Análise Press Start – J-Stars Victory VS+



A Análise Press Start desta semana é voltada para os fãs de animes e mangás. Dragon Ball, Bleach, Cavaleiros do Zodíaco, Naruto e muitos, e eu digo que são MUITOS outros desenhos estão representados em J-Stars Victory VS+. Veja o que achamos do game da Bandai.

Como juntar diversos personagens, de diferentes animes e mangás, com variados estilos de luta em um só game, e fazer isso tudo funcionar de forma perfeita? Pergunte ao pessoal da Bandai, pois eles têm a medida certa com J-Stars Victory VS+. Se você já imaginou um combate épico entre Goku e Seiya, agora chegou a vez de colocá-lo na prática.

Mas para conseguir criar esses combates que antes viviam no reino da imaginação, é preciso muito trabalho. J-Stars traz poucos personagens liberados de início, o que pode  parecer desanimador, a princípio, mas é o principal elemento motivador do game, já que você passará incontáveis horas juntando os pontos necessários para liberar o restante dos mais de 50 lutadores.

Estes pontos podem ser adquiridos em qualquer modo dentro de J-Stars, fazendo valer cada combate. Por falar em modos de jogo, o principal deles, o História é dividido em quatro contos, que se desenvolvem em suas próprias tramas particulares. O universo ‘conspira’ para que os personagens se encontrem com o desenrolar dos fatos, criando conversas e combates inusitados. Alguns elementos de RPG, e, claro, muita pancadaria, são os pontos altos que marcam o story mode.

Apesar de ser um pouco repetitivo, e com uma trama clichê, o modo história traz diálogos engraçados e batalhas devastadoras, que acabam colocando a falta de novidades na narrativa em segundo plano. É claro que o modo Versus está presente, tanto online, quanto offline, para você desafiar seus amigos, ou jogadores ao redor do planeta.

Avaliando o que mais interessa em um jogo de luta, o sistema de combate de J-Stars Victory VS+ é bem simples e acessível. Nada de meia-lua pra trás e soco forte. Usando combinações de Quadrado e Triângulo, os combos vão se formando fluentemente, enquando o Círculo é responsável por trazer ataques especiais de cada lutador. Essa acessibilidade permite ao gamer experimentar, e masterizar, a quantidade absurda de personagens.

Os combates no game podem ser realizados mano a mano, ou time contra time. Usando os mais variados cenários, que são enormes e com partes destrutíveis, as equipes buscam nocautear os inimigos por três vezes para levar a vitória. O ponto alto das lutas é o ‘Victory Burst’, uma espécie de poder máximo dos personagens, capaz de definir o rumo do duelo. Além de extremamente perigosos, são bem bonitos de se ver.

Duas coisas importantes dentro das lutas em J-Stars Victory VS+ são a barra de stamina e os personagens de suporte. A stamina é responsável por bloqueios e movimentos especiais, portanto é recomendável dosar o uso dela. Ao apertar o L2, um lutador de apoio surge, podendo cortar um combo do adversário no meio, ou abrir o caminho para um seu.

Visualmente falando, J-Stars Victory VS+ não deixa a desejar. No PS4 o jogo traz personagens e cenários bem desenhados, com efeitos especiais bacanas e texturas de última geração. O áudio também é satisfatório, tanto na dublagem, quanto no que toca sons do combate e ambientação.

CONCLUSÃO:

J-Stars Victory VS+ é a experiência definitiva para o fã de desenhos japoneses, trazendo mais de 50 personagens, dos mais variados animes e mangás, trazendo a possibilidade da criação de combates épicos e divertidos. Vale muito a compra!

PONTOS POSITIVOS:

– Extenso número de personagens
– Combate acessível
– Visual bonito

PONTO NEGATIVO:

– Modo história repetitivo

 
NOTA: 8,5/10

*Gostaríamos de agradecer à Bandai, que nos cedeu uma cópia J-Stars Victory VS+ para PS4, plataforma usada nesta análise.



MaisRecentes

Artilheiro do Inglês ofusca Messi e é destaque no 27º Time da Semana



Continue Lendo

Confira o trailer oficial de Era do Triunfo, última atualização de Destiny 1



Continue Lendo

BGC abre inscrições à Brasil Game Jam em sua primeira edição no Rio de Janeiro



Continue Lendo