Análise Press Start – DiRT Rally



Mais uma vez é hora de colocar o capacete e afinar sua relação com o co-piloto, pois na Análise Press Start de hoje, vamos voltar ao lamacento mundo dos ralis. Veja o que achamos de DiRT Rally, da Codemasters.

O mundo dos ralis chegando com tudo na nova geração

Demorou um pouco para que os jogos de ralis chegassem aos consoles da nova geração. Mas, nos últimos meses, e, principalmente, na última semana, dois novos produtos foram lançados.

No início da semana, o Press Start avaliou o promissor Sébastien Loeb Evo, e você pode conferir a análise clicando aqui. Desta vez, o game sob nosso microscópio é o sucessor da série Colin McRae, DiRT Rally.

E o trabalho realizado pela Codemaster realmente foi focado em criar um simulador perfeito de ralis, usando também como base a opinião dos gamers. Logo assim que foi anunciado, o jogo foi lançado, ainda incompleto, na Steam, para recolher um feedback dos usuários, e assim aperfeiçoar o produto final.

O resultado parecer estar bastante próximo do que foi idealizado pela produtora. O game é fantástico, e entrega tudo aquilo que promete. Gráficos de ponta e um controle bem realista são o ponto alto de DiRT Rally.

Três categorias para se aprender e masterizar

DiRT Rally pode ser dividido em três categorias: Rally, Rallycross e Hillclimb. Cada uma delas apresenta seus desafios particulares, e vai te fazer suar para se tornar um craque nelas.

Rally e Hillclimb são as formas mais tradicionais e conhecidas de rali, com competições ‘solitárias’, onde cada piloto busca seu melhor tempo, sem a interferência dos rivais. Já o Rallycross é isso com esteroides. Vários carros disputam ao mesmo tempo a primeira posição em superfícies mistas.

Em qualquer um desses modos, a sensação vai ser sempre a mesma, e isso com certeza era o objetivo da Codemaster na produção de DiRT Rally. Em cada curva, em cada retomada, suas mãos vão apertar o controle e suar bastante na tensão de tentar manter o carro na pista sem abrir mão da velocidade necessária para conseguir o tão sonhado tempo mais rápido ou o primeiro lugar.

Não tem molezinha para ninguém!

No modo Championship, a chapa já começa fervendo. Logo nas primeiras corridas, a IA do game te mostra que não vai ter moleza, e você vai se pegar comemorando uma vitória como se fosse um gol do seu time na final da Libertadores.

O bacana desse modo é toque de RPG que ele traz. Além de ter que provar seu talento nas pistas, é preciso ser manager e gerenciar sua equipe, contratando e renovando os compromissos de diversos tipos de funcionários. E acredite em mim: você vai querer mantê-los contigo.

Se sua praia é desafiar a galera pela internet, a parte online de DiRT Rally também é bem legal. A Codemasters disponibiliza desafios diários, semanais e mensais, cada vez mais difíceis. Além disso, há também o PvP no Rallycross, mas por enquanto não existe a possibilidade de lutar pelo melhor tempo no Rally ou no Hillclimb.

Ainda há o modo chamado de Leagues. Nele, você pode se juntar a amigos ou a uma liga já existente na comunidade de DiRT Rally e competir em eventos totalmente customizáveis.

 

Um game bem fiel à realidade

DiRT Rally preza, e muito, pelo realismo. Tudo no game é feito de maneira que retrate o mais fielmente possível uma corrida de rali na vida real.

Os gráficos são incríveis, os modelos dos carros podem até te fazer pensar que são de verdade, e cada uma das pistas, nos seis países presentes, foram meticulosamente montadas.

Outro ponto alto de DiRT Rally é seu som. Não me lembro de ficar arrepiado com um som de um jogo de corrida do jeito que fiquei testando este game. A interação do co-piloto é sempre perfeita, e cada barulho feito nas pistas, seja triturando cascalho, deslizando na neve, ou se arrebentando contra um muro, vai te deixar com um frio na espinha de tão realista.

Fechando este tópico, vamos falar da parte que mais interessa: a jogabilidade. DiRT Rally é o jogo mais preciso na simulação do esporte. É preciso horas, senão dias de prática para não descer morro abaixo a cada duas ou três curvas. Realmente fantástico o realismo também neste quesito.

CONCLUSÃO:

DiRT Rally é a experiência definitiva para quem procura um simulador de rali nos consoles da nova geração ou no PC. Gráficos incríveis, som arrepiante e uma jogabilidade assustadoramente realista colocam o game da Codemasters no topo de sua categoria.

PONTOS POSITIVOS:

  • Gráficos de ponta
  • Parte sonora perfeita
  • Jogabilidade mais real impossível

PONTOS NEGATIVOS:

  • Poderia ter mais carros e pistas
  • Ausência do ‘Ghost Mode’ online

NOTA: 9,5/10

Gostaríamos de agradecer à Codemasters, que nos cedeu uma cópia de DiRT Rally para PS4, plataforma usada nesta análise.



MaisRecentes

Em noite de gala, Team One se destaca e Felipe ‘brTT’ é eleito o craque da galera no prêmio CBLoL



Continue Lendo

Toma-lhe GOTY! Os cinco candidatos ao prêmio de Melhor Jogo de 2017



Continue Lendo

Análise Press Start – Assassin’s Creed Origins



Continue Lendo