Menos discussão e mais futebol: Luis Fabiano e Pato jogam bola no Beira-Rio



Texto por: Lucas Faraldo

Luis Fabiano

Há pouco mais de duas semanas, Luis Fabiano e Alexandre Pato protagonizaram infantil troca de farpas por conta da disputa pela titularidade no ataque do São Paulo. Na tarde deste domingo, sem Paulo Henrique Ganso, foi Pato quem herdou a vaga no time principal. Pela primeira vez nos 11 jogos da atual passagem de Milton Cruz, os camisas 9 e 11 começaram um jogo juntos como titulares. E diante do remendado Inter, viveram tarde de prós e contras.

Como paulistas e gaúchos empataram em 0 a 0, sejamos justos e comecemos pelos erros da dupla.

Luis Fabiano, muito lento, encontrou dificuldade para se destacar em meio à defesa rival. Não à toa, o centroavante saiu logo na primeira substituição feita por Milton Cruz. Pato, por sua vez, errou uma infinidade de passes e lançamentos. E é claro: nenhum dos dois cumpriu o papel de fazer gols.

Também sejamos justos agora e falemos das coisas boas mostradas pela dupla ofensiva do São Paulo.

Luis Fabiano e Alexandre Pato, ainda que pontualmente, foram responsáveis pelas raríssimas chances de gol da partida. O camisa 11 estava mais aberto pelas pontas do que de costume e, no fim da etapa inicial, acertou cruzamento na cabeça do… camisa 9. O centroavante subiu bem e acertou o travessão. Anteriormente, Pato havia sido lançado por Michel Bastos, mas chutara em cima de Alisson. Na etapa final, Bastos voltou a dar assistência, desta vez para Luis Fabiano, que finalizou renta à trave.

Ainda vale destacar as atuações fracas de Michel Bastos e Thiago Mendes, dupla encarregada, em tese, de dar a bola aos atacantes.

Ou seja, Luis Fabiano e Alexandre Pato podem não ter balançado as redes. Ainda assim, mostraram potencial para jogar juntos. Para o bem do futebol tricolor, que sigam jogando bola. E que parem de atacar um ao outro em entrevistas.



  • Carlos Henrique Ind1972

    Pato: eterna promessa, pipoqueiro de fato!
    Luís Fabiano: fim de carreira, pipoqueiro histórico!
    Vazem!

  • Gilberto

    Graças a Deus em 2016 nenhum dos 2 estará mais no time. Podiam montar uma sociedade e vender pipoca na porta do estádio. Se bem que poderia dar briga, pois os dois iriam querer ser o presidente da sociedade.

  • ZIZO

    Chega desses dois imbecis.
    FORA.

  • Luis Henrique Torres

    O Pato não vale 60 mil /mês , quanto mais 800 mil….! É apenas um atacante de mediano para bom , sem sangue nos olhos , não chega aos pés do Miler Bolanos do Emelec , do Santander do Guarani , Gustavo Bou do Racing , jogadores que ganham um quinto do que ganha esse tanga frouxa do Pato e produzem muito mais , jogam muito mais !
    Quanto ao Pipoca , qual o clube no Brasil ou no mundo , estaria disposto a pagar 600 mil /mês pra esse fim de carreira e podre ???
    Só sei que com esses dois , com o PEREBA do Reinaldo , com Paulo Miranda , com Edson Silva , com Cafu , com o meia boca do Denilson , o Juan Osorio vai sofrer muito , mas muito mesmo !
    Ele que se prepare , o SPFC tem um elenco enganador , menos qualificado do que muita gente acredita ser !

  • São jogadores com nível culinário e pondo molho na pipoca,hein ! Eu gosto de pipoca com bastante molho ! Lembra aquela vez que ele pediu molho pro pipoqueiro,véi ! e Ahahahahahahahhahahaa ! Quaase acabou com o molho do pipoqueiro ? Lembra quando nóis andava de treinzin ?

  • Meu Bolão 10

    Fabiano um atacante mediano que disputou uma copa do mundo!
    Pato um atacante de ponta que pela aparente falta-de-vontade nunca disputará uma copa do mundo!

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo