Análise Press Start – Hitman Episódio 4: Bangkok



É hora de retornar ao mundo mortal do Agente 47, e dar uma conferida no quarto episódio de Hitman. A Análise Press Start de hoje será em Bangkok.

De volta às origens!  

Já se passaram três episódios, e cada um deles teve suas características próprias de gameplay. Mas chega um momento em que você não pode inventar muito, ou acaba se perdendo. Parece ter sido essa a ideia que dominou a equipe de produção do Episódio 4 de Hitman: Bangkok.

Com tudo que já aprendemos até aqui, fica muito claro tudo que podemos fazer neste episódio para matar nossos alvos. Uma espécie de ‘visão Matrix’ nos deixa ciente de cada movimento necessário para alcançar os objetivos.

Dissemos acima que estamos voltando às origens, e isso é devido ao ambiente em que o Episódio 4 se passa. Contrário ao que tivemos em Sapienza e Marrakesh, Bangkok tem um mapa mais reduzido, nos levando á um dos cenários mais clássicos da série: um hotel.

Desta vez, nossos alvos são um astro do rock chttp://blogs.lance.com.br/videogame/analise-press-start-hitman-episodio-2-sapienza/om um temperamento um tanto quanto fora de controle e seu advogado, que sempre faz de tudo para manter os culpados fora da cadeia.  E apesar de termos dito que o mapa não é grande, o hotel Himmapan compensa isso com um interior espaçoso e luxuoso, e um nível de segurança de primeiro mundo, já que nossa estrela do rock Jordan Cross está com sua equipe gravando um novo disco.

E MAIS:
> Análise do Episódio 1: Paris
> Análise do Episódio 2: Sapienza
> Análise do Episódio 3: Marrakesh

Mais uma vez, nosso arsenal de matança é incrível. A IO Interactive sabe como ninguém a maneira de nos deixar bastante satisfeitos com a variedade enorme de situações em que podemos assassinar nossos alvos. Algumas, é claro, são bem fantasiosas, mas com a quantidade certa de realismo para manter a credibilidade.

CONCLUSÃO:  

Hitman parece estar cada vez mais perto da perfeição. Mais uma vez temos um episódio bastante sólido, com raízes clássicas da franquia, muita variedade na matança, e um gostinho de ‘quero mais’.

PONTOS POSITIVOS:

  • Localização bastante bonita
  • Muita variedade na matança

PONTOS NEGATIVOS:

  • Nada grave

NOTA: 9,5/10

Gostaríamos de agradecer à Square Enix, que nos cedeu uma cópia de Hitman para PS4, plataforma usada nesta análise.

 



MaisRecentes

e-Sports: Flamengo fecha com importante parceiro



Continue Lendo

GOTY: Zelda é eleito o melhor jogo de 2017. Confira todos os vencedores



Continue Lendo

Análise Press Start – LEGO Marvel Super Heroes 2



Continue Lendo