Mais bem desenhado e com cara de time em noite de Muricy e Pato



(Miguel Schincariol/L!Press)

(Miguel Schincariol/L!Press)

As principais cobranças em cima de Muricy Ramalho, que ontem completou 250 vitórias à frente do São Paulo, passavam pela suposta falta de treinos táticos e, consequentemente, padrão do time.

De fato, o Tricolor mais pareceu uma equipe reunida às pressas contra o Corinthians. É preciso reconhecer – como foi feito por técnico e jogadores. Bem como é preciso registrar que, diante do Danubio (URU), os 11 jogadores já tiveram feições de time e organização.

As subidas dos laterais foram mais coordenadas, a fim de evitar buracos nas costas dos volantes que tanto saem para o jogo e a exposição dos zagueiros. Prova disso foram os gols de Alexandre Pato originados em cruzamentos dos alas Reinaldo e Bruno pelos lados.

Os meias foram mais participativos e tiveram em Pato a chance de desafogar a forte marcação uruguaia. O camisa 11 conseguiu dar a profundidade tão cobrada por Muricy e confundir os rivais com a intensa movimentação nas costas de Luis Fabiano. O artilheiro do ano com oito gols estava livre nos dois lances em que foi às redes.

O problema é que essa melhor organização tática ficou fragilizada devido à falta de gana da equipe. O espírito de Libertadores, que desta vez não foi visto nem nas arquibancadas, foi artigo raro entre os jogadores. Souza, Fabuloso e Pato, além da dupla de zaga, eram os mais intensos sem a bola nos pés. Com ela, Michel Bastos também se destacava.

O camisa 7 foi importante para desestabilizar os marcadores com bons dribles e deixou Ganso como coadjuvante, mesmo com desleixo atrás. Qualquer crítica sobre ele, porém, passou a ser injusta após passe milimétrico para Reinaldo ampliar.
Já com um a mais, a baixa intensidade do time deixou de ser um problema. Hudson, na direita na vaga de Bruno, teve a mesma liberdade e achou um gol para Cafu, arma de Muricy na vaga de Michel. Noite para o técnico se aliviar da pressão.



  • É nóis ! E lhe digo Maria Paula, não entiendo,não entiendo mesmo ! Sai daqui ! Sai daqui !

  • Batinha vocês usam ?

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo