Análise Press Start – Dark Souls II: Scholar of the First Sin



Nesta semana, o Press Start vai analisar um dos maiores responsáveis por controles quebrados e gargantas doloridas de tanto gritar de raiva. Estamos falando de Dark Souls II: Scholar of the First Sin.


A versão que chega para a nova geração é muito mais do que apenas uma envelopada no game original, com uma cara mais bonita. É claro que os ambientes receberam retoques e upgrades, graças a texturas melhoradas, personagens mais detalhados e efeitos de luz impactantes. Mas, além de reconstruir o universo de Dark Souls II em 1080p, a 60 frames por segundo, Scholar of the First Sin reúne todo os DLC’s previamente lançados.

Mais que isso, SotFS consegue a proeza de dificultar o que já era bem complicado. Novos e poderosos inimigos circulam por áreas iniciais da história. Logo na primeira floresta, já se encontra um gigante no lugar de um morto-vivo; e na bela Torre de Heide, nada menos que um dragão entra na vaga de um cavaleiro (isso, uma porta antes de encarar um boss). Os 60 frames por segundo ajudam demais nos combates, já que o jogo fica bem mais fluido e sem travamentos ao ser cercado por vários monstros ao mesmo tempo.

 

Alguns itens e inimigos ganharam nova colocação nos mapas. Portanto, mesmo os mais fanáticos que jogaram o Dark Souls II original por várias vezes vão encontrar um novo desafio nesta versão.

Outra adição de SofTS que enche os olhos são os três DLc’s da Coroa Perdida estão presentes, adicionando horas e horas de desafios e conquistas ao game. São quebra-cabeças inteligentes, itens raros e chefões que metem medo até no mais experiente gamer.

 

CONCLUSÃO:

Dark Souls II: Scholar of the First Sin é simplesmente fantástico. Para quem jogou o original, a evolução gráfica, os 60 frames por segundo e as alterações nos locais de itens e inimigos são mais que suficientes para voltar a Drangeic. E aqueles que jogarem pela primeira vez terão o prazer de vivenciar a experiência completa, com melhorias visuais e no gameplay, além de todas as DLC’s. Portanto, é uma compra indispensável!

PONTOS POSITIVOS:

– Gráficos e jogabilidade melhorados
– Todas as DLC’s originais

PONTOS NEGATIVOS:

– Não é para os que desistem fácil

NOTA: 9,5/10

*Gostaríamos de agradecer à Bandai/Namco, que nos cedeu uma cópia de Dark Souls II: Scholar of the First Sin para PS4, plataforma usada nesta análise.



MaisRecentes

Bethesda divulga trailer de lançamento de Wolfenstein II: The New Colossus



Continue Lendo

Expansão Corridas Metamorfose já está disponível para GTA Online



Continue Lendo

Atualização de temporada já está disponível em F1 2017



Continue Lendo