Start de hoje vai nos levar de volta a um dos universos mais fantásticos da história. Vamos voltar a Hogwarts, mais uma vez, para conferir LEGO Harry Potter Collection.

Uma remasterização quase completa

Anos após o lançamento original de Harry Potter Anos 1-4 e 5-7, a TT Games aproveita a nova onda de hype que toma conta do mundo com a chegada ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ para lançar uma versão completa, praticamente toda remasterizada. O que isso quer dizer? A gente conta!

E é aí que surge a questão: vale a pena comprar? É isso que tentaremos responder na análise abaixo. Passamos bastante tempo com a coletânea, e depois de explorar o máximo possível, temos uma base para trazer essa resposta.

Os jogos tiveram, sem dúvidas, um ganho visual importante. Tudo está mais ‘afiado’ e detalhado. As cores estão mais vívidas e todos os cenários, personagens e efeitos visuais ficam mais bonitos em alta definição.

Esse tipo de ganho conseguido com a remasterização só amplia o sucesso dos games originais, lançados em 2010 e 2011. Toda a magia criada por J.K. Rowling ganha vida de uma maneira totalmente particular com a pegada inusitada e divertida de LEGO.

Só que, mesmo com o upgrade visual, as cut-scenes permanecem ‘old-gen’. Para quem já jogou um game da franquia LEGO, as ceninhas são as partes principais, trazendo um olhar alternativo para os fatos que realmente aconteceram nos filmes. E essa falta de remasterização nelas é um ponto negativo para a coletânea.

Outro ponto que merece destaque pelo lado negativo é a ausência de dublagem nos games. Assim como nas versões originais, os bonecos são mudos, e a TT Games perdeu uma ótima oportunidade de incrementar nossa experiência.

Com relação à jogabilidade, LEGO Harry Potter Collection fez a transição para a nova geração sem perder nada de sua qualidade. Poucas franquias se adaptaram tão bem ao estilo LEGO, e os elementos mágicos do universo criado por Rowling funcionam perfeitamente em todos os aspectos.

Além da coletânea completa, todos os DLC’s lançados para os jogos foram incluídos. Apesar de não ser nada exatamente fundamental para a experiência do jogador, é divertido controlar personagens como Godric Gryffindor e Salazar Slytherin. Alguns novos feitiços são outros destaques.

CONCLUSÃO:

LEGO Harry Potter Collection é uma excelente oportunidade tanto para quem jogou os jogos originais, quanto para os que não o fizeram. Visuais melhorados e conteúdos adicionais servem para reavivar a chama dos fãs do bruxo, e servem de incentivo para aqueles que ainda não conhecem este universo fantástico.

PONTOS POSITIVOS: 

  • Visuais melhorados
  • Novos personagens e feitiços
  • Volta ao universo de Harry Potter

PONTOS NEGATIVOS:

  • Cut-scenes da antiga geração
  • Ausência de dublagem

NOTA: 8,5/10

Gostaríamos de agradecer à Warner Brasil, que nos cedeu uma cópia de LEGO Harry Potter Collection para PS4, plataforma usada nesta análise.



MaisRecentes

Em noite de gala, Team One se destaca e Felipe ‘brTT’ é eleito o craque da galera no prêmio CBLoL



Continue Lendo

Toma-lhe GOTY! Os cinco candidatos ao prêmio de Melhor Jogo de 2017



Continue Lendo

Análise Press Start – Assassin’s Creed Origins



Continue Lendo